Ao falarmos de Galgos, muitos pensam quase que automaticamente apenas em cães da raça whippet. No entanto, há muitos outros tipos de galgos. De fato, trata-se de um grupo de raças caninas que possuem características físicas similares como agilidade e estrutura aerodinâmica.

Todos os tipos de galgos possuem características em comum. São cachorros magros, de tórax bem profundo, de membros fortes, focinho comprido e cabeça pequena. Tipicamente “aerodinâmicos”, esses pets podem variar bastante especialmente de tamanho e tipo de pelagem, mas nunca de tipo físico.

Os galgos são cães difundidos em todos os continentes. Constituem, certamente, um dos mais antigos grupos de raças de cães. Embora no mundo moderno estejam mais associados ao mundo das corridas de cães, e muitas vezes adotados como cães de estimação aristocráticos, não devemos esquecer que eles foram essencialmente selecionados como cães de caça.

Em países onde são frequentes as corridas de cães, no entanto, há um alto índice de abandono de animais pertencentes a essa família, uma vez que deixam de vencer.

Precisam de atividades físicas diárias e uma atenção redobrada quando o assunto é educação. Por serem bons caçadores, eles podem gostar de perseguir outros animais e crianças quando não são devidamente socializados desde filhotes.

Tipos de Galgos – história

tipos de galgos: origens

A origem dos tipos de galgos é encontrada nas raízes da civilização humana.

As origens do galgo podem ser encontradas nas próprias raízes da civilização humana. De fato, sempre foi um cão que acompanhou os homens e os ajudou nas caças, atingindo e geralmente matando suas presas. Inclusive, inicialmente, foi um cão muito utilizado para caçar lebres.

As formas mais antigas são provavelmente aquelas que achamos representadas há muitos milhares de anos, nos tempos do antigo Egito, e quase inalteradas em algumas raças de hoje. Exemplos disso, são tipos de galgos como o Cão dos Faraós, o Podenco Ibicenco e o Cirneco do Etna.

A difusão nos diferentes continentes levou os galgos a adaptarem-se aos diferentes climas. De fato, basta pensar no Galgo Afegão e sua pelagem espessa. Além disso, adaptaram-se também à diferentes tipos de presas. O Borzoi Russo e o gigantesco Wolfhound, por exemplo, eram conhecidos como caçadores de lobos.

Outros tipos de galgos foram selecionados em base à velocidade. Um exemplo são os galgos da raça Whippet, capaz de atingir 75 km / h, e o Greyhound, que também é rápido e até mais resistente.

Galgos e o abandono

Por suas características físicas, os galgos foram muito utilizados em corridas de cães. Em alguns países, a pratica ainda existe.

Há alguns anos, quando a carreira chegava ao fim por causa da idade, de uma lesão física ou por falta de vitórias, esse cães sofriam eutanásia.

Essa prática em cachorros saudáveis que simplesmente pararam de “dar dinheiro” gerou, felizmente, polêmicas no mundo todo. Por isso, foram criadas associações de proteção aos galgos em muitos países. Essas associações possuem a finalidade de evitar o maltrato animal, conscientizar o público e promover a adoção dos galgos que não conseguem mais correr.

Apesar disso, a eutanásia de milhares de galgos continua sendo realizada todos os anos. Além do que acontece no final da carreira, os galgos são motivo de preocupação devido a condições de vida e bem-estar enquanto fazem parte do mundo das corridas. Vários casos de negligência e abuso, inclusive o uso de remédios para melhorar o desempenho esportivo dos galgos, foram denunciados.

Os galgos usados para a caça, com frequência, têm um destino parecido ao dos galgos de corrida.

Na Espanha, calcula-se que milhares de animais são abandonados ou sacrificados quando a temporada de caça termina ou quando alguma lesão impede o cachorro de correr atrás da presa.

As comunidades autônomas Estremadura e Castela-Mancha são os locais em que o final da temporada de caça tem mais peso sobre o abandono dos cachorros, além de serem as comunidades em que o galgo, principalmente o galgo espanhol, é muito usado para a caça.

Tipos de Galgos

Existem vários tipos de galgos diferentes.

Existem vários tipos de galgos diferentes.

Existem 10 tipos de galgos descritos na página oficinal da CBKC (Confederação Brasileira de Cinofilia): Afgan Hound, Azawakh, Borzoi, Deerhound, Galgo Espanhol, Greyhound, Pequeno Lebrel Italiano, Saluki, Whippet, Wolfhound Irlandês.

Tipos de Galgos: Afghan Hound

Tipos de Galgos: Afghan Hound

Tipos de Galgos: Afghan Hound

Trata-se de um cão muito elegante que segundo a lenda, viajou com Noé na arca.

Acredita-se que o Afghan Hound já existia no Egito há milhares de anos. Originalmente utilizado para a caça, são versáteis, rápidos e muito ágeis.

Em seu país de origem, o Afghan Hound existe em três variedades: pelo curto, pelo em franjas e pelo longo e espesso, considerado o verdadeiro cão afegão das montanhas.

Ainda hoje é considerado um glamouroso cão de exposição que deve combinar sua característica força e dignidade com uma longuíssima e sedosa pelagem, assim como uma certa expressão oriental.

No cinema e na TV os cães da raça Afghan Hound também obtiveram seu espaço ao longo da história. De fato, marcaram presença em cena de vários filmes da Disney como ‘A Dama e o Vagabundo 2’, ‘101 Dálmatas’, ‘102 Dálmatas’, entre outros.

A raça também ficou conhecida após o anúncio da equipe de um cientista coreano que obteve com sucesso o primeiro clone canino, um Afghan Hound chamado Snuppy. Mesmo após controvérsias sobre os estudos realizados pela equipe, Snuppy foi reconhecido como o primeiro cão clonado da história.

Tipos de Galgos: Azawakh

O cão da raça Azawakh é originário da África. Mais especificamente, do vale de Azawakh, que fica localizado na região da fronteira do Mali.

Esse animal foi criado há cerca de mil anos por povos nômades tuaregues, que viviam no sul do Saara. Por esse motivo, também foi chamado de Galgo Tuaregue ou Galgo Sul Saariano. Os outros nomes pelo qual ele é conhecido são: Oska, Hanshee, Rawondu, Tuareg Wulo, Bareeru e Sloughi.

No início, seu propósito principal era de ser usado na caça às gazelas da região e, nessa época, ter a posse de um desses cães representava, sem dúvida, um símbolo de força e status.

Um cachorro desta raça pode atingir uma velocidade de quase 70Km/h em questão de segundos. Diferentemente de outras raças de caça, ele não costuma matar e nem apreender a presa, mas a alcança e a cerca de forma que o caçador consiga chegar ao local antes que o animal fuja.

Tipos de Galgos: Borzoi

O Borzoi é uma raça muito antiga oriunda da Russia. Há indícios de que já na Idade Média havia exemplares do que seria o Borzoi mais primitivo, também conhecido na época como Russkaya Psovaya Borzaya.

No século XV e XVl, foram iniciados sucessivos cruzamento com a finalidade de aprimorar o cão russo, para que se obtivesse um cachorro grande, veloz e resistente ao frio, necessário para a caça esportiva na Rússia. O Borzoi foi criado em grande escala para caça nessa época, mais do que qualquer outro cão e, em 1600, já havia uma definição de padrão para a raça.

Com o tempo e os cruzamentos realizados, surgiram sete variedades de Borzoi russo, dentre elas uma chamada ‘Perchino’, que mais se assemelha ao Borzoi atual e que foi a principal variação trazida à América.

No século XIX, a raça sofreu uma ligeira alteração quando uma geração de Borzois foi levada pela primeira vez à Europa Ocidental para ser utilizada na agricultura do local. Porém, mais tarde, durante a Revolução Russa, o Borzoi teve sua imagem associada à nobreza, por isso boa parte dos exemplares foram mortos. Os poucos que restaram foram os Borzois que nobres estrangeiros receberam do czar e levaram adiante a raça.

Atualmente, os Borzois têm sua imagem muito associada ao luxo e à elegância, tanto pelas suas origens relacionadas à antiga nobreza russa como pela própria aparência do cachorro, de grande porte, magro, pelos comprido e macios. Por esses motivos, atualmente o Borzoi é, predominantemente, um cão de companhia e não um cão de caça de lobos, como era sua função inicial.

Inclusive, o Borzoi é um tipo de patrono, famoso feitiço da saga Harry Potter, que além de oferecer proteção, reflete a personalidade de quem executa o feitiço.

Tipos de Galgos: Deerhound

O Deerhound, também conhecido como lebrel escocês, é oriundo do Reino Unido.

Trata-se de uma raça primordialmente pertencente aos chefes dos clãs escoceses. Com o fim desse sistema, sua população entrou em declínio. Foi reavivada pelo criador Duncan McNeil e acabou por tornar-se mais comum na África do Sul que em seu país natal.

Fisicamente tem a musculatura de um Greyhound. Possui a pelagem resistente ao frio, dura e relativamente impermeável, e pode atingir os 45 kg.

Possui tórax profundo, o que o torna propenso ao desenvolvimento de torção gástrica. Seu comportamento e temperamento são descritos como os de um cão meigo, despretensioso e gracioso.

Tipos de Galgos: Galgo Espanhol

De acordo com alguns especialistas, o Galgo Espanhol seria um descendente de Greyhound Sloughi introduzido em Espanha no século IX pelos mouros.

Era um cão apreciado pela nobreza espanhola e usado principalmente para as corridas. Para obter exemplares mais rápidos, fizeram-se numerosos cruzamentos com Greyhounds, criando-se assim uma variedade anglo-espanhola.

O Galgo Espanhol foi exportado em grande quantidade, especialmente para a Irlanda e a Inglaterra durante os séculos XVI, XVII e XVIII. Os caçadores espanhóis continuam a usá-lo muito. Possui pelo liso e, além disso é elegante, harmonioso, musculoso.

Tipos de Galgos: Greyhound

O Greyhound, também chamado de Lebrel Inglês, é uma raça de cachorro oriunda da Grã Bretanha. É uma das raças de cachorro mais rápidas do mundo, chegando a atingir os 72 km/h. Sua origem é antiga, porém incerta.

Acredita-se que seus ancestrais teriam vivido no Oriente Médio e na Ásia nos idos de 7000 a.C. Entre esses, havia a provável presença do antigo Pharaoh Hound.

Foi estabelecida como raça na Grã-Bretanha durante o período saxônico. O Greyhound é um cão que foi inicialmente usado para caçar lebres.

Um dos Greyhounds mais famosos é o ‘Ajudante de Papai Noel’, cachorro da família Simpson. Ele aparece logo no primeiro episódio do desenho, intitulado “O Prêmio de Natal”, que foi ao ar em 17 de dezembro de 1989. O ‘Ajudante de Papai Noel’ é um exemplo de galgo abandonado e posteriormente adotado pelos Simpsons.

Tipos de Galgos: Pequeno Lebrel Italiano

A Pequeno Lebrel Italiano, também conhecido como Greyhound Italiano, foi um companheiro favorito de nobres na Idade Média, especialmente na Itália. Mas este pequeno cão era mais do que um cão de colo. De fato, possui a velocidade, resistência e determinação para caçar pequenos animais. Hoje em dia, ele é um cachorro de companhia cuja beleza e atletismo é admirada nas exposições, competições de obediência e agility.

O galgo italiano é, certamente, uma raça antiga. De fato, cães com suas características físicas são vistos em artefatos de 2000 anos.

Na Idade Média, a raça chegou ao sul da Europa e era muito popular entre a aristocracia, especialmente na Itália – daí seu nome. Muitos galgos italianos foram imortalizados, juntamente com seus donos, em retratos de artistas famosos como Pisanello e Giotto di Bondone.

O American Kennel Club registrou seu primeiro Italian Greyhound em 1886, e os criadores americanos começaram a estabelecer a raça nos Estados Unidos. Embora a população americana de galgos italianos fosse pequena, eles podem ter ajudado a salvar a raça da extinção.

Durante as guerras mundiais I e II, o número de galgos italianos na Inglaterra ficou perigosamente baixo. Isso aconteceu quando a criação de cães se tornou um luxo inacessível para a maioria das pessoas. Cada vez que as guerras terminavam, os criadores britânicos usavam esses galgos italianos de raça americana para restaurar a raça na Europa.

Tipos de Galgos: Saluki

O Saluki, ou caçador de gazelas, combina a aparência exótica e graciosa com velocidade e disposição.

É um parente do Afghan Hound, todavia sua história pode ser mais antiga. Sua figura refinada, de fato, é identificável nos cães desenhados em túmulos dos faraós (há mais de 3.000 anos).

Esse tipo de galgo se tornou muito popular entre árabes e persas que os utilizavam na caça às gazelas, juntamente com os falcões.

Existem duas variedades de Saluki: franjado e de pelo liso.

Tipos de Galgos: Whippet

Tipos de Galgos: Whippet

Tipos de Galgos: Whippet

O Whippet tornou-se popular entre os trabalhadores do norte da Inglaterra, que passavam as horas de folga fazendo competições para ver qual Whippet poderia matar o maior número de coelhos ou ratos ou de quem era o mais rápido. Corridas de whippets geralmente aconteciam em uma pista reta que se espalhava por estradas e campos.

Enquanto a classe trabalhadora criou e aperfeiçoou o espírito de corrida e caça na raça, é dito que a classe alta aperfeiçoou o visual da raça como é hoje, adicionando um pouco de galgo italiano para refinamento. O Kennel Club da Inglaterra reconheceu o Whippet como uma raça em 1891.

Hoje, o Whippet continua a inspirar admiração por sua aparência elegante, versatilidade e companheirismo dedicado. Ele está em 60º lugar entre as 155 raças e variedades reconhecidas pelo AKC.

Whippets ficam tranquilos em ambientes fechados. No entanto, podem se tornar hiperativos e destrutivos se suas necessidades de exercício não forem atendidas. Não são muito bons cães de guarda, pois raramente latem e são amigáveis ​​com todos que encontram. Além disso, tem muita sensibilidade à baixas temperaturas, necessitando de roupinha e abrigo nos dias mais frios.

Tipos de Galgos: Wolfhound Irlandês

Esta raça antiga teve origem na Irlanda, onde serviu como cão de guerra e como cão de caça. Ele chegou perto da extinção no século 19.

São animais tranquilos dentro de casa, no entanto não são recomendados para viver em apartamento.

São cães gigantes. Uma fêmea pode chegar a medir 76,5 cm e pesar 47,5 kg. Os machos, chegam a medir 81 cm e pesar 54 kg.

Apesar de seu tamanho gigante, O Irish Wolfhound não é o cão de guarda ideal. De fato, ele não tem a natureza de um cão de guarda. Ele é corajoso, mas não agressivo.

O Kennel Club inglês reconheceu a raça em 1925. O primeiro Irish Wolfhound registrado no American Kennel Club foi o Ailbe em 1897. Já o Irish Wolfhound Club of America, foi fundado em 1927. Hoje, o Irish Wolfhound ocupa o 77º lugar entre as 155 raças e variedades reconhecidas pelo AKC.

Características comuns em todos os tipos de galgos

Os tipos de galgos possuem muitas características em comum.

Os tipos de galgos possuem muitas características em comum.

Como vimos, há pelo menos dez raças nesse grupo canino. No entanto, todos os tipos de galgos possuem características comuns.

Primeiramente, a origem antiga e a apreciação global do grupo canino como um todo. De fato, a imagem dos galgos foi usada em representações artísticas de muitas populações ao longo da história.

Os galgos são cachorros especialmente criados para correr, e justamente por isso, já foram muito utilizados com competições e caça e conhecidos por ser cachorros de corrida, e algumas raças são considerados os cachorros mais rápidos do mundo.

Possuem um físico diferenciado, leve e aerodinâmico. Possuem cabeça pequena, focinho longo e corpo extremamente esguio. Além disso, essas características fazem com que eles se destaquem quando o assunto é perseguir outros animais e participar de competições de velocidade.

No geral, são cães que precisam de muito exercício e cuidados com a saúde. Antes de escolher um  dos tipos de galgos, portanto, informe-se bem sobre as características individuais da raça.

Referências Bibliográficas:

TAYLOR, D. Cães – Manual Prático e Ilustrado. London, 1986
Enciclopédia do Cão – Royal Canin
Confederação Brasileira de Cinofilia – https://www.cbkc.org/