Um levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em parceria com a Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet) mostrou que o Brasil tem a segunda maior população de pets do mundo, com 22,1 milhões de felinos e 52,2 milhões de cachorros. A população de gatos se multiplica em maior proporção e deve predominar em menos de dez anos. Mas quais são as raças de gatos mais populares?

São três as principais associações que reconhecem os gatos de raça pura:

  • Associação dos Criadores de Gatos (CFA),
  • Associação Internacional de Gatos (TICA)
  • Federação Internacional de Felinos (FIFe).

O CFA reconhece 44 raças, a TICA reconhece 58, e a FIFe reconhece 43. As raças que não são reconhecidas pelas três associações não são tão comumente vistas como algumas das raças reconhecidas, e vários fatores são levados em consideração antes de um gato ser reconhecido. como um puro-sangue.

Conheça as 10 raças de gatos mais comuns no Brasil

Por trás da escolha da raça preferida há vários fatores. De fato, algumas pessoas se apaixonam pela beleza dos felinos, outros pelo temperamento. Algumas raças de gatos podem, ainda, ser conhecidas por existirem há muitos anos, outras podem ter adquirido fama e popularidade graças a algum filme. Conheça, portanto, as raças preferidas entre os brasileiros.

Siamês – uma das raças de gato mais popular.

Certamente, o Siamês é o gato mais popular no Brasil. Originário da Ásia, esta raça era mascote da corte do reino de Sião, atual Tailândia, até o seculo XVI. Conhecido na antiguidade como o Gato Real do Sião, também aparece em algumas placas que ilustram os “Poemas do Gato”, um antigo volume recuperado nas ruínas de Ayuthia (antiga capital do Sião) e ainda preservado na biblioteca nacional de Bangkok.

O gato siamês possui características físicas marcantes. Seu corpo é esbelto e flexível. Possui cauda longa que afina na ponta. As orelhas são grandes e pontudas e seus olhos são medianos, oblíquos, amendoados e de cor azul safira. Há, no entanto, duas variedades de gatos siameses: um com uma cabeça em forma de maçã e um corpo mais rechonchudo e um com uma cabeça maior, triangular e um corpo esguio.

Os siameses são curiosos, inteligentes e adoram atenção e carinho.

O pelo do gato siamês é curto, fino e macio. Além disso, existem quatro variedades de cores clássicas: seal-point, blue-point, chocolate-point e lilac-point.

A raça foi protagonista em diversos filmes. Um dos mais famosos foi ‘A Dama e o Vagabundo’, animação da Disney que apresentava dois gatos siameses.

Persa

Outro gato que, sem dúvida, conquistou os brasileiros é o Persa. De fato esse gato é simpático, bonachão, e tem uma pelagem que chama muito a atenção pela sua maciez e beleza. O nome deve-se à sua região de origem, ou seja, a Pérsia, onde atualmente fica o Irã.

Os gatos Persas têm sido vistos em muitos filmes, arte, comerciais e casas ao longo dos anos e também têm sido uma das raças de gatos mais populares há décadas. Alguns gatos famosos são da raça persa. É o caso, por exemplo, do Snowball, o gatinho do filme Stuart Little, e o Garfield.

Gatos persas são animais muito tranquilos, que se dão bem com crianças, outros animais e apreciam ambientes calmos. Adoram brincar e passar tempo ao lado de seus tutores.

Possuem olhos redondos e grandes e focinho pequeno e achatado, ou seja, é um gato braquicefálico. Essa característica anatômica faz com que esses animais tenham muita sensibilidade ao calor extremo e eventuais problemas de respiração. De fato, estão entre os animais que não podem embarcar em aviões.

O Persa possui muitas variedades de coloração. Pode, de fato, ser branco, preto, azul, chocolate, lilás, vermelho ou creme. Além disso, existem as variações bicolores, Tabby e inclusive tricolores.

O persa himalaio possui todas as caraterísticas do persa comum embora o seu pelo seja idêntico ao dos siameses, o pointed. Estes têm sempre os olhos azuis e podem ter o pelo em cor chocolate, lilás, chama, creme ou azul.

Maine Coon – o maior entre todas as raças de gatos.

Conhecido, principalmente, por sua grande estatura e pelagem densa. Oriundo do estado do Maine, Estados Unidos, o Maine Coon é um gigante gentil.

O Maine Coon possui a cabeça de tamanho médio e num formato triangular. Seu nariz tem comprimento médio. Já os olhos são grandes, ligeiramente oblíquos e bem afastados. Todas as cores são permitidas.

Suas orelhas costumam ser grandes e largas na sua base, moderadamente pontiagudas, posicionadas no alto da cabeça. O interior, geralmente, é bem guarnecido de pelos finos, partindo na horizontal. Os tufos de pelos de Lince sempre são desejáveis para a raça.

Seu corpo costuma ser longo, forte e de tamanho grande. Consequentemente, sua ossatura e sua musculatura é muito potente.

Pode chegar a até 10 kg. Suas patas possuem comprimento médio e são fortes. Os pés são grandes e redondos. Além de contar com tufos interdigitais bem guarnecidos. Sua cauda é longa, larga na base e que vai afinando até a sua extremidade. Conta com pelos longos, abundantes e flutuantes.

Eles são grandes caçadores e foram popularizados depois que a CFA os reconheceu como um puro-sangue no final dos anos 70. Eles continuam sendo uma das raças de gatos mais populares.

Sua origem é incerta e foram, até mesmo, criadas muitas lendas sobre isso. Veja mais no artigo sobre o Maine Coon.

Ragdoll

O Ragdoll conquista corações por sua beleza e por seu temperamento. O Ragdoll é uma das raças de gatos mais dóceis e tem personalidade de cachorro. Ou seja, são muito carinhosos e precisam de atenção do tutor. Não é indicado, portanto, para pessoas que não ficam muito tempo em casa.

Seu nome, já denuncia muito sobre seu temperamento. De fato, quando levado ao colo, relaxa completamente, ficando mole como um boneco de pano (ragdoll em inglês).

Sua pelagem é semilonga, sedosa e macia. As cores padrão são o Seal Point, Chocolate Point (chocolate com leite), Blue Point (azul acinzentado) e o Lilac Point (cinza aço rosado). Além disso, existem visivelmente 5 tipos de marcações nos Ragdolls: Colorpoint, Mitted, Bicolor, Mid-high white bicolor, e Vans.

Bengal – a mais selvagem entre as raças de gatos.

Bengals são gatos de aparência selvagem. Os desenhos em sua pelagem e suas cores são completamente apaixonantes. Eles são faladores e exigem muito exercício.

Muitas cores são permitidas em Bengals, mas seus padrões aprovados incluem apenas pontos e rosetas. Seu nome vem do nome taxonômico do gato leopardo asiático, Prionailurus bengalensis bengalensis, uma vez que os Bengals foram originalmente criados a partir de gatos domésticos e deste gato selvagem. Trata-se, portanto, de uma raça híbrida.

O primeiro exemplar da raça Bengal surgiu em 1963, mas a raça só passou a ser considerada oficialmente em 1985.

É um gato de temperamento dócil, companheiro e ao mesmo tempo independente. Além disso, ele é também muito forte e atlético. O padrão de seus pelos se assemelha ao de um leopardo, fazendo com que ele seja um gato considerado muito bonito e exótico.

Sphynx

O Sphynx é, certamente, um gato único e facilmente reconhecível. De fato, é um gato que não possui pelos. Por isso, os gatos da raça Sphynx podem causar certa estranheza quando vistos pela primeira vez.

O Sphynx possui uma pele muito característica. Por não possuir pelos e as dobrinhas de pele ficam aparentes. Alguns pelos bem finos e curtos podem ser encontrados na ponta do rabo, atrás das orelhas e na barriga. Sua pele é um pouco oleosa.

São gatos muito carinhosos e brincalhões, mas são bastante desajeitados.

O Sphynx tem origem no Canadá. Seu nome significa “esfinge” e foi dado justamente por causa da aparência similar a esfinge de Gizé, do Egito.

Abissínio

Originário da Etiópia (anteriormente conhecido como Abissínia). A pelagem dos abissínios é densa e sedosa e pode ser tanto média quanto curta, dependendo da genética do gato. Os pelos dos gatos abissínios são geralmente formados por cores que alternam entre os tons claro e o escuro. As cores mais comuns para essa raça são azul, castanho, lilás, vermelho e chocolate.

É uma raça de gato muito independente e brincalhona, entretanto o abissínio precisa de atenção de seus tutores. Apesar de conseguir se entreter sozinho, se ficar muito tempo sem companhia pode ficar deprimido e apresentar alguns comportamentos atípicos.

É uma raça que também costuma gostar da companhia de outros gatos para poder brincar e se distrair. Está entre as raças de gatos que mais precisam se exercitar.

Sagrado da Birmânia

Os Sagrados da Birmânia são gatos que reúnem os padrões de beleza do Siamês e do Ragdoll. Sua coloração, de fato, é muito parecida com a do gato Siamês, no entanto sua pelagem é densa e macia como a do Ragdoll. Possui lindos olhos azuis e não possui sub pelo, o que diferencia a raça dos Persas.

É um gato muito sensível e dócil, que se apega muito à família. No entanto, não gosta muito de estranhos. É considerado um gato muito elegante e, apesar de gostar de brincadeiras, prefere ficar ao nível do chão e não nas alturas (como a maioria dos felinos).

Sobre sua origem, há uma lenda segundo a qual, há seculos, esses gatos eram brancos, tinham olhos amarelos e viviam nos templos da Birmânia. Um dia, durante uma guerra, o sumo sacerdote foi encontrado à beira da morte diante da estátua de ouro de uma deusa de olhos safira.

O gato do sacerdote pulou sobre seu tutor e o espirito do homem passou para o animal. Milagrosamente o gato tornou-se dourado com olhos safira. Suas pernas,orelhas e cauda escureceram e apenas os pés, que haviam tocado seu dono, permaneceram brancos.

O milagre, levou os sacerdotes a combater o inimigo e desde então todos os gatos do templo se tornaram iguais ao do sumo sacerdote.

American Shorthair

O American Shorthair é um felino de pelo curto, grande e inteligente, que tem uma cabeça redonda e orelhas curtas. É um descendente direto dos gatos domésticos europeus, que chegaram à América junto com os primeiros imigrantes.

Os pelos são brilhantes e apresentam uma grande variedade de cores, como branca, preta, azul, vermelha.

São gatos muito ativos, que adoram correr e pular. Gostam de lugares altos e de brincadeiras. Uma das características mais mencionadas pelos tutores do gato American Shorthair é a sua afetuosidade. Essa é considerada uma raça de gatos dóceis, que se apega à família e se dá muito bem com crianças.

Gato Angorá – a raça de gato mais antiga

Angorá é, sem dúvida, uma das raças mais antigas e naturais, tendo surgido na região de Ankara, na Turquia.

Os primeiros e verdadeiros gatos de pelo longo introduzidos na Europa no século XVI foram os Angorás de Ankara. Essa raça foi quase extinta na Europa devido à preferencia pelos gatos persas.

É um gato quieto, carinhoso e brincalhão. Tem corpo comprido e esguio, não possui sub-pelo lanoso típico dos gatos de pelo longo. Além da cor branca tradicional, há diversas variedades de cor, como: preto, azul, fumaça preto, fumaça azul, tabby prateado, tabby vermelho, tabby marrom, tabby azul, calico e bicolor.

Independente das raças de gatos…

Lembre-se de que a partir do momento que o animal for adotado ou comprado, ele torna-se sua responsabilidade. Será, portanto, seu dever cuidar de sua saúde, alimentação adequada, cuidados veterinários.

Antes de adotar ou comprar um gato, ou antes de escolher uma raça específica, informe-se sobre todas as características do animal como: dificuldade de manutenção, custo, alimentação, predisposições à doenças e temperamento.

Segundo um levantamento feito em 2016 pela ABINPET (Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação) o gasto médio mensal com gatos naquele ano era de R$ 121,39, incluindo itens como ração, vermífugo, vacinação, entre outros. Os custos iniciais, no entanto, podem ficar em torno de R$ 1000, mas varia de acordo com a raça do gato, fase em que o pet se encontra e demais particularidades.

Outro fator a se pensar é a personalidade do animal. De fato, um dos erros mais comuns das pessoas é adquirir um animal pela aparência sem considerar seu temperamento. Além disso, é necessário avaliar bem esse fator caso haja outros animais e/ou crianças em casa.

Gatos são ótimos animais de estimação e merecem um lar seguro tanto quanto qualquer outro animal. Aprender sobre seus hábitos e personalidade é, portanto, muito importante na hora de escolher um gatinho.

Referências Bibliográficas:

KINDERSLEY, D. GATOS. Rio de Janeiro: JB indústrias gráficas S.A.

The 25 Most Popular Cat Breeds – CatTime

Abinpet – http://abinpet.org.br/mercado/