Ouvir gatos miando ou gritando o tempo todo não é fácil. Principalmente quando ocorre à noite. Distúrbios de comportamento estão entre as principais razões de abandono e subsequentemente o destino destes animais são abrigos ou até mesmo eutanásia.

Dentre os problemas de comportamento mais frequentes estão arranhaduras em móveis,
agressividade, xixi e cocô fora do lugar apropriado e vocalização excessiva (gato miando muito).

Por que os gatos apresentam problemas de comportamento?

gatos miando em cima do sofá

Gatos miando pode ser apenas umd os problemas de comportamento que eles podem apresentar

 

Os gatos tendem a ser misteriosos, portanto, descobrir a causa de certos comportamentos felinos pode ser um desafio.

Para complicar ainda mais as coisas, não há necessariamente uma única razão por trás de um comportamento específico, e todo gato tem uma personalidade distinta.

Qual o motivo para haver gatos miando muito?

gatos miando e se lambendo

Gatos miando de forma excessiva pode significar tédio, vontade de sair pra rua ou de se reproduzir.

Os gatos são animais noturnos. Isso significa que são animais que ficam muito mais ativos quando o resto do mundo está dormindo.

É, de fato, muito comum ser despertado no meio da noite pelo gato miando alto andando pela casa.

Isso acontece o tempo todo com gatos, e é considerado um comportamento normal. Existem alguns motivos que podem levar a isso:

Pode ser tédio ou vontade de reproduzir

Gatos, como mencionado anteriormente, são animais noturnos. Além disso, sabe-se que gostam de passear nas ruas, o que na verdade é um hábito muito perigoso para eles já que podem sofrer acidentes, ter brigas além de contraírem doenças infecciosas.

Gatos miando muito dentro de um apartamento ou casa, podem indicar tédio, vontade de sair para passear e, caso não seja castrado, pode indicar a vontade de se reproduzir. Esse comportamento, de fato, é muito comum em fêmeas no cio.

Quando gatos miam muito durante o dia, pode ser que estejam somente querendo chamar a atenção de seu tutor. Os felinos são extremamente comunicativos e mandões e cada tutor aprende a reconhecer, através das expressões e miados, o que o próprio gato está pedindo.

Muitos vocalizam histericamente pois querem a ração nova no potinho, outros porque já está na hora de trocar a água que foi trocada há 10 minutos por estar velha demais.

Pode ser sinal de desconforto

Miados frequentes e diurnos podem ser um sinal de dor. É particularmente importante dar atenção aos miados quando os gatos estão na caixinha de areia tentando fazer suas necessidades.

De fato, problemas urinários e obstruções são ocorrências frequentes em felinos e precisam de atenção urgente pois provocam muita dor.

Raças de gatos que miam muito

Existem algumas raças de gatos miando mais que outras.

Existem algumas raças de gatos miando mais que outras.

Algumas raças tem mais propensão que outras a vocalizar mais.

Gato siamês

Gatos siameses são provavelmente os mais vocais de todas as raças de gatos. Eles pode, de fato, miar o dia todo!

Gatos siameses têm uma vocalização distinta que soa como um bebê chorando humano, entre seu grande repertório de outros sons interessantes de gatos.

Alguns proprietários, sem dúvida, gostam de conversar com os siameses o dia todo, enquanto outros podem achar que “conversam” um pouco demais.

Especialmente porque alguns gatos siameses vocalizam durante a noite, o que pode ser bastante alto e perturbar o sono de seus donos.

Oriental Shorthair

Gatos orientais de pelo curto são bastante semelhantes aos gatos siameses. De fato, miam bastante e ronronam alto.

Os orientais também são gatos muito sociais e adoram a interação com seus donos, por isso são uma raça ideal para quem tem tempo a dedicar a eles.

Por outro lado, esse definitivamente não é um gato quieto. Quando eles não estão ronronando, tendem a ter uma voz alta e rouca fazendo de tudo para chamar a atenção.

Birmanês

Gatos birmaneses geralmente não são tão barulhentos quanto os gatos siameses ou orientais, e a vocalização de um gato birmanês é realmente bastante agradável, especialmente quando eles mostram afeto.

Os gatos birmaneses têm uma voz suave, de som doce e levemente rouca e gostam de dar e receber muitos abraços. Algumas pessoas podem escolher essa raça em detrimento de outra, simplesmente porque a vocalização não é tão alta ou dura.

Bobtail Japonês

O gato Bobtail japonês – como o birmanês – geralmente tem uma voz muito agradável e suave.

Esta raça em particular pode transmitir uma gama completa de tons, desde longos miados melodiosos até pequenos sons curtos.

Os Bobtails japoneses também são gatos muito amorosos e agradam as pessoas, e eles gostam de conversar com seus donos, o que é ótimo para quem gosta de interação diária com seu amigo felino.

Sphynx

Gatos Sphynx são conhecidos por terem uma voz bastante rouca. Esta raça pode ser bastante exigente e insistente com sua vocalização. De fato, eles ronronam e miam em uma variedade ampla de tons.

Gatos Sphynx são afetuosos e dependentes de seus donos. Por isso, tendem a “conversar” muito. Esta é uma raça ideal para proprietários de pacientes que procuram um gato tagarela para fazer companhia.

Por que alguns gatos miam mais que outros?

Existem várias razões pelas quais os gatos gostam de vocalizar e, na maioria das vezes, é completamente normal.

Os gatos aprenderam a se comunicar com seus tutores a fim de satisfazer suas necessidades e receber a atenção que desejam.

No entanto, alguns gatos procuram mais atenção do que outros e sabem que, se vocalizarem por tempo suficiente, certamente conseguirão o que querem.

O problema é que esse hábito pode se tornar bastante irritante para seus tutores. Na maioria das vezes, todavia, a vocalização de gatos é completamente normal.

Torna-se preocupante apenas quando ocorre de forma não habitual, por motivo desconhecido.

Afinal, os gatos são excelentes comunicadores e não há dúvida de que eles o informariam se estivessem infelizes ou indispostos.

Gatos miando muito? Como corrigir o problema

A melhor forma de prevenir miados excessivos é através de hábitos diários. Para isso recomenda-se:

  • Manter uma rotina diária com estímulos e enriquecimento mental e físico;
  • Durante o dia e no começo da tarde acordado, brincar e gastar energia suficiente, interagindo-o socialmente;
  • Ofereça brinquedos variados para que o animal tenha atividades (arranhadores, brinquedos para rechear com petiscos e alimentos, prateleiras);
  • Castração – sabe-se que esse é um dos motivos mais comuns de gatos miando, principalmente à noite. A castração ajuda, e muito, a resolver esse problema;
  • Potes de comida com timer são uma ótima maneira de evitar que seu gatinho acorde no meio da noite pedindo comida

Outros problemas de comportamento perturbadores quanto gatos miando

menino fazendo carinho em gato miando

Há vários outros problemas de comportamento que gatos miando muito

Há outros comportamentos que podem chamar a atenção de seus tutores de uma forma não tão positiva. Entre eles estão arranhaduras em móveis, agressividade e xixi e cocô fora do lugar apropriado.

Arranhaduras em móveis

Gatos arranham para marcar seu território. Esse comportamento pode ser corrigido ou amenizado através do redirecionamento do comportamento. Para isso, é necessário fornecer itens específicos como brinquedos no qual ele poderá gastar suas garrinhas.

Necessidades fora do lugar correto

Esse é um comportamento claro de quem quer chamar a atenção por algum motivo. Conflitos entre gatos ou outros animais de estimação e mudanças na casa, por exemplo, construção, podem estressar os gatos.

No entanto, o comportamento algumas vezes pode representar algum problema de saúde.

Gatos podem ter uma variedade de problemas urinários. Infecções, inflamação, cálculos na bexiga, estresse, tumores e outros fatores podem fazer com que um gato urine fora de sua caixa, pulverize ou não consiga urinar.

Agressividade

Gatos podem se tornar agressivos com outros animais de estimação e pessoas. Isso representa um grande problema comportamental.

A agressão pode ser causada por estresse e ansiedade ou por um problema médico que causa dor ou alterações hormonais em um gato.

Por Dra. Valentina Vecchi (CRMV/SP:21838)

Valentina Vecchi (CRMV/SP: 21838), Médica Veterinária de São Paulo especializada em Acupuntura Veterinária, apaixonada pelos seus pacientes atuais e potenciais. Além de escrever para o Vidanimal, atualmente divide seu tempo atendendo seus pacientes e escrevendo para seus blogs 4Patas Acunputura Veterinária e blog4patas.com.br além de escrever artigos sobre pets para a revista digital “Senhora Atual“.

Deixe uma resposta