Atenção, alerta para roubo de cachorro! Se você for tutor de uma ou mais raças listadas aqui, fique de olhos abertos e não fique a toa. De acordo com a AKC, o Clube de Canil Americano, há algumas raças de cachorro que costuma ser mais visadas por ladrões.

Mas por que esses criminosos estão roubando cachorros e filhotes de raças específicas?

O furto de cães de raça tem aumentado bastante nos últimos tempos, e muitas pessoas não está entendendo a razão e nem sabe como agir em uma situação como essa.

É uma questão de popularidade e portabilidade. As raças de cachorro mais roubadas correspondem às raças mais populares no país, sendo que os filhotes e raças pequenas são as mais visadas, por serem facilmente carregadas no colo.

Mas esses cachorros não estão apenas saindo de dentro do jardim ou de carros estacionados na rua, mas também de petshops e abrigos. Só em 2019, foram reportados 496 ocorrências de roubo de cachorro no país.

E não são apenas os cães de raça pura os mais visados, as misturas de Pitbull são também as mais roubadas entre todas as misturas de raças.

Segundo a Instituição Americana PAWS (Progressive Animal Welfare Society), esses animais em particular, são muitas vezes roubados para serem usados como isca para treinar outros “cães de luta” em rinhas clandestinas. Uma total crueldade!

Vamos listar abaixo as raças de cachorros mais furtadas e explicar como você deve agir caso isso aconteça com o seu cão, bem como evitar essa situação.

Confira!

O que fazer em caso de roubo de cachorro?

Em caso de roubo de cachorro, vá imediatamente à delegacia de polícia

Nenhum tutor quer passar pelo pesadelo que é ter o seu cachorro roubado. No entanto, o roubo de cachorro tem se intensificado nas grandes cidades.

Por isso, caso você venha a passar por essa situação difícil, é muito importante saber o que fazer e agir rápido. Assim, vá a uma delegacia imediatamente após o roubo e denuncie o crime.

Procure dar todas as informações necessárias, hora e local do furto, e se puder incluir fotos do cachorro, melhor ainda.

Caso você ou alguém tenha visto o criminoso, colha as informações necessárias e tente descrever a pessoa com o maior número de características possíveis, principalmente as mais marcantes, como tatuagens e cicatrizes.

Procure saber também se no local haviam câmeras de segurança funcionando quando ele foi levado, que possam ter registrado o ocorrido. Em geral, a polícia pode pedir para checar essas imagens.

Caso a delegacia acionada não se empenhe no caso, faça uma reclamação ao Ministério Público ou procure outra delegacia.

Faça cartazes apelativos também, podendo até oferecer recompensa pelo retorno do animal, e espalhe pela vizinhança de onde ele foi levado.

Muitas vezes, esses criminosos costumam roubar os cães, só para devolver depois e receber a recompensa.

Como evitar o roubo de cachorro

Para evitar o roubo do cachorro, nunca deixe-o sem supervisão.

Infelizmente no Brasil, o roubo de cachorro é uma triste realidade, aliás, pequenos furtos e assaltos são muito comuns nas grandes cidades e não há policiamento e segurança suficiente que possam nos livrar dessas situações desagradáveis.

O ideal é evitar sair com o cachorro para passear em locais desertos e em horários em que as ruas não estão mais tão movimentadas. O roubo de cachorro costuma acontecer muito durante os passeios, por distração do tutor.

Deixar o seu cachorro esperando do lado de fora de algum comércio, nem que por alguns minutos, não é uma boa ideia. Nem mesmo deixá-lo dentro do carro com o vidro semi-aberto para entrar ar.

Essas são exatamente as melhores oportunidades para criminosos como esses — os chamados roubos oportunos. Sabe aquele velho ditado: “A oportunidade faz o ladrão?”, é exatamente isso que acontece.

Tome todas as precauções possíveis em casa para que ele não fique à visa no jardim, dando sopa e quando sair na rua leve-o sempre na coleira e guia, com identificação.

Faça uso do microchip

Há quem não goste e ache o procedimento doloroso, mas muitos tutores agora optam por colocar um microchip no cachorro.

Ele é essencial para garantir que seja encontrado mais rapidamente. Há até coleiras rastreadoras com GPS, mas só são eficazes se não forem retiradas do animal.

Mantenha todas as informações atualizadas no microchip para que você possa alegar que o animal é seu, mesmo a pessoa dizendo contrário.

Caso o cachorro seja abandonado pelo ladrão ao fugir, o microchip vai ajudar quem encontrá-lo a devolvê-lo a você.

Não deixe de castrar o animal

Você pode até estranhar e se perguntar, o que a castração tem a ver com roubo de cachorro. Bem, a castração é extremamente importante, porque muitas vezes esses animais são usados para reprodução indevida de filhotes, principalmente as fêmeas.

Esses criminosos roubam cachorros de raça, justamente para servirem de matrizes para gerar filhotes para vender. Ao castrar o seu cachorro ou cadela, pelo menos você garante que eles não vão sofrer com cruzas simultâneas para gerar lucros ao criminoso.

Além disso, fique atenta às feiras irregulares de venda e troca de animais, não contribua para esse crime e denuncie esses locais à polícia. Muitas vezes, esses criminosos roubam cachorros e colocam para na internet.

Quais as raças de cachorro mais roubadas?

Infelizmente, o roubo de cachorro é coisa de criminoso que tem sempre um plano, nunca apenas uma oportunidade de obter um cãozinho apenas sem lhe custar nada. Normalmente, a motivação do roubo é a venda.

Por isso, os alvos são as raças de cachorro que mais estão em alta no momento, ou seja, as mais populares e mais caras.

Em geral, os cães de pequeno porte também são os mais visados pelos ladrões, pois são fáceis de carregar e não ocupam muito espaço se tiverem que esperar por um comprador.

Mesmo que você não tenha um cão de pequeno porte, fique atento, para os criminosos qualquer cachorro é um alvo, nunca se sabe.

Geralmente, as raças de cachorro mais visadas são o Labrador, Yorkshire, Lulu da Pomerânia, Maltês, Buldogue inglês e francês, Shih Tzu, Chihuahua, Pug e Lhasa Apso.

Justamente por serem caros, pequenos e estão na moda, por isso são considerados lucro certo, e podem ser revendidos ou mantidos em cárcere, sob condições precárias para gerar filhotes.

Além de tomar cuidado para o seu cãozinho não ser roubado, você pode ajudar não encorajando esse tipo de crime ao procurar filhotes para comprar.

Pesquise bastante, opte sempre por um vendedor respeitado, jamais compre filhotes em feiras suspeitas e sem documentação. Procure também visitar o local onde esses cães são criados , muitas vezes eles sofrem maus tratos.

Veja abaixo as raças mais propícias ao roubo de cachorro:

Labrador Retriever

O Labrador retriever é uma das raças mais populares da face da terra por anos. Eles são amorosos, alegres e muito amigáveis. Embora não sejam uma raça pequena, eles se enquadram entre os cachorros mais visados por ladrões.

Além de companhias leais, os Labradores são muito utilizados em terapia, salvamento e cão guia. Eles estão aptos também a quase qualquer atividade. E como são bastante comilões, fica fácil para um criminoso se aproximar e enganá-los com algum tipo de comida, levando-os embora.

Shih Tzu

Essas adoráveis criaturas foram criadas especificamente para servir de guardiões e companhia para a realeza Chinesa no início dos anos 1800s. Hoje os Shih Tzus são apenas cães de companhia para toda as horas.

Eles são brincalhões e energéticos, adoram estar na companhia de pessoas e outros cachorros, embora possam ser um tanto temperamentais e gostarem se ser o centro das atenções. São visados por serem dóceis e fáceis de ser carregados.

Maltês

O Maltês é facilmente reconhecido pela pelagem branquinha, brilhante e sedosa ao redor de seus olhos expressivos. Eles são criaturas cheias de energia, mas não exigem muita atividade física — eles se contentam com uma breve caminhada, algumas brincadeiras dentro de casa e, claro, muito colinho.

Eles são ótimos vigias, mas o latido não é intimidador, visto que seu tamanho e aparência frágil não inspiram medo e nem intimidam ninguém. São alvos fáceis para criminosos agarrarem e levarem com eles.

Chihuahua

 

Os Chihuahuas são tão pequeninos e fofinhos, porém de personalidade marcante. Cabem em qualquer bolsa e estão super na moda, visto que muitas celebridades possuem seus exemplares e os exibem nas redes sociais.

Eles costumam ser muito leais e seguir seus donos em tudo quanto é lugar. Costumam ser bem desconfiados de estranhos, latem bastante, mas não intimidam ninguém. Por serem populares e caros, costumam ser roubados com frequência.

Yorkshire terrier

Outra raça de cachorro pequenina, mas corajosa, alegre e confiante. Os Yorkies fazem amizade facilmente por onde vão. São mesmo irresistíveis, e muito populares, os miniaturas são ainda mais procurados.

Eles são companheiros e gostam de qualquer atividade, principalmente ficar no colinho. Como são fáceis de serem levados, costumam ser presas fáceis de ladrões de cachorro também.

Buldogue inglês

 

As rugas e dobras pelo corpo e face do Buldogue inglês conquistam qualquer pessoa de imediato. Eles são compactos e fortes, mas a cara de mau não engana ninguém. Esses bonachões adoram tirar uma soneca aos seus pés.

Embora pesados, o tamanho compacto faz dele uma presa fácil para ladrões. Além disso, são muito dóceis e não costumam morder. Para completar, são uma das raças mais caras do mundo, custam uma pequena fortuna.

Buldogue Francês

Ainda mais portáteis e compactos, os Buldogues franceses são uma das raças mais roubadas. Também costumam custar bem caro, por isso são de grande valor para criminosos.

Suas orelhas em pé e espírito curioso, livre e alegre conquistam a todos por onde passam. Eles são muito dóceis e amáveis, difíceis de resistir. São um pouco teimosos e territoriais, mas não costumam latir muito, embora façam muitos outros barulhos difíceis de decifrar.

Lulu da Pomerânia (Spitz alemão)

Dentre todos na lista, o Lulu da Pomerânia é o que está mais em alta atualmente, principalmente os miniaturas. Várias celebridades e artistas famosos vivem postando fotos nas redes de seus pequenos Lulus.

Isso fez com que atingissem uma popularidade enorme e, com isso, se transformaram em fonte de renda de criminosos.

O Lulu ou Spitz Alemão é uma cachorro de colo super companheiro e amoroso, adora a companhia de seu dono. Mas por conta do pelo longo, fino e sedoso, exige manutenção constante.

Pug

O Pug é outra raça de cachorro de porte pequeno muito visada por ladrões, por conta do seu tamanho diminuto e do seu valor no mercado. Embora tenha muitos problemas de saúde, um filhote costuma ser um negócio muito lucrativo.

Isso faz com que muito criminosos os roubem para a reprodução indevida de filhotes sem critério, acabando por propagar doenças genéticas graves.

O Pug é uma raça muito amorosa, alegre, brincalhona que adora estar na companhia do seu tutor, seja para um cochilo ou receber carinho.

Lhasa Apso

Lhasa Apsos costumavam ser os guardiões sagrados dos palácios de dinastias chinesas e palácios no Tibete. Eles conservam a mesma imponência e altivez de outrora.

São criaturas alegres e dóceis, porém territoriais e um pouco temperamentais com estranhos. Mas, por serem pequenos e fáceis de carregar, costumam ser roubados com frequência também.

Pronto! Agora que você já sabe o que fazer em caso de roubo de cachorro e quais as raças mais visadas por esses criminosos, tome suas providências e fique sempre alerta.

Por Equipe Editorial

O Vidanimal.com.br acredita que compartilhar um bom conteúdo é a melhor maneira de fazer com que a informação chegue ao seu destino ou público alvo. Educar e conscientizar as pessoas é a nossa missão. Procuramos criar parcerias com profissionais empenhados em fazer parte dessa missão. Contamos com uma equipe de colaboradores que amam aquilo que fazem e se dedicam todos os dias para levar até você um conteúdo informativo de qualidade.

Deixe uma resposta