Menu fechado

Saiba quantos anos vive um gato doméstico

Quantos anos vive um gato é um mistério ainda a ser desvendado.

Gato é animal curioso, mas também gera bastante curiosidade. Quantos anos vive um gato doméstico é uma das curiosidades mais procurados nos mecanismos de buscas da internet.

Desta maneira, a fim de levar as informações que você procura e, bem, alimentar sua curiosidade, nossa equipe preparou este artigo. Nele, você vai ler:

  • Identificar idade de um gato de rua
  • Curiosidades sobre longevidade felina
  • Índice de existência (expectativa de vida)
  • Raças de gatos que mais vivem

Dentre outros pontos muito interessantes. Mas você, claro, tem outras curiosidades a respeito de seu bichano. Não deixe de enviá-las para nós. Deixe o seu comentário ou mande-no uma mensagem.

Quantos anos vive um gato

Quantos anos vive um gato vai depender de como ele é cuidado.
Quantos anos vive um gato vai depender de como ele é cuidado.

Antes de explicarmos quantos anos vive um gato, vamos a algumas curiosidades sobre eles.

O tempo de vida de um gato

Muitas pessoas imaginam que a relação de tempo de vida ser humano–gato é 1X7. Ou seja: cada ano de vida humana corresponderia a 07 anos de vida do gato. Quanta ilusão!

Na verdade, não existe fórmula ou forma científica para avaliar tal relação. Pelo menos nenhuma confiável. Entretanto, um bom número de veterinários aceita com certa naturalidade a seguinte ideia:

  • Os primeiros dois anos de um gato podem ter equivalência estrutural a 25 anos de vida do ser humano;
  • Cada ano posterior do felino pode equivaler a 04 anos humanos.

Vamos transformar isso em equação simples?

  • Um gato com 03 anos teria estrutura física de um humano com 29 (25+4);
  • Outro com 04 anos apresentaria compleição de um humano de 33 (25+8);
  • Já um terceiro, com 05 anos, seria o mesmo que um humano de 37 anos, e assim por diante.

Então é isso. Mas se lembre de que se trata de investigação teórica. Nada disso pode ter relação com a realidade, já que se fala aqui de curiosidade.

Certo! Mas quantos anos vive um gato afinal?

Quantos anos vive um gato vai depender de muitos fatores.
Quantos anos vive um gato vai depender de muitos fatores.

A indústria de nutrição animal anda fazendo alguns milagres – em especial, associados à vida de animais domésticos. E a medicina veterinária tem sido apoio sem igual para tais milagres. Ambas as atividades operam em conjunto, o que resulta ainda em mais melhorias.

Esses resultados surgem a partir de ações diversas:

  • Agentes terapêuticos
  • Medicamentos específicos
  • Melhores alimentos
  • Vacinas mais eficazes
  • Dentre outras

E até mesmo questões psicológicas. Estudos complementares dizem que animais que ocupam espaços adequados adquirem melhores condições de vida. Consequentemente, o índice de existência (ou expectativa de vida) aumenta consideravelmente.

De 13 a 17 anos é a expectativa média de vida de um gato. Antes da bela relação nutrição-medicina-ambiente, esse índice permanecia entre 12 e 15 anos. Isso dá ideia da importância do bem-estar físico e emocional para seu gatinho. Ou gatinha.

Mais uma curiosidade?

Outra Curiosidade sobre quantos anos vive um gato

São muitas as curiosidades sobre quantos anos vive um gato.
São muitas as curiosidades sobre quantos anos vive um gato.

O tempo médio de vida que mencionamos acima foi ultrapassado por alguns felinos que gostaram ou gostam muito de viver. Creme Puff foi exemplo clássico e está no Guinnes Book.

Nasceu em agosto de 1967 e acompanhou Jake Perry, seu dono, até 2005, em Austin, Texas – EUA. Isso significa mais que o dobro de tempo de vida de gatos normais: 38 anos.

Nutmeg, um gato do Reino Unido que morreu em agosto do ano passado por insuficiência cardíaca, é outro teimoso.

Liz e Ian Finlay, seus donos, ficavam encafifados com Spice, o outro gato do casal. Também já falecido, tinha a mania de levar amigos de rua para almoçar, como dizia o casal. Acontece que um desses amigos foi justamente Nutmeg.

Apareceu com Spice em 1990 e, naquela mesma semana, o veterinário amigo da família avaliou sua idade como 05 anos. Portanto, Nutmeg morreu aos 32 anos. Isso significa que, se você usar a equaçãozinha acima, ele morreu com 153 anos. Haja fôlego!

Rubble (Entulho, em inglês) é da Inglaterra, mais precisamente em Exeter, e é considerado o gato mais velho atualmente. Nascido em 1988, mantém boa saúde para um senhorzinho com sua idade: 30 anos.

É possível que esses gatos tenham usado todas as suas sete vidas para cada um.

Mais curiosidades sobre quanto tempo vive um gato

Gatos domésticos – aqueles mais caseiros, mais manhosos – vivem alguns anos a mais que os mais rueiros, mais amantes da vida externa – cerca de 03 a 05 anos mais.

Com certeza, tal se dá por conta da questão segurança. Gatos em casa são menos sujeitos a acidentes, a brigas com iguais ou com seus inimigos milenares, os cães. Além disso, os baladeiros estão mais a riscos de contração de doenças, como as originadas pelo Vírus da Imunodeficiência Felina – VIF (“FIV” em inglês) ou Leucemia, provocada, via de regra, por contato com sangue em briga com outros infectados.

Raças de gatos com mais tempo de vida

Quantos anos vive um gato: existem raças de maior longevidade.
Quantos anos vive um gato: existem raças de maior longevidade.

Tanto quanto em relação a humanos, raças de gatos dispõem de diferenças tanto físicas quanto comportamentais. Por isso, algumas podem viver mais tempo que outras. Confira aqui algumas raças que vão permanecer com você durante muitos anos de vida.

De 18 a 20 anos de vida

Essa faixa mostra as raças Birmanês e Siamês no topo. Gatos dessas raças chegam facilmente a 20 anos de vida. E bem dispostos. Um exemplar Birmanês chegou a viver mais de 30 anos.

Os siameses também é outra raça com longevidade surpreendente. Não raro, há alguns com 25 anos de vida espalhados pelo mundo. E com idade comprovada. São tranquilos, mas gostam muito de companhia.

De 16 a 18 anos de vida

A lista continua com a Manx. São originários da Ilha de Man, localidade sob dependência do Reino Unido. É conhecida, aliás, como raça símbolo da ilha.

Trata-se de animais divertidos e carinhosos. Apresentam problemas genéticos que interferem no desempenho do esqueleto e, dessa maneira, na longevidade. Aliás, é o mesmo problema que impede crescimento normal de sua cauda.

Outra raça nessa faixa de longevidade é a Savana. Estudiosos garantem que a raça é resultado do cruzamento dos siameses com os Serval Africano. Alguns deles vivem mais de 20 anos, mas a média é pouco menor.

Também nessa faixa se encontra o Bombaim (ou Bombay), que dispõe de alguns exemplares com mais de 20 anos. Entretanto, a esmagadora maioria fica entre 16 e 18 anos.

Mais uma raça com registro de tempo de vida nessa faixa é a Nebelung. Trata-se de nova raça no mundo felino, portanto, mais ou menos rara. Não é, assim, muito amigável, mas não chega a ser agressivo.

De 14 a 16 anos

O Egyptian Mau é também considerada raça rara. São amáveis e carinhosos, além de excelentes caçadores. Estudos veterinários dizem que é uma das raças mais saudáveis que se conhece.

A Ragdoll faz parte dessa faixa de expectativa de vida. O termo doll em seu nome quer dizer exatamente isso: parece mesmo um brinquedo de pelúcia. Apesar disso, são saudáveis e amigáveis.

Essas são as raças cujos gatos vivem mais; as restantes estão entre os normais, que vivem entre 12/13 e 15/16 anos.

Uma última curiosidade sobre os gatos

A castração influencia em quantos anos vive um gato.
A castração influencia em quantos anos vive um gato.

Castração tem relação indireta com a longevidade felina. Claro, a relação não é orgânica, mas comportamental.

Animais castrados são mais tranquilos e, assim, se metem menos em confusão com rivais, no caso de machos; já no caso de fêmeas, permanecem mais em seu local doméstico, ou seja, estão menos propensas a problemas externos.

Por outro lado, castração evita contaminação por transmissão sexual.

Então, como ajudar para que o tempo de vida do gato se estenda

Você pode ajudar a aumentar quantos anos vive um gato
Você pode ajudar a aumentar quantos anos vive um gato

Todo ser vivo tem média de tempo de vida. Isso ocorre até mesmo com vegetação. Por outro lado, todo ser vivo também pode receber cuidados especiais para aumentar essa média. Isso ocorre também com os gatos.

Você precisa tomar algumas iniciativas para que seu gato viva o máximo possível e permaneça por todo o tempo oferecendo o carinho, a companhia e a amizade de sempre.

Você

Saiba que – se é que você já não percebeu – sua companhia é o melhor instrumento de aumento de qualidade de vida de seu bichano.

Como é de conhecimento, gatos são independentes, gostam de liberdade. Portanto, se ele está com você, é porque decidiu isso. Seus cuidados o tornam mais amigo e, desta maneira, mais feliz. Consequentemente, mais longevo.

Comportamento

Mudanças em hábitos podem significar problema de saúde. O bichano que recusa água ou alimento nos horários costumeiros pode estar com problemas de saúde ou em fase de estresse. Com certeza, isso interfere no bem-estar e consequentemente na longevidade.

Aspectos físicos

Alteração no padrão dos pelos (brilho, intensidade etc.), orelhas caídas, coceiras etc. são também elementos que fazem recrudescer a expectativa de vida porque podem deixar sequelas não visíveis.

Dietas

Alimentação adequada para cada raça – sim, você encontra informações no petshop de sua confiança – dá vivacidade ao dia a dia e, por conseguinte, fortalece órgãos e favorece suas funções.

Todo ser vivo animal sofre com excesso de gordura. Gatos também estão sujeitos a adquirir peso excessivo. Atente-se a isso.

Condicionamento físico

Gato é animal normalmente preguiçoso. Isso é consenso entre proprietários e se dá por conta de seu biotipo. Fazê-lo exercitar-se é importante para alongar o índice de existência.

Mais pistas sobre tempo de vida de um gato

Além das informações que você viu aqui, há mais algumas curiosidades que, em verdade, são indicativos de que seu felino está com idade avançada. Veja:

  • Globo ocular menos brilhante com embaçamento moderado das pupilas
  • Menos chances de ganhar a luta com corpos estranhos, como bactérias e vírus
  • Movimentação não habitual pela casa, miados e ronronar incomuns, certa desorientação etc. são indicativos de perda do sentido de localização normal em gatos com idade avançada
  • Pele afinada e mais tensa, o que pode tender a eventos de infecção
  • Problemas renais são comuns
  • Seu instinto de higiene diminui consideravelmente
  • Surdez avança com aumento de anos vividos

Como identificar o tempo de vida de um gato

Como identificar quantos anos vive um gato não é fácil.
Como identificar quantos anos vive um gato não é fácil.

E então, de repente, você vê um felino no meio da rua, abandonado. Seu coração entra em rebuliço e sua mente começa a trabalhar. Você não consegue seguir em frente. Volta e leva o novo “já amigo de longa data” para casa.

Entretanto, você não tem ideia de como identificar a idade para oferecer cuidados adequados. Veja aqui alguns indicadores da idade do rapazinho:

Pelos

Os mais idosos apresentam pelos mais espessos.

Estrutura muscular

Os músculos dos ombros de gatos que estejam entrando em idade avançada são menos tensos.

Dentes

Se encontrar mais manchas escuras ou dentes com certa mobilidade, possivelmente seu novo amigo tem idade avançada; se encontrar dentição em andamento, ele terá menos de um mês; encontrando dentes brancos, limpos e fortes, terá entre 01 e 3 anos de vida; com tártaro, por volta de 05 anos.

Globo ocular

Globos oculares de gatos com mais de 10 anos de vida normalmente apresentam certo nível de névoa e a íris é menos regular.

Comportamento

Gatos mais idosos são bem mais preguiçosos e menos propensos à socialização. Não estranhe.

Então é isso. Seu grande amigo merece cuidados especiais específicos a cada ano que passa. As informações acima – a gente está seguro disso – são valiosas para que você mantenha a saúde dele no nível máximo até os últimos nos de sua breve vida.

Se tiver conhecimento de alguma informação que não esteja acima, escreva pra gente. Gostamos de saber tudo sobre gatos.

 

 

Pergunte ou Responda

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

>