Menu fechado

Inteligência Artificial pode auxiliar na acessibilidade do usuário

inteligencia-artificial-acessibilidade-usuarios

Com o auxílio da Inteligência Artificial a acessibilidade de usuários vem aumentando e ajudando deficientes visuais a interagir mais na internet.

Desde a Revolução Industrial, séculos atrás, o mundo inteiro foi afetado para sempre. As mudanças foram tão profundas, que o modo de vida e a mentalidade de milhões de pessoas vem se transformando em velocidade espantosa. Logo em seguida, veio a era capitalista, a industrialização em massa, o crescimento abrangente das cidades. Com isso, o surgimento de inúmeras tecnologias inovadoras. Tudo que no mundo atual faz cada vez mais parte de nossas vidas.

A partir daí, a impressão que se tem é que a humanidade não parou mais. Além disso, vem superando limites a passos largos. Principalmente, no que diz respeito à “novas tecnologias” de comunicação. Nesse sentido, inovações em tecnologia hoje no mercado travam verdadeiras batalhas para se consolidar e se acomodar à novas necessidades todos os dias.

Tecnologias à serviço da produtividade

O mercado é competitivo e desde a segunda metade do século XX estamos passando por uma terceira revolução tecnológica com a integração da ciência à tecnologia e produção. Hoje, fazemos uso de novas tecnologias não só na produção e fabricação de novos produtos, mas em serviços do dia-a-dia.

Diversas empresas estão utilizando novidades tecnológicas para gerar não só novos produtos como serviços e ferramentas para baixar custos e aumentar a produtividade. Além disso, melhorar a qualidade de produtos, serviços, eficiência e produtividade no local de trabalho. Para que, desse modo obtenham o sucesso e destaque desejado no mercado.

Nos últimos anos, passado o fenômeno da revolução dos dispositivos móveis (smartphones, laptops e tablets), tivemos uma impressionante expansão das tecnologias de processamento de dados. Tecnologias essas que marcam fundamentalmente o período tecnológico que estamos vivendo no momento.

Desse modo, toda empresa, em qualquer ramo, sabe que se não se manter atualizado ficará para trás. E manter-se atualizada hoje, significa estar em dia com o surgimento das novas tecnologias. De forma a deter o maior número de meios de contato com seu cliente – seja por meio virtual (redes sociais, webpage), telemarketing, atendimento remoto ou pessoal.

E isso é apenas uma parcela, entre tantas outras, do que uma companhia precisa se ocupar. Cada processo gera custo, toma tempo, requer pessoal e nem todos utilizados são automatizados.

O caminho para o sucesso é automação de sistemas

Embora muitos setores hoje possuem linhas de montagem e outros sistemas que trabalham sozinhos, a sua maioria ainda requer supervisão constante e controle presencial nos processos, por menor que sejam.

Por esta razão, empresas estão se voltado para o uso de um nível de automatização superior. Ou seja, adaptando tecnologias usadas por gigantes da tecnologia. Como por exemplo, a IBM, Amazon, Google e até a NASA para criar sistemas capazes de operar sozinhos.

Sistemas capazes de lidar com problemas complexos ou não. Capazes de identificar e encontrar soluções sem ajuda ou presença humana. Assim, tornando a sua intervenção mínima ou até, em alguns casos, desnecessária. É o caso da Inteligência Artificial (IA ou AI, do inglês “artificial intelligence”), que nem sempre percebemos, mas que já faz parte de nossas vidas.

Inteligência Artificial nada mais é que uma tecnologia com a habilidade de fazer com que “máquinas” pensem e ajam como seres humanos. Para quem ainda não percebeu, ela está presente no GPS que calcula a melhor rota para se chegar a um lugar. Está também no assistente de voz do smartphone e nas redes sociais capazes de reconhecerem pessoas em fotos. Além disso, está presente também em websites quando sugerem novos produtos com base no histórico de compras e navegação.

Afinal, o que é Inteligência Artificial?

inteligencia-artificial2
De acordo com John McCarthy, IA é a ciência de produzir máquinas inteligentes através de um processamento de dados.

Inteligência Artificial é definida como uma inteligência similar à humana exibida por mecanismos ou software. Ou seja, a capacidade de máquinas de pensar como seres humanos. De forma a aprender, raciocinar, perceber, deliberar e decidir racionalmente os resultados obtidos através da coleta de uma série de dados.

Pesquisadores e livros didáticos definem o conceito como “o estudo e projeto de agentes inteligentes, onde um sistema percebe seu ambiente e toma atitudes que maximizam suas chances de sucesso”.

Apesar de parecer novo, o conceito foi apresentado em 1956 durante uma conferência de especialistas, por John McCarthy, cientista, professor universitário e um dos idealizadores do conceito. Ele o definiu como “a ciência e engenharia de produzir máquinas inteligentes”. Na época, o professor já descrevia um mundo em que as máquinas iriam “resolver tipos de problemas que hoje estariam reservados para humanos”.

Em outras palavras, além de um conceito, hoje é uma área de pesquisa ou ramo da ciência da computação dedicada a buscar métodos ou dispositivos que possuam ou multiplicam a capacidade racional do ser humano de resolver problemas. Ou seja, de pensar ou ser inteligente para realizar coisas que, atualmente, os humanos fazem melhor.

Qual é o objetivo da inteligência artificial

O principal objetivo dos sistemas de IA é executar funções que, caso um ser humano fosse executar, seriam consideradas inteligentes. Algumas características básicas desses sistemas incluem a capacidade de raciocínio (aplicar regras lógicas a um conjunto de dados disponíveis para chegar a uma conclusão) e aprendizagem (aprender com os erros e acertos de forma a agir de maneira mais eficaz no futuro). Além disso, reconhecer padrões (tanto padrões visuais e sensoriais, como também padrões de comportamento) e inferência (capacidade de conseguir aplicar o raciocínio nas situações do nosso cotidiano).

Como Funciona a Inteligência Artificial?

inteligencia-artificial-computador-data-nuvem
Computadores analisam e armazenam dados para solucionar problemas e sintetizar informação.

O seu funcionamento envolve muito mais do que apenas perceber a sua presença na nossa rotina diária. Ou seja, quando pegamos nossos smartphones, por exemplo, seja para localizar um estabelecimento por GPS ou acionar o assistente de voz para que ele execute uma tarefa, a IA já está sendo acionada.

Por trás de cada rota identificada, recomendação personalizada até resultados de pesquisa relevantes, existe uma combinação de tecnologias que fazem a inteligência artificial funcionar. No caso do assistente pessoal de voz virtual, o recurso é capaz de ouvir, entender e analisar comandos de voz para realizar simples tarefas no celular. Como por exemplo, fazer ligações, reproduzir músicas, abrir aplicativos e mandar mensagens, entre outras atividades.

Por exemplo, a Siri do iPhone Apple, junto com outros assistentes pessoais presentes em outros sistemas operacionais, tais como Google Now, são exemplos de programas que utilizam a Inteligência Artificial para desempenhar estes papéis.

A inteligência por trás dos processos

Mas como isso funciona? Os computadores são capazes de “pensar”. Ou seja, possuem a capacidade de receber e analisar dados novos e realizar ações com base nessa análise. É através de várias áreas da ciência da computação como Machine Learning, Deep Learning, Processamento de Linguagem Natural e assim por diante que os computadores agem.

Quando fazemos uma pergunta ao assistente de voz, por exemplo, desencadeamos uma série de processos. Ou seja, o programa reconhece a voz e traduz a frase para dados que são computados e interpretados por um sistema. Todos esses processos juntos compõem a inteligência artificial. Assim, fazem com que as plataformas e sistemas tenham inteligência suficiente para aprender com nossas interações através de toda uma análise e processamento de dados.

1. Machine Learning:

O processo envolve computadores usando dados para aprender com apenas o mínimo de programação. A máquina aprende regras por conta própria a partir de dados alimentados. Em seguida, chega a resultados de forma autônoma. Como por exemplo, as recomendações personalizadas em sites;

2. Deep Learning:

O processo utiliza algoritmos complexos para imitar a rede neural do cérebro humano. E assim, aprender uma área do conhecimento com pouco ou nenhuma supervisão. Como por exemplo, aplicativos de conversão de texto em áudio;

3. Processamento de Linguagem Natural:

O processo utiliza técnicas de machine learning para encontrar padrões em grandes conjuntos de dados e reconhecer a linguagem natural. Como por exemplo, a análise de sentimentos. Com isso, os algoritmos são capazes de identificar padrões em postagens nas redes sociais. E ainda, compreender como os clientes se sentem em relação a marcas e produtos específicos.

Utilizando Inteligência Artificial no mercado de trabalho

inteligencia-artificial-mercado-trabalho
O trabalho ficou mais rápido e eficiente com as novas tecnologias de inteligência artificial.

Hoje no mercado, existem inúmeros aplicativos de negócios que se beneficiam de IA. A nova onda de inovação que promete trazer grandes mudanças na maneira como pessoas e empresas se relacionam com a tecnologia e entre si.

Assim como o computador, o armazenamento em nuvem e os smartphones, a IA é uma ferramenta de tecnologia artificial capaz de desempenhar tarefas do dia-a-dia. Tudo isso de forma muito mais rápida, intuitiva e inteligente.

Para Oscar Salazar, vice Presidente de Vendas da ClickSoftware para América Latina, “o desafio da transformação digital é uma questão fundamental para qualquer empresa que busque a otimização de processos e operações em seu negócio”.

A AI é uma ferramenta fundamental para as estratégias de negócio em todos os setores do mercado. Além fazer escolhas sejam mais inteligentes, a IA também integra a análise preditiva a muitos dos aplicativos que usamos todos os dias.

Inteligência artificial em diferentes aplicações

Como já explicamos acima, a IA é capaz de conectar diversas tarefas em uma única experiência, e como usuário você já utiliza esta tecnologia em muitas aplicações:

  • Aplicações como a Siri que utilizam processamento de voz para atuar como assistente pessoal;
  • O Facebook utiliza o reconhecimento de imagem para recomendar marcações em fotos;
  • A Amazon e outras diversas lojas virtuais fazem recomendações personalizadas de produtos utilizando algoritmos de aprendizado de máquina;
  • O aplicativo Waze prevê as melhores rotas a partir da sua localização;
  • Carros com piloto automático usam as técnicas de IA para evitar engarrafamentos e colisões;
  • O Google consegue preencher automaticamente as buscas utilizando recursos de inteligência artificial e prever o que você quer pesquisar com grande precisão.
  • Empresas deixam a cargo de computadores a análise de informações sobre produtos e públicos-alvo, facilitando decisões de vendas ou definindo estratégias de marketing;
  • Programas de Chatbot (ou chatterbot) que simulam uma conversa real entre pessoas. O objetivo de responder à perguntas de tal forma que a pessoa do outro lado do chat tenha a impressão de estar conversando com uma pessoa real e não com um programa de computador. Um atendimento ao consumidor virtual.

Recursos de áudio para aumentar a acessibilidade no site

Pelo mesmo caminho e sempre atento ao mercado e às inovações tecnológicas, o Vidanimal.com.br também decidiu dar um passo à frente em rumo ao futuro. Assim, também está investindo nestas novas tecnologias com o objetivo de se posicionar melhor no mercado em meio aos seus competidores. Mas também de melhorar a interação e a experiência de uso dos seus usuários dentro do portal.

Com isso, visa aumentar a sua acessibilidade à informação fazendo uso de uma ferramenta de inteligência artificial capaz de converter textos em áudio. (Para conhecer o recurso é só clicar na “seta” abaixo da imagem no topo desta matéria e ouvir este conteúdo).

Este novo recurso foi criado pela gigante de tecnologia Amazon — o Amazon Polly. Um recurso que permite a conversão de textos em áudio usando tecnologias avançadas de aprendizado profundo para sintetizar falas que soam como uma voz humana.

O recurso permite escolher as vozes dos locutores em vários idiomas diferentes. Em seguida, apresenta a matéria publicada convertida para ser ouvida na hora ou baixada em formato de arquivo MP3. Todo o conteúdo do portal está disponível em áudio em cada uma de suas páginas. Tudo pode ser ouvido na hora ou depois pelo arquivo em MP3.

Acesse o conteúdo de vídeo abaixo:

Para o gerente de marketing da startup, Marcos Moreira, já está mais que provado que o engajamento e a experiência do usuário é mais satisfatória quando as suas necessidades são atingidas de forma rápida e prática.

“Hoje o consumidor está muito mais acostumado a utilizar aplicativos de mensagens. Sendo o recurso de áudio utilizado com mais frequência. A experiência permite uma interação bem mais fluída e automatizada sem perder o calor humano de uma conversa real.”

O objetivo do Vidanimal.com.br vai além. O recurso promete ajudar na distribuição da informação de maneira mais acessível. Quer dizer, em forma de discurso para deficientes visuais. O recurso ajuda pessoas com perda da visão a consumir o conteúdo publicado no site.

“Além disso, o áudio permite acessar o conteúdo de forma bem mais rápida em situações em que a leitura esteja impossibilitada. Como por exemplo, no smartphone enquanto exercendo outras atividades”, explica Marcos.

Sendo assim, o objetivo real da Inteligência Artificial é imitar os processamentos e raciocínios do cérebro humano. E assim, transformar e revolucionar por completo a maneira como nos relacionamos com essas máquinas cada vez mais inteligentes.

Ao contrário que muita gente pensou, as máquinas não irão tirar o nosso lugar no mercado de trabalho. Mas com certeza, um futuro mais inteligente será compartilhado junto delas.

Fontes:

https://www.prismajr.org
https://www.salesforce.com/br/
https://www.thebrief.com.br
https://aws.amazon.com/pt/polly/
http://computerworld.com.br

Pergunte ou Responda

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Conteúdo em Audio: