Como nós seres humanos, o seu cachorro também exige (e merece!) uma dieta alimentar saudável, balanceada e nutritiva.

Uma boa alimentação, não só ajuda a manter a saúde física e mental deles, como também proporciona uma vida mais longa e bem estar prolongado, para que o cachorro possa apreciar a sua companhia por muito mais tempo ao seu lado.

Portanto, alimentar o cachorro com alimentos inadequados pode resultar e doenças, obesidade, perda de pelos, problemas de pele e ainda, encurtar a sua longevidades.

Assim, o alimento canino é essencial para a saúde do cão, mas também uma decisão importante que deve ser tomada com toda a consciência.

Além disso, é importante considerar que algumas raças preferem diferentes tipos de alimentos, sendo que alguns cachorros também exigem dietas específicas para melhorar a saúde.

Por exemplo, a melhor ração para um cachorro Shih Tzu pode não ser a melhor escolha para um Labrador e vice versa.

Felizmente, não é tão difícil fornecer uma dieta alimentar de qualidade para o seu cachorro. Veja abaixo 3 dicas para melhorar a alimentação do seu cachorro e aumentar a energia dele, bem como sua saúde.

Dieta alimentar – Dica #1 – Compre com cuidado!

Para melhorar a dieta alimentar do seu cachorro evite comprar alimentos processados.

Todo mundo sabe que alimentos não industrializados e frescos precisam ser refrigerados e não possuem uma validade extensa.

Por isso, muitas companhias de alimentos caninos optam por alimentos enlatados, processados e cheios de conservantes, porque além de mais barato, tem duração longa.

A maioria das rações para cachorro podem durar entre 6 a 24 meses, o que significa que os níveis de nutrientes, minerais e ingredientes frescos são baixos.

Esta é forma como a indústria alimentícia opera a sua linha de produção, se livrando das enzimas dos alimentos e adicionando preservativos e conservantes, bem como ingredientes prejudiciais.

Portanto, quando for comprar ração para o seu cachorro, não deixe de tomar um cuidado extra, dando atenção às etiquetas nutricionais da embalagem.

Observe os suplementos sintéticos e ingredientes e pense a respeito deles — eu comeria esse alimento?

O ideal seria tentar alimentos mais frescos e naturais possíveis — pode custar mais caro, mas qual o valor da saúde e bem estar do seu cachorro para você?

Dieta alimentar – Dica #2 – Introduza alimentos crus

Uma boa dica para melhorar a dieta alimentar canina é introduzindo alimentos frescos.

Como deu para perceber, faz todo o sentido considerar todas as alternativas para melhorar a dieta alimentar do seu cachorro.

Uma alternativa que tem se tornado muito popular e vem ganhando exposição é a introdução de alimentos crus na dieta canina. Produzidos com ingredientes frescos e não processados, esses alimentos imitam o que os cachorros comeriam se vivessem no mundo selvagem.

Os benefícios dos alimentos crus, a fim de melhorar a dieta alimentar do cachorro, incluem: facilidade de digestão, pele saudável, pelagem brilhante, articulações e musculatura fortes, entre muitos outros.

Ao considerar os alimentos frescos, você tem a opção de customizar a dieta baseando-se na raça e características do seu cachorro.

Pense bem, você pode escolher o que comer, por que eles não poderiam ter a mesma escolha?

Veja abaixo exemplos de alimentos crus e frescos que podem ser incluídos na dieta alimentar do seu cachorro:

  • Maçãs e frutas em geral;
  • Músculo (carne);
  • Vegetais (exceto alho e cebola);
  • Órgãos, como fígado, etc.

Dieta alimentar – Dica #3 – Evite o glúten

Evite o glúten ana dieta alimentar do cachorro.

Talvez muita gente ainda não tenha pensado nisso, principalmente em relação à dieta alimentar canina. Mas vale a pena pesquisar!

O gluten é uma mistura à base de grãos que serve para prevenir que gorduras instáveis na ração estraguem.

O que muita gente não sabe é que, isso pode aumentar a retenção de resíduos no sistema digestivo do animal.

Esses resíduos dos alimentos podem danificar os órgãos e ainda fazer com que suas fezes cheirem mal.

Além disso, para garantir que o cachorro não fique obeso, evite aimentá-lo em quantidades excessivas. A obesidade canina tem aumentado bastante; por isso, limitar a alimentação para apenas o que eles necessitam pode ajudar a reduzir os riscos do aumento de peso e garantir a saúde do animal.

Para concluir…..

Portanto, em se tratando da saúde do seu cachorro, a sua dieta alimentar não pode ser comprometida.

O bem estar deles deve ser sua prioridade máxima e ao garantir que eles tenham uma dieta saudável e um estilo de vida ativo, você vai estar promovendo uma melhor qualidade de vida pra ele.

Isso pode fazer toda a diferença para que o seu cachorro seja feliz, saudável e cheio de vida.

Por Equipe Editorial

O Vidanimal.com.br acredita que compartilhar um bom conteúdo é a melhor maneira de fazer com que a informação chegue ao seu destino ou público alvo. Educar e conscientizar as pessoas é a nossa missão. Procuramos criar parcerias com profissionais empenhados em fazer parte dessa missão. Contamos com uma equipe de colaboradores que amam aquilo que fazem e se dedicam todos os dias para levar até você um conteúdo informativo de qualidade.

Perguntas & Respostas

  1. Vida Animal, gostei muito do artigo. Quer fazer Biscoitos Naturais e Irresistíveis para o seu Cachorro? Simples, Fáceis, Rápidos, Gostosos e 100% Naturais.

    1. Olá Glória, que bom que gostou do site. Não publicamos links externos em nossos comentários, mas você pode entrar em contato se quiser fazer uma parceria e trocar links conosco.

Deixe uma resposta