Viajar com cachorro ou outros animais de estimação pode ser muito divertido, mas exige planejamento e preparação. Afinal, longas viagens podem se tornar difíceis, especialmente viajando de carro no verão.

Na verdade, para quem tem animais de estimação e costuma viajar bastante, as viagens de carro são mais vantajosas, por serem mais baratas e menos estressantes. Mas, especialmente no verão, viajar com cachorro dentro do carro requer alguns cuidados específicos para que o trajeto seja agradável para todos e ninguém sofra com as altas temperaturas ou outros imprevistos que possam ocorrer.

Enquanto algumas raças de cachorro adoram ficar com os focinhos na janela, sentindo a brisa fresca, outros detestam ficar presos no carro. Além disso, qualquer passageiro, animal ou humano, pode ficar ansioso após duas ou mais horas parado dentro do carro.

Então, antes de pegar a estrada, há algumas precauções a tomar que podem ajudar a garantir não só a segurança do animal e de todos no carro, mas a estabilidade emocional e o conforto de todos.

Aqui vão algumas dicas de como viajar com cachorro de forma segura, confortável e agradável na estrada. Confira abaixo!

Como se preparar para viajar com cachorro

viajar com cachorro dentro do carro

É preciso se preparar com antecedência para viajar com cachorro.

A primeira medida a ser tomada ao planejar viajar com cachorro de carro é fazer uma preparação de forma gradual, com antecedência, para que o cachorro se acostume dentro do carro.

Se ele já está acostumado a passear de carro com você para tudo quanto é lugar no dia a dia, isso não vai ser um problema. É bem mais difícil a preparação quando cachorro não costuma passear de carro.

De qualquer forma, viagens costumam durar mais que os passeios comuns, então o ideal é começar com pequenos percursos até que o animal se acostume a ficar no banco de trás, de cinto de segurança, caixa de transporte ou na cadeirinha para cachorro.

Digo isso porque no dia a dia, nem sempre, as pessoas têm o costume de levar seus cães no carro da forma exigida por lei ou usando todos os devidos equipamento de segurança já disponíveis. No entanto, viajar na estrada é outra história. Os cuidados devem ser redobrados.

Tente fazer um curta viagem-teste primeiro para testá-lo com os equipamentos e faça todos os ajustes necessários que observar antes da viagem mais longa. Alguns cães, como muita gente, também podem enjoar durante longas viagens ou ficar ansiosos, mesmo ficando bem nas mais curtas.

Se for o caso do seu cachorro, fale com o veterinário dele sobre prescrever algum medicamento ou suplemento para ajudar com essa condição. Lembrando que não é bom alimentar o cachorro logo antes de pegar a estrada. O ideal é planejar as refeições durante as paradas na viagem, considerando esperar, pelo menos uma hora antes de pegar a estrada novamente.

Além disso, veja a seguir mais algumas dicas de como viajar com cachorro que você pode seguir para garantir uma viagem segura e agradável para todos:

1 – Respeite as leis de segurança

Primeiro de tudo, é bom se informar sobre a legislação de segurança do trânsito em relação ao transporte de animais dentro do carro.

O Código Brasileiro de Trânsito (CBT) tem as suas exigências e proibições em relação ao transporte de animais dentro dos veículos, sob penalização no descumprimento. O artigo 252, por exemplo, prevê infração média para quem transportar animais à sua esquerda ou entre braços e pernas, no banco da frente, sendo o próprio motorista ou passageiro.

Portanto, o cachorro deve viajar no banco de trás, como passageiro, de forma segura e usando o cinto de segurança apropriado para o seu porte. Você pode usar um cinto de segurança para cachorro ou uma cadeirinha de cachorro.

Isso vai não só mantê-los seguros no banco, evitando que fiquem circulando, como também prevenir que eles caiam ou se acidentem durante freadas bruscas ou qualquer outro acidente, podendo até atingir outras pessoas no carro.

2 – Acostume o cachorro com o equipamento de segurança

viajar ocmc achorro dentro do porta-malas é proibido

Para viajar com cachorro ele precisa estar acostumado.

Garanta todo o equipamento de segurança e transporte com antecedência antes de viajar com cachorro para que ele se acostume a ir usando e para que você observe aquilo que funciona ou não, tendo tempo de trocar ou mudar de ideia.

Se o cachorro não estiver acostumado a usar esses equipamentos dentro do carro, dê tempo ao tempo para começar a usar e se sentir confortável. Deixe a porta do carro aberta para que ele entre e saia do veículo sempre que quiser. Toda vez que entrar e se sentar no local certo, dê uma recompensa.

Tente alimentá-lo dentro do carro, na cadeira de cachorro, e quando ele estiver entrando e saindo da cadeira voluntariamente, comece a fechar as portas do carro deixando-o lá dentro por períodos curtos.

Deixe que ele se distraia com algum brinquedo de cachorro ou biscoito canino e depois vá aumentando o período de tempo. Faça o mesmo com os cintos de segurança, deixando ele preso por certos períodos dentro do carro.

Alguns cães menos acostumados com esses equipamentos, como coleira e guia/cinto, podem ficar estressados com a mudança na rotina, por isso deixe-os presos por poucos minutos à princípio, e pratique o uso gradualmente por períodos mais longos.

3 – Invista em capas de assento

Pode parecer bobagem, mas as capas para o assento do carro são realmente muito úteis, principalmente nas viagens longas. Elas protegem o estofado do carro de migalhas de guloseimas caninas, patas molhadas ou enlameadas, pelos e eventuais “acidentes”, caso eles se aliviarem ou vomitarem dentro do carro.

Existem vários tipos de capas e tapetes, que podem proteger os bancos e até fornecer mais conforto ao animal. Elas mantém os bancos limpos e você pode arrancá-las quando chegar no local ou em casa e até lavar na máquina.

4 – Evite os horários de pico

Evitar horários de pico e altas temperaturas é essencial ao viajar com cachorro.

Evitar horários de pico e altas temperaturas é essencial ao viajar com cachorro.

Os cachorros adoram passear, e mesmo que não estejam acostumados a passear de carro, logo se acostuma se você se planejar direitinho. Logo logo eles estarão adorando seguir viagem com você, afinal os cães só querem a nossa companhia e fazem de tudo para garantir esse convívio – até se acostuma a viajar de carro com você.

Mas não vá traumatizá-lo, senão ficará mesmo mais difícil a convencê-lo de viajar outra vez. Uma das formas mais fáceis de evitar os traumas é tentar não pegar a estrada em horários de pico, principalmente quando as temperaturas estão altas, entre 10h e 16h.

Além do trânsito ser maior nos horários de pico e atrasar a sua viagem, ninguém merece passar longas horas dentro do carro em horários mais quentes. Portanto, o cuidado com a temperatura elevada deve ser mantido durante as viagens.

O ideal é fazer uma viagem em horários mais tranquilos, de preferência no início da manhã ou início da noite, sempre com o ar condicionado ligado, para evitar que os cachorros fiquem indispostos ou hiperventilados durante o trajeto por conta do calor.

5 – Se possível, pratique o jejum nas viagens

Outra dica importante para viajar com cachorro é tentar que ele viaje em jejum para prevenir as surpresas. Alguns cachorros podem enjoar com o movimento do carro e vomitar.

Mas comer antes de viajar também pode dar vontade de se aliviar e isso pode levar a acidentes ou atrasos na viagem. Então, o ideal é que eles estejam em jejum de, pelo menos, uma a duas horas antes do início da viagem.

Caso eles tenham que se alimentar durante as paradas, opte por alimentos leves e espere até uma hora antes de seguir viagem novamente. Tente fazer com que ele se alivie antes de entrar no carro também.

Há quem utilize as fraldas descartáveis para cachorro ou tapetes higiênicos como forma de prevenir este tipo de acidente. É uma excelente opção também, mas você terá que fazer uma parada da mesma forma para trocá-lo, caso acontecer.

6 – Não se esqueça da hidratação

De acordo com veterinários, um cão precisa consumir em média 60 ml de água por dia. Por isso, não se esqueça de levar um recipiente com água fresca para ele beber. Os cachorros costumam ficar desidratados rapidamente, especialmente dentro de uma carro fechado com ar acondicionado ou quente demais.

É importante lembrar também, que alguns cachorros são mais enjoados e não bebem água de locais estranhos, então traga uma garrafa com água de casa. Para que se mantenha fresca, coloque em um cooler refrigerado com gelo, ou congele o recipiente para que a água vá descongelando aos poucos.

Já existem no mercado alguns produtos para cachorro bem interessantes, como os bebedouros que não derramam, próprios para viagens de carro. É só uma ideia!

7 – Programe algumas paradas no percurso

Ao viajar com cachorro programe algumas paradas para desestressar.

Ao viajar com cachorro programe algumas paradas para desestressar.

Nem todo mundo aguenta viajar sentado, sem poder esticar as pernas, por longas horas seguidas. O seu cachorro também não é obrigado. Por isso, quando os trajetos são maiores, o ideal é programar pequenas paradas a cada 2 horas, para que o animal possa caminhar um pouco, tomar um pouco de água e fazer suas necessidades.

Lembrando que durante essas paradas, você jamais deve deixar o animal trancado dentro do carro enquanto você vai “rapidinho” ao banheiro ou comprar algo. De acordo com especialistas, bastam apenas 90 minutos em local fechado para que o cachorro fique sem oxigênio e venha a óbito por asfixia.

8 – Providencie o conforto necessário

Já que o cachorro vai ter que ficar sentado ou deitado por longas horas dentro do carro, nada mais justo que providenciar o melhor dos assentos. Invista em uma cadeirinha para cachorro confortável.

Não esqueça de levar o cobertor preferido dele, a caminha ou almofada e qualquer outro objeto que ele goste de ficar enrolado para ter mais conforto e segurança durante a viagem. Dessa forma, se eles quiserem tirar um cochilo não vão dar trabalho nenhum.

Objetos preferidos que podem lhe trazer conforto aliviar o estresse e a ansiedade canina. Pode ser um brinquedo favorito de morder ou até mesmo uma camiseta velha do dono. Isso vai mantê-lo entretido também e menos entediado.

9 – Leve alguns “lanchinhos”

Se os objetos favoritos fornecem o conforto necessário, algumas guloseimas caninas também podem ajudar a entreter e passar o tempo. Você pode levar ossinhos para ele roer, biscoitos ou alguns pedaço de frutas, se ele estiver acostumado.

Só não exagere e tente oferecer mais ou menos nos mesmos horários das refeições para que a rotina não se altere tanto e o estômago não sinta falta da comida, podendo causar incômodos.

10 – De vez em quando, abra as janelas

Ao viajar com cachorro por longos períodos deixe que ele sinta abriza pela janela de vez em quando.

Ao viajar com cachorro por longos períodos deixe que ele sinta abriza pela janela de vez em quando.

Se o seu cachorro adora um passeio de carro, é praticamente uma certeza que ele adora colocar o focinho para fora do carro pela janela. Portanto, de tempos em tempos, se o tempo e o tráfego permitir, desligue o ar condicionado e abra as janelas para ele apreciar o ar puro e a briza batendo na cara.

Apenas abra o suficiente para que ele não se empolgue e acabe colocando praticamente todo o corpo para fora. mesmo estando amarrado no cinto ele pode se machucar, e não queremos que isso aconteça em nenhum momento.

11 – Leve um Kit de Primeiros Socorros

Um Kit de Primeiros Socorros dentro do carro já deveria ser um item indispensável para se ter dentro do carro, não importando muito onde se vá. Portanto, se você já tem um para a família, inclua também alguns itens para o seu cachorro.

Você já deve ter percebido que viajar com cachorro requer esse tipo de cuidado também, afinal, nunca sabemos o que pode acontecer durante uma longa viagem.

12 – Não esqueça uma coleira e guia extras

Manter o cachorro perto de você é uma forma de mantê-lo seguro. Para isso, não esqueça de ter sempre uma coleira e guia extras, caso você perca ou esqueça de colocar na mala.

Uma boa ideia é adquirir coleiras que também servem como cinto de segurança no carro e que acompanham uma guia. dessa forma você tem sempre uma de passeio e outra no carro, que já serve para levá-lo para fora durante as paradas.

13 – Leve sempre o histórico médico do animal

Isso não é muito comum e muita gente se esquece, mas os animais não sabem falar e precisam contar com o seu conhecimento e memória. O problema é que nem sempre a gente vai lembrar de tudo o que já aconteceu com ele e os medicamentos que tomou.

No caso de cães com necessidades especiais ou alérgicos, o histórico médico é ainda mais importante. Isso porque durante as viagens tudo pode acontecer e se ocorrer alguma emergência, você tem as informações necessária a recorrer. Inclua também uma lista de telefones com o contato do seu veterinário e de locais onde você poderá levá-lo caso alguma emergência médica aconteça.

14 – Faça carinhos e converse com ele

Viagens longas podem se tornar entediantes para qualquer pessoa. Enquanto nós humanos podemos nos distrair ouvindo música ou fuçando no celular ou tablet, os cachorros não têm os mesmos recursos.

Então, de tempos em tempos, converse com ele, faça afagos e carinhos para ele interagir com você e desviar um pouco a atenção. Isso já vai aliviar bastante e deixá-lo mais feliz.

15 – Tire muitas fotos

Viajar com cachorro é uma grande aventura e um ótima chance de vocês estreitarem os laços. Então, não há razão melhor para colecionar registrar esse momento para ter lindas recordações.

Documente a viagem e faça uma espécie de “pequeno diário de bordo”, poste no Instagram e no facebook, principalmente se ele já tiver um perfil. As pessoas vão adorar acompanhar a viagem de vocês e você terá recordações maravilhosas de vocês juntos para o resto da vida.

Por Equipe Editorial

O Vidanimal.com.br acredita que compartilhar um bom conteúdo é a melhor maneira de fazer com que a informação chegue ao seu destino ou público alvo. Educar e conscientizar as pessoas é a nossa missão. Procuramos criar parcerias com profissionais empenhados em fazer parte dessa missão. Contamos com uma equipe de colaboradores que amam aquilo que fazem e se dedicam todos os dias para levar até você um conteúdo informativo de qualidade.

Deixe uma resposta