Antes que alguém fique desapontado ou aborrecido por não ter o seu animal listado aqui como uma raça de cachorro mais inteligente, saiba que medir a inteligência não é tão simples assim como se imagina.

Para provar, até Stanley Coren, Ph.D., escritor, professor doutor em psicologia e pesquisador neuropsicólogo, famoso no mundo das pesquisas sobre cachorro, diz em seu livro — “A Inteligência dos Cães” – que medir a inteligência de um cão é tão difícil quanto pastorear gatos.

Isso porque existem diferentes tipos de inteligência. Isto é, um cachorro pode ser esperto em relação à tarefas de pastoreio, mas nem tão habilidoso na caça, como descreve a inteligência instintiva.

Mas há também a inteligência adaptativa, que é uma espécie de habilidade canina em aprender baseando-se em estímulos ambientais — que também depende de treinamento, do cachorro em individual, e da sua ligação com os humanos.

Para resumir, podemos ter vários argumentos. Mas vamos apenas concordar em discordar e, quem sabe, apreciar a oportunidade de conhecer mais algumas curiosidades sobre essas raças de cachorro mais inteligentes e curtir algumas imagens adoráveis desses cães.

Confira abaixo!

Raça de cachorro mais inteligente: Boiadeiro Australiano

Se você assistiu ao filme Mad Max 2, deve saber que cachorro é esse. Também chamados de “blue (or red) heelers”, dependendo da cor da pelagem, eles são uma espécie de “gênios” do mundo canino.

A raça é relativamente nova, embora já se tenha uma ideia de quais raças foram envolvidas no seu desenvolvimento. Como por exemplo, Collie Australiano e Dingo, a fim de criar um cão que fosse inteligente e forte o suficiente para servir como mão de obra independente nas fazendas australianas.

Isso significa que ele precisava ser inteligente o suficiente para trabalhar em silêncio, sem precisar de muita orientação, para não provocar uma debandada no gado por conta dos gritos e latidos em excesso.

Portanto, após milhares de cruzamentos seletivos, seus criadores conseguiram criar uma raça de cachorro mais inteligente… ou inteligente demais. Isso significa que se o Boiadeiro Australiano ficar entediado ou não tiver nada para fazer, ele vai sair a procura de entretenimento, quer você queira ou não.

Portanto, eles precisam ter algo para fazer para ficar feliz, pois um Boiadeiro infeliz é algo bem difícil de lidar. Já que eles foram criados para ter cérebro, força muscular e estamina, os treinamentos de agilidade são praticamente uma exigência, à não ser que eles não concordem.

E se eles discordarem de qualquer coisa, você vai saber. Resumindo, eles são o tipo de cachorro semelhante a uma criança de 5 anos precoce, que vai te encher de perguntas inconvenientes a todo momento.

Raça de cachorro mais inteligente: Border Collie

Os Border Collies também são uma outra raça de cachorro mais inteligente que domina nesse departamento cerebral. É até sabido de onde vem toda a sua inteligência. A ideia de criar o Border Collie veio de um cão ancestral chamado Old Hemp (informação via Museum do Border Collie), um cão pastor que trabalhou nos campos de ovelhas do Reino Unido.

Esse cachorro em particular ajudou a desenvolver mais de 200 filhotes até criar a base do padrão da raça que até hoje é usada para o pastoreio. Há um consenso geral de que o Old Hemp tinha uma habilidade natural para pastorear ovelhas que foi passada por gerações seguidas de filhotes.

Border Collies possuem um alto nível de inteligência instintiva, como descreve Stanley Coren, além de muitos outros atributos também. Há inclusive um exemplar chamado Chaser, que ficou famoso por saber não só mais de 1.000 palavras, como também entende o conceito gramatical, podendo usar o processo de eliminação para criar novas palavras.

O Chaser é o exemplo perfeito do que os cães são capazes de fazer se tivermos tempo e paciência suficientes para ensiná-los.

Raça de cachorro mais inteligente: Jindo

Jindos são originários da Coreia do Sul, embora não se saiba ao certo como a raça foi criada para dar origem ao cães que conhecemos hoje. Eles foram criados a 1.500 anos atrás e são considerados um tesouro nacional no País, mas são raros no resto do mundo.

O Jindo é uma raça de cachorro mais inteligente, treinados para caçar em bandos ou com seus treinadores. Por gerações, eles foram criados para trabalhar com uma pessoa através de uma devoção quase fanática, embora essa característica os tornam terríveis para cães de busca e salvamento, apesar da sua inteligência.

Uma vez que se conquista a sua confiança — não sendo uma coisa fácil de conseguir — ele é capaz de ficar conectado a essa pessoa para o resto da vida, para o melhor ou o pior.

No entanto, uma reportagem publicada no jornal americano LA Times em 2011, conta que a polícia de Los Angeles (LAPD) chegou a investir meses de treinamento em filhotes de Jindo para depois descobrir que eles não eram exatamente adequados para seguir as regras da polícia.

Isso porque eles estavam mais interessados em agradar os seus treinadores que concluir as tarefas. Portanto, o Jindo é uma raça muito inteligente, mas que se distrai facilmente.

Raça de cachorro mais inteligente: Labrador

Como todas as outras raças de cachorro inteligentes, o Labrador se tornou popular porque foram criados para executar um certo trabalho e acabaram se destacando ainda mais nisso.

De acordo com o portal Dogtime, Labradores mais antigos foram colocados para trabalhar com pescadores no Atlântico Norte dos Estados Unidos como uma espécie de marinheiros. Eles puxavam redes de pesca, iam buscar equipamentos e pescavam peixes, ocasionalmente.

Prosperando na década de 1700s e quase ficando extintos nos anos de 1880s, foram resgatados por famílias inglesas que valorizaram a raça por eles serem dóceis o suficiente para conviver em família, mas também inteligentes para se manterem ao prender quase qualquer comando que lhes fossem ensinados.

Hoje os Labradores são vistos em todos os lugares, ocupando as mais diversas situações, pois eles possuem o que o pesquisador Stanley Coren chama de inteligência adaptativa. É o tipo de inteligência que ajuda a ditar o quão bom um cão será em aprender tarefas completamente novas e resolver problemas.

Já que os Labs são os primeiros da classe, isso significa que esses cães são excelentes em aprender qualquer coisa, desde busca e salvamento, detecção de bombas à como ser o melhor cão de assistência ou terapia. Leve em consideração o fato de que a maioria deles não só quer aprender, mas agradar. Por isso, não é de se admirar que sejam tão populares.

Raça de cachorro mais inteligente: Poodle

É difícil de levar a raça a sério considerando apenas a aparência deles por conta das suas tosas sofisticadas. De fato, esses “cortes de cabelo” extraordinariamente pomposos são uma injustiça. E acredite, os Poodles sabem o quanto eles são ridículos.

Poodles foram criados há cerca de centenas de anos, e embora muitos especialistas ainda argumentam sobre a procedência deles, a maioria concorda que deve ter sido na Alemanha ou Dinamarca.

De qualquer forma, o nome “poodle” tem origem na palavra alemã “pudel”, que descreve o papel antigo do cão de “retriever”, amante de água. Mas quanto mais o Poodle foi ficando popular, mais as pessoas notavam que ele não era assim tão “bom” na água.

O Poodle era uma raça de cachorro mais inteligente o suficiente para atender outras tarefas e, eventualmente, ficou conhecido por ser capaz de aprender truques, tornando-se até cães adestrados de circo.

Na verdade, essa é a imagem que a maioria das pessoas tem do Poodle. No entanto, a história da raça acumula uma lista extensa de tudo o que esse cachorro inteligente foi capaz de fazer ao longo do século.

Eles já foram usados pelo exército como cães guia, cães de caça e levantadores, marinheiros, pastores e, claro, cães de companhia em feiras, apresentações, etc. São realmente “paus para toda obra”, e mandam em tudo também.

Raça de cachorro mais inteligente: Pastor Alemão

Em meados do século 19, as sociedades no mundo haviam evoluído o suficiente para encontrar tempo de sobra para argumentar sobre como as raças de cães deveriam ser reproduzidas.

Foram muitas as discussões, mas o Pastor Alemão de hoje teve a sua origem em um programa de reprodução do final do século 19, no qual os seus criadores acreditavam que os cães deveriam ser criados estritamente de acordo com a ética de trabalho (em oposição à aparência). No caso, do Pastor Alemão, seus cães reprodutores foram escolhidos por sua inteligência e lealdade.

A inteligência foi a principal característica buscada para reproduzir os cães ancestrais dessa raça, inclusive em reproduções consanguíneas. O procedimento se manifestou em uma série de problemas genéticos, mas não em nenhum tipo de inteligência, e os pastores alemães atingiram o “status lendário”.

Eles conservaram a sua inteligência instintiva, segundo Coren, o que os tornam eficientes em suas “profissões” originais: pastores e guarda. A sua inteligência adaptativa também é de alto nível, para servirem em serviços militares e policiais. Por isso que existem tantos pastores alemães atores, e não é só por causa da boa aparência deles.

Raça de cachorro mais inteligente: Airedale Terrier

Os Airedales são os maiores cachorros da categoria Terrier, e foram desenvolvidos para ser cães de caça gigantes. Eles conquistaram popularidade após prestarem serviços durante a Primeira Guerra Mundial, ao cumprirem uma série de papéis tradicionalmente desempenhados por pessoas.

Eles eram usados como mensageiros e sentinelas, e até serviram na Cruz Vermelha, carregando alimentos e munição, atuando como guardas, entre outras atribuições. E se isso não é uma prova do quanto são uma raça de cachorro mais inteligente, nada mais será.

Esse tipo de inteligência significa que há muita acontecendo dentro dessa cabecinha linda e encaracolada. Eles são tão inteligentes que até costumam ter alguns hábitos estranhos, como cavar, cuidar de criança e colecionar coisas das pessoas.

São famosos por acumular peças de roupas ou qualquer coisa que tenha o cheiro de seus donos. Portanto, se as coisas começarem a sumir e aparecer próximo ao seu Airedale, não se assuste. Ele é mesmo um gatuno habilidoso, em forma de cão.

Raça de cachorro mais inteligente: Rottweiler

Rottweilers podem até ter uma reputação assustadora, mas quando criados de forma adequada, eles são tranquilos, afetuosos e muito devotados à família. Foram a capacidade de devoção e senso de proteção os parâmetros para a criação da raça, e é exatamente por isso que eles precisam ser inteligentes.

Os antigos Rottweilers foram criados para pastorear gado e puxar carroças. Eles estavam entre os primeiros cães a ingressarem nos serviços militares e policiais, e para se tornarem cães alertas e observadores, eles precisavam estar sempre um passo à frente do que pode vir a ser uma ameaça. Por isso, eles parecem estar sempre esperando, observando e avaliando, e a raça teve centenas de anos para trabalhar suas táticas.

Rottweilers são originários de antigos cães romanos, os Molossos. Eles foram quase extintos no século 19 e só foram salvos quando se deram conta de como as suas éticas de trabalho eram poderosas. A inteligência deles é totalmente voltada para observação, proteção e avaliação de ameaças por gerações.

Raça de cachorro mais inteligente: Lundehund Norueguês

A maioria das pessoas esperam que os cães sejam pastores, de guarda ou levantadores de caça. Mas caçadores de papagaios já é um tanto estranho. Por outro lado, é exatamente o que o Lundehund Norueguês vem a ser.

É a raça de cachorro mais rara entre as raças reconhecidas pela AKC, e, claro, a raça de cachorro mais inteligente também, só que de uma forma bastante curiosa — do tipo que “matou o gato”.

Felizmente para o Lundehund, o seu grande instinto curioso o ajudou muito a desempenhar o trabalho para que foi criado: escalar penhascos para caçar papagaio-do-mar (arau).

Na verdade, os cachorros não são conhecidos pelas suas habilidades em escalar, mas o Lundehund é a exceção mais articulada e assustadoramente flexível, com seis dedos, à regra.

Tudo isso aliado a uma curiosidade impossível de satisfazer em um corpo semelhante a uma raposa, faz dele um cão de aparência verdadeiramente épica, embora esteja constantemente encrencado por causa de toda essa inteligência. Encrencas essas que a sua “carinha” adorável sempre há de amenizar.

Raça de cachorro mais inteligente: Pastor-Belga Malinois

Geralmente, cachorros com inteligência alta exigem uma manutenção alta também, e para serem felizes precisam de trabalhos, companheirismo, entretenimento e envolvimento constante. O Pastor-Belga Malinois é o principal exemplo dessa dinâmica, e não é de se admirar.

Por gerações, eles foram criados para trabalhar como cães em serviços militares e policiais, inclusive durante a Primeira Grande Guerra. Por isso, essa raça de cachorro mais inteligente precisa trabalhar bastante e não vai ficar feliz com apenas algumas caminhadas ocasionais para mantê-los ocupados.

Eles precisam de desafios, físicos e mentais e, — como em todas as outras raças inteligentes — existem alguns que se destacaram como indivíduos excepcionais.

Em 2017, o jornal estrangeiro The Guardian relatou sobre o mais recente homenageado com medalha Dickin, um Pastor-Belga Malinois chamado Mali, que ganhou o prêmio pelos seus serviços prestados à força especial Britânica no Afeganistão.

O cão ganhou crédito pelas suas ações que finalmente deram a seus companheiros a vantagem contra o Talibã após um cerco de oito horas. Uma excepcional combinação de cérebro e bravura.

Raça de cachorro mais inteligente: Jack Russell

Jack Russells são os exemplos do mundo canino de que “coisas grandes vêm em pequenas embalagens”. Esses cães pequeninos já existem há séculos, tendo sido criados na Inglaterra como caçadores de raposas.

Mas à medida que a caça foi diminuindo, a sua personalidade foi se tornando mais popular entre os cães de companhia. Isso porque o seu tipo de inteligência em particular foi canalizada na sua personalidade e, como eles honestamente amam qualquer coisa que você os manda fazer, eles são a personificação da filosofia de que, se você fizer o que ama, nunca trabalhará um dia na sua vida.

Eles são espertos e energéticos o suficiente para adorar desempenhar qualquer coisa que você queira fazer. Por isso, não é coincidência nenhuma de sempre haver um deles participando de filmes ou programas de TV, ou porque eles são fáceis de treinar e rápidos em aprender ou porque adoram agradar.

Assim, se tem uma super dica inteligente de sabedoria que um Jack Russell pode nos dar é: ame sua vida.

Raça de cachorro mais inteligente: Doberman

A AKC afirma que a inteligência é uma das características mais proeminentes no Doberman, juntamente com a sua coragem e lealdade. Foi a combinação dessas três características que o tornaram uma das raças de cachorro mais utilizadas para a guerra.

Tanto é que durante a Segunda Guerra, inúmeros Dobermans forma levados para as frentes no Pacífico para guiar tropas, servir como cães vigias e sentinelas, além de avisar soldados de perigos escondidos. Os que sobreviveram também se adaptaram facilmente à vida civilizada, enquanto outros não tiveram essa sorte.

Embora os Dobermans tenham uma reputação de terríveis e maldosos, mas em muitos casos isso é totalmente improvável. Eles são leais, amáveis, e altamente inteligentes o suficiente para desempenhar qualquer tarefa que lhes seja dada.

A chave do sucesso está no fato de que eles precisam de uma companhia humana tão inteligentes e leal como eles — o único problema é que estas pessoas estão também cada vez mais raras no mercado.

Bem, agora você já tem ideia de qual raça de cachorro mais inteligente poderia ser mais adequada ao seu estilo de vida, de acordo com o tipo predominante de inteligência que esses cachorros podem vir a ter.

Basta saber se você vai conseguir se manter apto a lidar com esse alto nível de esperteza e fornecer tudo o que eles precisam para serem felizes ao seu lado por muitos anos a fio.

Por Equipe Editorial

O Vidanimal.com.br acredita que compartilhar um bom conteúdo é a melhor maneira de fazer com que a informação chegue ao seu destino ou público alvo. Educar e conscientizar as pessoas é a nossa missão. Procuramos criar parcerias com profissionais empenhados em fazer parte dessa missão. Contamos com uma equipe de colaboradores que amam aquilo que fazem e se dedicam todos os dias para levar até você um conteúdo informativo de qualidade.

Perguntas & Respostas

  1. Bom dia !
    Excelente matéria !
    Tenho uma filha de 3 anos, muito ativa e que se afeiçoa com animais, porém nunca tivemos um animal de estimação.
    Tenho quintal grande com cimento e um bom espaço com terra e árvores frutíferas.
    Gostaria que me indicassem um cão para esta faixa etária. Pensei no Labrador, no Golden Retriever ou no Setter Irlandês.
    Eu e meu marido trabalhamos fora o dia todo, saímos as 7 e retornamos as 18 horas, então o cão ficaria sozinho durante este período… qual raça vcs me indicam ?
    Desde já agradeço!

    1. Olá Elaine! Qualquer uma dessas raças é excelente, mas nenhum cachorro gosta de ficar isolado em um quintal o dia todo e sozinho. Essas raças possuem o porte grande e precisam gastar energia com exercícios físicos e estímulos mentais para não desenvolverem comportamentos inadequados, principalmente o Setter, que é bastante ativo. Além disso, eles adoram a companhia do dono o tempo todo e podem ficar depressivos por conta dos longos períodos sozinhos.

Deixe uma resposta