Se você decidiu que agora está pronto para enriquecer a sua vida trazendo para o seu convívio um companheiro de quatro patas, você não é o único. Mas saiba que antes de correr para escolher o seu novo “amigo peludo”, você como um tutor de primeira viagem tem que estar preparado.

Como você não tem muita experiência, é possível que você tenha também muitas dúvidas e perguntas a fazer. Por isso, é normal que você ainda tenha muito o que aprender.

Por exemplo, você pode estar se perguntando “o que o cachorro realmente precisa” e o “que você precisa saber antes de trazê-lo para casa”. Ter um cachorro é muita responsabilidade, exige esforço e muitos cuidados.

Por outro lado, cuidar de um cachorro não é tão difícil ou complicado como você imagina. Uma das dicas essenciais para quem vai adquirir um cachorro pela primeira vez é garantir que você tenha absolutamente tudo o que vocês dois precisam.

Veja abaixo o que um tutor de primeira viagem deve ter em casa!

O tutor de primeira viagem deve estocar itens essenciais

O tutor de primeira-viagem já deve estar ciente de tudo que precisa para recebe ro cachorro em casa.

Há uma infinidade de produtos pet no mercado que você, tutor de primeira viagem, pode achar que deve comprar para o seu novo cachorrinho.

No entanto, existem aqueles itens que são realmente essenciais, enquanto outros nem tanto. Portanto, a princípio você deve focar naqueles que são absolutamente necessários, para depois de um certo convívio partir para aqueles menos essenciais

Veja abaixo:

Ração para cachorro:

Tente escolher aquela mais adequada à raça do cachorro, idade e necessidades nutricionais, que irão beneficiar a saúde deles.

Compre pacotes menores no início, até que ele esteja adaptado, para não desperdiçar, caso ele não goste do sabor ou demore a se acostumar.

Coleiras e guias:

Todo cachorro precisa passear e fazer uma certa quantidade de exercícios físicos, independente da raça. Para isso, será necessário uma coleira e guia, a fim de mantê-lo seguro.

Além disso, a coleira é essencial para que ele tenha a sua identificação e não se perca por aí. As coleiras e guias também são necessárias para o treinamento dele, principalmente no início, para que ele se acostume com a sua liderança.

Se o cachorro for filhote, escolha uma que possa ser ajustada conforme ele for crescendo, depois invista em algo mais definitivo.

Preste atenção no material e tamanho, para que ela seja confortável, flexível e fácil de colocar. O ideal é ter mais de uma.

Equipamento de treinamento:

Todo cachorro precisa de treinamento básico, principalmente para aprender a fazer suas necessidades nos locais apropriados.

Se o cachorro for filhote, você pode precisar de alguns itens, como os tapetes higiênicos próprios para esse treinamento, ou muitas folhas de jornal.

Para limpar, encobrir e disfarçar o mau cheiro dos inevitáveis acidentes, será preciso também produtos de limpeza e removedores de odores.

Comedouros e bebedouros:

Para as refeições, ela vai precisar comer e beber em locais apropriados e somente dele.

Então, você precisa adquirir comedouros apropriados para o porte dele e quantidade de alimento que ele vai ingerir.

O mesmo para a água. Tente escolher os que possuem acesso fácil, sempre que eles quiserem, mas que não podem ser carregados por aí, pra evitar sujeira pela casa.

Os bowls de aço inox são os mais comuns e duráveis, também são higiênicos e fáceis de limpar.

Cama de cachorro e cobertas:

Para o seu bem estar e também para definir o seu local próprio, adquirir uma caminha de cachorro, um almofada ou uma coberta para ele pode ser uma boa ideia.

Dessa forma ele pode ter um local para onde ir e se sentir seguro e confortável. Escolha um modelo lavável e fácil de limpar e coloque-a em um canto onde é mais tranquilo, sem muito tráfego de pessoas.

Se você for do tipo que gosta de dormir com o cachorro no quarto, pode colocar a caminha dele lá.

Mas se você quiser que ele durma fora de casa, melhor adquirir uma casinha e colocar uma mantinha ali dentro para que ele possa carregar para dentro de casa quando estiver por lá.

Equipamento de segurança:

Talvez esses itens sejam os menos necessários da lista, mas dependendo de onde você mora e do seu estilo de vida, principalmente se você tem outros animais em casa ou precisa delimitar os espaços onde o cachorro irá ficar, os equipamentos de segurança poderão te ajudar nessa tarefa.

Eles incluem os portões de segurança, cercados e até outras medidas para garantir o conforto e a segurança dele quando estiver dentro de casa. Por exemplo, réguas de segurança para esconder os fios elétricos, capas para os móveis, degrau para subir e descer do sofá, cama, etc.

Brinquedos e petiscos:

Pode até parecer supérfluo, mas os brinquedos e petiscos são essenciais para se ter em casa. E muitas variações de ambos.

Calma, não precisa comprar a loja inteira. Sabemos que a variedade tanto de brinquedos como de petiscos é praticamente infinita.

Mas o cachorro vai precisar se distrair por algumas horas, até porque você não vai estar disponível o tempo todo. Ele precisa entender que pode ficar sozinho e que existem objetos apropriados para o seu próprio entretenimento, que não seja os seus sapatos ou a sua mobília.

Já os petiscos são excelentes para o seu treinamento e condicionamento. Eles servem como recompensa por reforços positivos ao ensiná-lo certos comportamentos. Vai te ajudar muito!

O tutor de primeira viagem deve garantir as necessidades de saúde do cão

Todo tutor de primeira-viagem deve garantir o conforto, segurança e saúde do seu pet a vida toda.

Em relação às dicas para tutor de primeira viagem, os cuidados com a saúde são uma das considerações mais importantes.

Adotar ou trazer para casa um cachorro significa que você agora é o único responsável pela saúde do animal, a sua segurança e bem estar.

O primeiro passo é marcar a primeira visita ao veterinário para tomar as primeiras doses de vacinas, de acordo com a idade dele, se ele ainda não tomou nenhuma delas.

Isso pode acabar pesando no seu orçamento, mas você pode também optar por investir em um plano de saúde para cobrir as despesas veterinárias.

Além disso, é bom pensar também em castrar o animal, para evitar maiores problemas de saúde no futuro ou cruzas indesejadas.

Pesquise bastante, e procure um veterinário de sua confiança. Infelizmente nenhum cachorro, por mais saudável que seja, está livre de adquirir alguma doença ao longo da vida.

Se isso acontecer, é melhor estar preparado para que ele tenha a melhor assistência possível e acesso aos melhores tratamentos.

Pronto! Agora você já sabe o que fazer quando levar o seu cachorro para casa. Logo mais você deixa de ser um tutor de primeira viagem e passa a ser um tutor mais experientes, praticamente um expert! Pelo menos em relação ao seu cachorro!

Por Equipe Editorial

O Vidanimal.com.br acredita que compartilhar um bom conteúdo é a melhor maneira de fazer com que a informação chegue ao seu destino ou público alvo. Educar e conscientizar as pessoas é a nossa missão. Procuramos criar parcerias com profissionais empenhados em fazer parte dessa missão. Contamos com uma equipe de colaboradores que amam aquilo que fazem e se dedicam todos os dias para levar até você um conteúdo informativo de qualidade.

Deixe uma resposta