(Crédito/Copyright: “/Shutterstock”)

Saiba como treinar filhotes para a vida toda

Todo mundo já ouviu falar que é importante treinar o filhote desde cedo, mas você sabe a razão?

O mais importante para o sucesso no treinamento de um filhote é enxergar o mundo através dos olhos dele.

Por que devemos treinar os filhotes?

Entre em qualquer website de treinador de cachorro e você encontrará uma discussão sobre como é importante treinar os filhotes. Uma das alegações mais comuns feita por treinadores é a de que eles são capazes de ensinar o seu cachorro a não ter comportamentos indesejáveis como pular nas pessoas, morder e fazer cocô e xixi pela casa. Eles aconselham também um monte de métodos de treinamentos diferentes:

Treinamento de dominância adicional, reforço positivo, modificação de comportamento, treinamento para “socializar” com outros cachorros, e muitos outros.

No entanto, não importa qual o método de treinamento for recomendado, a maioria dos treinadores de cachorro oferecem cursos focados em obediência, principalmente no papel de subordinação do cão em relação ao seu dono.

como-treinar-filhotes-buldogue-frances-preto
Buldogue francês roendo um pedaço de madeira na areia da praia. (Crédito/Copyright: “/Shutterstock”

Por que é preciso ser o “líder do bando” para o cachorro?

Uma das frases mais comuns é que os cães, como os lobos, são animais de bando, e que o dono deve se tornar o líder dominante desse bando. Este treinamento de obediência é feito para dar o controle ao dono sobre as ações do cachorro, e se concentra em um número limitado de “ações” que incluem em vir quando for chamado, deixar um item, agachar e permanecer no lugar.

A teoria por trás de todo treinamento focado em obediência é que ao ensinar o filhote estas ações, o cão estará a salvo e seguro, tanto dos outros como de si mesmo. Mas há duas fraquezas cruciais em todos os treinamentos baseados APENAS em obediência:

1. A falsa suposição que cachorros e pessoas fazem parte de um mesmo bando. Cães não são lobos. Eles têm sido criados para viver em um contexto humano em base de respeito mútuo e interação ao invés de domínio e submissão.

2. O foco concentrado nas necessidades percebidas pelos humanos ao invés de na experiência vivida pelo cachorro

como-treinar-filhotes-chesapeake-bay-retriever
Chesapeake Bay Retriever filhote correndo pelo jardim florido livremente. (Crédito/Copyright: “/Shutterstock”

O verdadeiro propósito de um treinamento de filhote significativo e efetivo é preparar cada cãozinho para alcançar uma gama completa de obrigações e desafios que ele terá que enfrentar vivendo com uma família no mundo humano. Por si só, treinamento de obediência é insuficiente para atingir este objetivo, pois não corresponde com a experiência total do cachorro. Um treinamento verdadeiro e efetivo exige perceber o mundo através da perspectiva do cachorro e depois utilizar o conceito de “bem estar comportamental”.

O que é Bem Estar Comportamental?

Nós todos temos um certo conhecimento no que diz respeito ao conceito de bem estar no que se refere a nossa saúde física. Nós sabemos que quando comemos os alimentos certos, nos exercitamos e dormimos bem estamos aumentando as oportunidades de sermos saudáveis e nos sentir bem. Em resumo, alcançar o bem estar físico exige o desenvolvimento de um plano completo de cuidados com uma implementação sistemática e contínua de uma programa.

Acredite ou não, esta mesma relação entre ação e resultado pode ser vista no comportamento!

Entenda como o ambiente pode influenciar o comportamento

No sentido mais amplo, comportamento é qualquer coisa que um cachorro, pessoa ou qualquer outra criatura possa fazer em reação ao seu ambiente. Bem estar comportamental, portanto, é o estado final positivo de um plano bem concebido e ativamente implementado destinado a gerar um grupo desejado de comportamentos.

Mas, assim como obter bem-estar físico requer uma abordagem holística para toda uma gama de necessidades do indivíduo, o bem-estar comportamental em relação aos animais é muito mais do que introduzir uma simples obediência.

Bem estar comportamental também melhora a ligação entre a pessoa e o cachorro e a qualidade de vida no animal levando em consideração toda a gama de suas experiências e desafios vividos.

como-treinar-filhotes-chihuahua
Filhote de Chihuahua no meio das folhagens. (Crédito/Copyright: “/Shutterstock”

Onde é que o bem estar comportamental pode ser implementado?

Bem estar comportamental tem sido prioridade em cuidados animais e treinamento em zoológicos e aquários por muitas décadas. Os profissionais que cuidam destes animais possuem a obrigação de criar ambientes físicos que permitam que eles prosperem, e devem também interagir com eles sob uma série ampla de circunstâncias, desde durante a hora de alimentação a tratamentos veterinários, e todo o resto.

Por exemplo, cuidadores de zoológico possuem uma rotina consistente de limpar os dentes de animais grandes e potencialmente perigosos como leões, lobos e hipopótamos. Antes do desenvolvimento do bem estar comportamental como uma característica definidora dos cuidados dos animais, os cuidadores do zoológico tranquilizavam os animais para se aproximarem deles, às vezes até causando lesões significativas.

Hoje em dia, os zoológicos modernos quebram todo e cada aspecto de um procedimento veterinário em seus mínimos componentes, e assim os animais são treinados sob estes componentes desde cedo, desde vir a sentar em uma posição quando chamados, a abrir a boca sob o comando de um sinal, e a permanecer parado sem reação enquanto está sendo escovado.

Este processo de treinamento antecipa todos os desafios que o animal irá enfrentar na vida dele dentro do seu próprio ambiente, e depois foca em ensiná-los a desempenhar as tarefas necessárias passo-a-passo. Consequentemente, o animal acaba se beneficiando ao receber um serviço veterinário, e isso acontece sem precisar de ações forçadas que poderiam ser potencialmente perigosas para ambos, humano e animal.

Como trazemos o tal bem estar comportamental para o treinamento de filhotes de cachorro?

Primeiro, bem estar comportamental exige que os filhotes sejam treinados a entender seus próprios corpos antes de aprender tarefas mais complexas ou até simples.

Se eles pudessem ficar com suas mães e irmãos, os filhotes ganhariam consciência de seus corpos através de interações naturais. Mas a separação e o desmame forçado com pelo menos 8 semanas significa que ele não tem ideia de nada, nem sabem onde estão suas patas e pra que servem ou se a cabeça é na frente e a cauda atrás.

Quando passamos a entender o mundo sob a perspectiva do filhote, fica claro pra gente que eles precisam aprender sobre o corpo deles primeiro. Eles estarão prontos para aprender novas habilidades e experienciar novas sensações uma vez que tiverem completado uma consciência corporal.

Uma vez que o treinamento de uma habilidade específica começa, é crucial continuar pensando através do ponto de vista do filhote, e imaginar a gama inteira de experiências e desafios que ele irá enfrentar pela frente.

como-treinar-filhotes-lulu-pomerania-spitz
O Lulu da Pomerânia é uma raça muito amorosa com o dono, mas não é fã de crianças – o treinamento e socialização para esta raça é fundamental para não desenvolver problemas comportamentais. (Crédito/Copyright: “/Shutterstock”

Tome como exemplo, o sinal para o cachorro sentar. Se você levar o seu filhote a um treinador de cachorro, você irá para uma sala e aprenderá técnicas para fazer com que o cachorro se sente no meio da sala. O treinador pode ser excelente ao ensinar à você e seu cachorro como atingir este objetivo. Mas qual a lição de vida o seu cachorro estará aprendendo?

Quando é que o seu cachorro precisará sentar no meio do chão durante a sua vida “normal”? Este é um ambiente completamente artificial sem relação nenhuma com a experiência de vida dele, e não irá prepará-lo para operar efetivamente no mundo real.

Quando se aplica os princípios de bem estar comportamental, o treinamento é criado para preparar o cachorro para realizar tarefas com sucesso que ele precisa saber fazer durante a sua vida, como permanecer sentado na calçada em frente de casa enquanto carros passam na rua, pássaros cantam e outros cachorros ladram em jardins próximos à ele. Até os fatores mais mundanos podem distrair o seu filhote. Aprender a sentar no chão no meio de uma sala com o mínimo de estímulo não irá preparar o seu cachorro para nenhum desses desafios.

Você não tem como pegar um filhote e simplesmente obrigá-lo a sentar do lado de fora do portão de casa em uma rua movimentada ou querer que ele passe a ignorar a tentação de brincar por exemplo com a flexibilidade de um batente de porta.

Como com o hipopótamo ou o leão do zoológico, treinamento de filhotes de cachorro exige um conhecimento do comportamento real que você precisa que ele demonstre, dividir este comportamento entre suas partes componentes, e depois ensiná-lo a como desempenhar cada um destes passos individuais para construir o objetivo final.

como-treinar-filhotes-leao-rodesia
Os filhotes de Leão da Rodésia devem ser treinados e socializados desde cedo para não se tornarem agressivos com estranhos. (Crédito/Copyright: “/Shutterstock”

No caso de fazer o seu cachorro sentar e permanecer parado, o treinamento deve começar ensinando-o a sentar por um período mais curto perto da porta. Uma vez atingido o objetivo, aumente a duração do tempo em que ele permanece sentado no local. Depois que ele estiver desempenhando a tarefa com perfeição, gradualmente vá aumentando a duração do exercício e o estímulo no ambiente. Por fim, aumentos consistentes e graduais no desafio levará ao resultado desejado, que é o cachorro se sentar tranquilamente por longos períodos de tempo mesmo que ele tenha que lidar com um ambiente altamente cheio de estímulos.

O que se pode fazer para ajudar o filhote a ter sucesso?

O seu filhote está sempre aprendendo: com você, com outros cachorros e com o seu ambiente físico em que convive. Para dar uma chance melhor dele viver uma vida enriquecedora e próspera, é crucial enxergar o mundo com os olhos dele e direcionar o seu aprendizado para que ele possa obter o sucesso ao se deparar com os desafios que encontra no curso de sua vida. Com isto em mente, o primeiro e mais importante passo é encontrar um treinador que entenda como fazer do bem estar comportamental o foco principal do treinamento do seu filhote.

(Versão traduzida do artigo original escrito por Teena Patel, bacharel em ciência e psicologia comparativa e MBA)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *