Seu cachorro fica de mal humor? Sabia que há maneiras de melhorar o humor canino através de várias medidas simples no dia a dia?

É fácil saber quando o seu cachorro está feliz — ele balança a cauda de um lado para o outro, pra baixo e pra cima, se movimenta agitado, corre em volta de você ou até pula; o gato também é capaz de demonstrar alegria se esfregando entre suas pernas e ronronando para você.

Portanto, é verdade que os animais possuem alternância de humores, mas talvez seja mais difícil saber quando eles estão de mal humor ou irritados. Mais difícil ainda é descobrir a razão desses sentimentos.

No entanto, ao invés de tentar mudar o estado de humor, é possível evitar que o animal fique irritado ou ranzinza. Entender o que os deixa felizes só vai melhorar a qualidade de vida deles e fortalecer a ligação entre vocês.

Veja como manter o seu animal e todos os membros da família contentes e engajados entre si!

Movimente-os para espantar o mal humor

os exercícios físicos ajudam a espantar o mal humor

Seja cachorro ou gato, os exercícios físicos são essenciais para manter os animais de estimação fisicamente e emocionalmente saudáveis, como os seres humanos.

Portanto, levar o seu cachorro para passear ou brincar de pegar objetos diariamente ajuda o animal a gastar energia, ficar em forma e se sentir disposto. Isso vai ajudar a espantar o mal humor e melhorar o seu bem estar em geral.

Já os gatos podem se beneficiar com 5 a 10 minutos de brincadeiras por dia, através de diferentes brinquedos para gatos, como varinhas, lasers, torres.

Os gatos se sentem mais confortáveis quando estão em vantagem em relação à supervisão do ambiente.

Como por exemplo, através dos arranhadores verticais com plataformas em diferentes alturas, que permitem estar presentes no ambiente, trabalhar os músculos para escalar e arranhar, e ainda ter uma visão de cima de tudo em volta.

Acabe com o mal humor com estímulos mentais

Mantenha o cachroro estimulado para evitar o mal humor

Como os seres humanos, os animais de estimação também precisam de estímulos mentais para se manterem ativos.

Durante os passeios, permita que o seu cachorro fique cheirando tudo ao redor no início; isso é mentalmente estimulante para ele e fará com que ele fique mais calmo dentro de casa.

Para os gatos, estimule os seus instintos de presa escondendo petisco ao redor da casa para que eles saiam à “caça”.

Os exercícios de treinamento e brinquedos do tipo quebra-cabeças também são ótimas formas de encorajar as habilidades em “solucionar problemas” para conseguir recompensas.

Melhore o mal humor deixando-os em paz!

O mal humor pdoe ser evitando deixando-os em paz quando eles quiserem ficar sozinhos.

Insinuar um senso de escolha e autonomia para o seu animal de estimação é importante para a sua capacidade de relaxar em casa.

Para isso, determine um local quieto na casa para onde eles possam se retirar, e ofereça certas “rotas de fuga”, para que possam sair de qualquer situação social que os incomodem, especialmente na presença de crianças ou visitas.

Quando o cachorro ou o gato escolhem ir para esses locais, considerados santuários, é uma indicação de que desejam ficar sozinhos, e você deve respeitar dando-lhes o devido espaço.

Para quem costuma passar mais tempo em casa, considere o fato de que o animal possa estar mais estimulado e não esteja tendo um tempo de folga suficiente.

Você pode recompensar o animal por escolher ficar sozinho, colocando um petisco no seu local favorito de descanso.

Saiba reconhecer os sinais de mal humor

É preciso reocnhecer os sinais de mal humor no animal.

Quando estressados, os cachorros podem apresentar alguns comportamentos típicos que podem até parecer normais à princípio, como bocejar, lamber os beiços e se chacoalhar.

O contexto é a chave para identificar o problema: O cachorro está sendo acariciado por estranhos? Ele está cercado de outros animais altamente energéticos?

Todas essas situações podem sugerir que o seu comportamento são decorrentes de desconforto. Outro sinais de estresse incluem ofegar em excesso, suor nas patas e “olhar de baleia” — quando os olhos arregalam de forma o branco a ficar visível.

Os gatos vão ainda além ao demonstrar seu desconforto. Eles podem se esconder mais que o normal, se limpar ou não em excesso, parar de usar a caixa de areia.

Um bom indicador do humor do gato é o seu rabo; uma cauda baixa ou levantada para trás (nas costas) significa estresse.

Já um gato confortável, tranquilo vai apresentar uma causa para frente, relaxada, no formato de uma interrogação.

Por Equipe Editorial

O Vidanimal.com.br acredita que compartilhar um bom conteúdo é a melhor maneira de fazer com que a informação chegue ao seu destino ou público alvo. Educar e conscientizar as pessoas é a nossa missão. Procuramos criar parcerias com profissionais empenhados em fazer parte dessa missão. Contamos com uma equipe de colaboradores que amam aquilo que fazem e se dedicam todos os dias para levar até você um conteúdo informativo de qualidade.

Deixe uma resposta