As despesas com pets vão muito além do que muitos tutores podem imaginar quando decidem ter um animal de estimação ou mais.

E há quem garanta que estava preparado, para depois descobrir que muitos dos custos estão embutidos em outros investimentos para a adequação do animal ao novo lar, não apenas relacionados às suas necessidades básicas.

Pesquisas recentes já documentaram o quanto aumentou a procura por animais de estimação nos últimos 12 meses do ano passado.

Uma pesquisa com cerca de 2.492 donos de animais de estimação no Reino Unido juntou dados fornecidos pela seguradora Bought By Many found e mostrou que os registros de compra e adoção de animais subiram 77% em 2020, comparados ao ano anterior.

Os mais jovens, entre 18 a 34 anos, por exemplo, foram particularmente atraídos a pegar gatos e cachorros, sendo responsáveis por novos registros de animais de estimação em 83%.

Mas enquanto a ideia de um “novo animalzinho” para fazer companhia e brincar seja adorável, a realidade de cuidar de um animal de estimação é trabalho árduo, que requer tempo integral e bem caro.

E as despesas não se resumem apenas ao preço do cachorro, que varia muito também entre as raças, mas incluem seguro saúde pet, alimento, acessórios, veterinário, treinamento, banho e tosa, além de custos que você nem considerou.

Por exemplo, há situações a longo prazo em que você terá que investir em grades ou cercas, no jardim, um novo portão ou até mesmo em mobília, caso tenha que reparar estragos.

Portanto, se estiver pensando em adquirir um novo membro para a família, esteja preparado para as despesas com pets. Elas vão variar dependendo do animal, seu lar, raça e uma série de outras considerações.

Veja abaixo o que você deve estar preparado!

Despesas com pets relacionadas à mudanças na casa

Despesas com pets inlcuem mudanças que devem ser feitas na casa.

Muitas despesas com pets não estão relacionadas à compra de equipamento específico para eles ou alimentos, mas com mudanças e adequações que muitas vezes têm que ser feitas em casa para acomodá-los melhor no início e ao longo do tempo.

Por exemplo, à medida que os cães envelhecem, eles passam a ter outras necessidades por conta da idade ou de condições médicas, como uma cama ortopédica, degrau para subir na mobília, até um carrinho, caso o animal venha a ter problemas de locomoção.

Raças mais propensas a comportamentos destrutivos, como cavar, roer ou fugir, podem exigir adequações no jardim, aquisição de cercas e portões e até a troca de mobília ou reparos.

Despesas com pets em relação ao alimento

Despesas com pets incluem uma boa alimentação a vida toda.

O alimento é uma das despesas com pets mais óbvias. A despesa média por mês é de cerca de R$ 306,00, mas pode variar bastante dependendo do tipo de alimento e quantidade de petiscos.

E você não deve economizar no alimento, mas sempre tentar oferecer a melhor qualidade que puder despender. Há quem gaste cerca de R$ 640,00 em comida mais R$ 320,00 em suplementos.

É importante também não superalimentar o animal. Dar uma quantidade de alimento em excesso ao animal pode causar problemas sérios de saúde, como diabetes. O que vai gerar despesas ainda maiores com tratamento, cerca de R$ 15.000,00.

Despesas com pets com seguro e segurança

Despesas com pets incluem conforto e segurança, além de reposição de obejtos destruídos.

Os cachorros e gatos são como membros da família para seus tutores, por isso são tratados como tais – e muitos são bastantes protetores.

Há por exemplo, quem invista em câmeras de segurança para mantê-los seguros e vigiados quando os tutores não estão em casa.

Muitos tutores também agora investem mensalmente em planos de saúde pet, para ter mais tranquilidade, caso algo sério aconteça ou para garantir as visitas veterinárias em dia, sem ser pega de surpresa em emergências.

Despesas com pets em brinquedos e outras despesas

Despesas com pets também incuem gastos ocm brinquedos e outros objetos.

Algumas raças de cachorro exigem cortar a unha, banhos e tosas fora de casa, entre outras manutenções. Isso pode levar a despesas de cerca de R$ 240,00 a R$320,00 a cada 2-3 meses.

Outras despesas incluem um brinquedo ou outro no mês, roupas, trocar a cama, coleiras, guias, capas para sofá ou assento do carro, cinto de segurança, caixa de transporte, entre muitos outros itens.

Essas são despesas que embora não sejam mensais, acabam sendo adicionadas ao orçamento, pois são itens que você vai adquirindo conforme a necessidade a longo prazo.

Afinal, o cachorro também cresce e envelhece, os acessórios desgastam, deterioram, quebram, se perdem. Então, não tem outro jeito, uma hora ou outra você irá gastar com isso.

E não são apenas despesas, mas o comprometimento!

É preciso pensar também no comprometimento além das despesas com pets.

Ter um animal de estimação, cachorro, gato ou qualquer outro, é absolutamente uma alegria, mas é importante entender que você tem um compromisso com eles, mesmo antes de trazê-los para casa.

É fácil identificar a sua situação financeira no momento, mas se algo acontece e tudo mudar de repente – você ainda terá condições de cuidar do animal?

Por isso que para muita gente, o plano de saúde pet é fundamental. Se você não estiver seguro sobre o seu comprometimento, considere primeiro cuidar temporariamente de um animal, por exemplo. Muitos abrigos oferecem esse tipo de serviço.

Afinal, o primeiro passo em ser um tutor responsável, não é gostar de animais, mas saber se você pode arcar com os custos dele a longo prazo.

Isso porque, muito além dos custos iniciais, independe de compra ou adoção, você terá que ter um orçamento anual para grandes despesas, anos a fio.

Sendo assim, o orçamento em relação aos cuidados com animais de estimação podem ser divididos entre custos iniciais e anuais. Veja alguns exemplos de despesas com pets, iniciais e anuais!

Despesas com Pets: Custos iniciais

De acordo com a Sociedade Americana de Prevenção à crueldade Animal (American Society for the Prevention of Cruelty to Animals – ASPCA), os custos únicos de uma cachorro e um gato podem incluir despesas veterinárias como castração, equipamento como caixa de transporte, comedouros e bebedouros e coleira com guia.

Para um cachorro, esse custo inicial pode variar entre For a dog, the average initial costs range from R$ 2.700,00 a R$ 9.050,00, dependendo do tamanho do animal. Os gatos custam em média R$ 2.120,00.

No entanto, a ASPCA não inclui os custos com o animal em si. Por exemplo, as taxas de adoção em abrigos podem custar cerca de R$ 290,00 a R$ 1.450,00.

É ainda válido considerar que muitos abrigos incluem serviços como exames de saúde iniciais, castração em suas taxas, o que pode reduzir os custos de uma forma geral.

Mas essas despesas com pets iniciais também aumentam se você for adquirir o animal de criadores — especialmente raças de cachorro raras.

Em média, o custo dos cachorros variam de R$2.900,00 – R$14.500, e de R$2.500,00 – a R$5.800,00 para gatos, sendo que as raças raras podem custar ainda mais (um Buldogue inglês pode chegar a R$16.000,00, e um Bengala cerca de R$17.000,00).

Se estiver procurando por uma raça específica, tenha certeza de que o preço esteja incluído no seu orçamento.

Por fim, o ideal é estimar também um fundo emergencial extra, de cerca de R$1.000 a R $2.000,00, em caso de desastres ou acidentes.

Despesas com Pets: Custos anuais

Para um cachorro, a média de despesas anuais vai variar entre R$ 4.276,85 a R$ 6.035,20, dependendo do tamanho do animal. Já os gastos irão custar cerca de R$ 4. 694,67 anualmente.

Em relação aos alimentos, as despesas giram em torno de R$ 1.160,00 para um cachorro ou gato pequeno, aumentando para cerca de R$ 2.320,00 para os cachorros maiores. A próxima maior despesa é a veterinária: cerca de $2.900,00 para cães, e cerca da metade para os gatos. Outros custos incluem brinquedos, petiscos, seguro saúde e no caso dos gatos, caixa com areia.

Não incluído na lista de despesas com pets da ASPCA estão os custos com cuidados e manutenção, nem canil e nem a limpeza e manutenção da casa — que inclui reparos, consertos e as trocas de mobiliário.

Portanto, esses custos inesperados podem aumentar ainda mais as despesas com pets, por isso é tão importante ter um fundo para as emergências.

O seu tempo valioso também conta!

Despesas com pets incluem o seu tempo com ele!

Um dos grandes erros ao cuidar de animal de estimação é não computar tudo isso no orçamento e ainda contabilizar para o tempo necessário que eles exigem de nós para seus devidos cuidados.

Os cachorros, por exemplo, precisam de, pelo menos, 1 a 2 horas por dia de caminhadas e brincadeiras. Por isso, se você viaja muito e não pode levá-lo com você ou fica muito tempo fora de casa, talvez um cachorro não seja para você.

Portanto, é sempre bom ser realista sobre o comprometimento que você vai poder oferecer a ele.

E os outros tipos de animais de estimação?

Mas nem só de cachorro e gato vivem os tutores. Há quem gostaria de investir em outros animais de estimação, além deles ou ao invés deles. Veja quais são as despesas com pets em relação a esses outros tipos de animais:

AnimalCusto inicialCusto anual
Peixes$1.335$116
Pássaro pequeno$1.700$1.073
Hamster$2.000$1.500
Porquinho da índia$2.170$1.764
Coelho$1.740 – $2.900$2.770
Réptil$3.250 – $13.027$1.915 – $7.602

Por Equipe Editorial

O Vidanimal.com.br acredita que compartilhar um bom conteúdo é a melhor maneira de fazer com que a informação chegue ao seu destino ou público alvo. Educar e conscientizar as pessoas é a nossa missão. Procuramos criar parcerias com profissionais empenhados em fazer parte dessa missão. Contamos com uma equipe de colaboradores que amam aquilo que fazem e se dedicam todos os dias para levar até você um conteúdo informativo de qualidade.

Deixe uma resposta