Passear com gato na coleira é o sonho de qualquer tutor! Há quem já tenha tentado acostumar o seu bichano a caminhar de coleira quando ainda filhote sem sucesso.

Por outro lado, há relatos de outros tutores que conseguem caminhar com seus gatos lado a lado, sem coleira, por vontade própria do bichano, sem precisar de treino algum para que ele adquirisse o hábito e ainda gostasse de fazer.

Portanto, nem todos os gatos são aversos aos passeios. Mas da mesma forma que nem todos vão adorar usar coleira, passear com gato sem ela na rua não é a melhor opção, pois pode ser muito perigoso.

No entanto, como muitos tutores desejam passear com seus bichanos e procuram pela melhor forma de fazer isso, alguns especialistas dão dicas sobre o conceito de “passear com gato” e de como executar a tarefa com sucesso.

Leia mais sobre o assunto abaixo!

Afinal, é possível passear com gato na coleira?

Passear com gato no início pode ser um grande desafio.

Especialistas afirmam que passear com gato pode ser uma boa forma de estreitar os laços com o seu bichano e garantir que ele tenha um estilo de vida saudável.

Portanto, passear com o seu gato não só vai aumentar a ligação entre humano-animal com o tutor, mas também encorajar o bichano a se exercitar. A tarefa pode ser bem mais difícil, comparando com os cachorros, mas vale a pena.

Exercitar gatos não é fácil, mas se ele costuma ser ativo dentro de casa, talvez passear na coleira não seja tão ruim de acostumá-lo. Muitos veterinários concordam que passear com gato na coleira os estimula e dá um propósito significativo ao seu dia.

A maioria dos tutores acha que os gatos são existenciais por natureza, e só fazem o que bem entendem, sem se importar com a interação com outras pessoas ao redor, mas como os cachorros, eles precisam de estímulos e exercícios.

Mas, a coleira é para todo tipo de gato?

Qualquer gato pode aprender a passear de coleira.

Alguns gatos, quando apresentados à coleira, vão mastigá-las imediatamente e arrancá-las. Como quem diz: “Não coloque essa porcaria em mim outra vez!”, antes de voltar ao seu local favorito para sonecas.

Mas se você mora em uma cidade grande em apartamento, algum tipo de coleira para gatos é necessário.

Acreditem ou não, os gatos são capazes de se acostumar e tolerar a coleira. Se você os tem desde filhote, eles serão mais suscetíveis a aceitar o uso da coleira para passear na rua.

Talvez algumas raças sejam mais difíceis que outras, por serem mais independentes ou menos ativas, mas qualquer gato pode aprender a usar a coleira e se beneficiar dos passeios e exercícios físicos, não importa a raça e o porte.

Como usar a coleira para passear com gato

De qualquer forma, o gato deve ser introduzido ao uso da coleira já dentro de casa — à princípio ele pode reclamar, rolar no chão, chiar e tentar tirar, mas eventualmente vai aceitá-la.

Vá introduzindo aos poucos e aumentando o tempo de uso, até que ele se acostume a ficar o tempo todo. Ele deve se acostumar a usar a coleira sem a guia primeiro.

Lembrando que, passear com gato não é o mesmo que passear com cachorro na coleira; você não leva o gato para passear, ele é quem leva você.

No entanto, é possível aplicar uma certa pressão na guia para mantê-lo dentro do perímetro adequado de distância e na direção certa, mas nunca puxe a guia. Ah, provavelmente você terá que pegá-lo no colo e dar meia volta para mudar a direção e voltar para casa.

Os gatos precisam ser guiados e direcionados durante os passeios, embora isso não pareça estar muito alinhado com o temperamento coletivo independente e incerto.

Outras dicas para passear com gato

Há formas de acostumar com a coleira para passear com gato

Para ajudar no treinamento do gato para usar coleira e guia, os veterinários recomendam dar ao bichano alguma recompensa, como um petisco de atum ou peito de frango, quando voltam para casa do passeio.

Isso vai ajudar o gato a associar o passeio e o retorno para casa com algo que ele aprecia. Ou seja, ele vai entender que depois da atividade ele vai ganhar uma recompensa por ela!

Além disso, há algumas considerações logísticas e de segurança para se ter em mente ao passear com gato na rua de coleira.

Os gatos possuem instintos de caçador, por isso precisam utilizar uma coleira segura. Isso porque ao ver algo interessante, como um pássaro, cachorro ou outro gato, eles podem sair correndo atrás deles e se soltar da coleira.

O ideal é encontrar locais seguros e calmos para passear com ele, principalmente nas primeiras vezes, em que ele não está acostumado e pode se assustar e traumatizar com barulho e muito movimento.

Lembre-se também, que as áreas externas possuem muitos parasitas (pulgas, piolhos e mosquitos). Por isso, mantenha o tratamento anti-parasitas em dia se você costuma passear com gato com frequência.

Por último, esteja preparado caso ele fuja e se solte da guia. Ele deve estar com as identificações em dia, seja no microchip ou na sua plaquinha com o seu nome e contato do tutor.

Por Equipe Editorial

O Vidanimal.com.br acredita que compartilhar um bom conteúdo é a melhor maneira de fazer com que a informação chegue ao seu destino ou público alvo. Educar e conscientizar as pessoas é a nossa missão. Procuramos criar parcerias com profissionais empenhados em fazer parte dessa missão. Contamos com uma equipe de colaboradores que amam aquilo que fazem e se dedicam todos os dias para levar até você um conteúdo informativo de qualidade.

Deixe uma resposta