Aposto que você já viu alguém correr com cachorro na rua ou no parque, ou mesmo já praticou a atividade você mesmo com o seu próprio cão. Mas sabia que a atividade agora tem nome? É o Canicross, a modalidade esportiva entre os amantes do esporte e cachorros!

O Canicross pode ser feito com cachorros de todos os portes, desde os pequenos Jack Russell Terriers às raças maiores como os Pastores Alemães e os Labradores.

Já sabemos que as caminhadas diárias são fundamentais na rotina do animal para que suas necessidades físicas e mentais sejam supridas. Porém, algumas raças de cachorro necessitam gastar mais energia que outras, exigindo atividades mais extenuantes.

É aí que entra a corrida, principalmente se você já for adepto ao esporte — um ganha-ganha para ambos! Vocês dois se exercitam, fazem companhia e estimulam um ao outro e ainda se mantêm saudáveis.

No entanto, uma das mais importantes considerações a fazer se decidir correr com cachorro é pensar na segurança não só sua, mas do seu cachorro também.

Nesse sentido, será preciso fazer um certo treinamento com ele para garantir que ele entenda alguns comandos básicos, essenciais para a segurança de vocês dois.

Entenda a importância das caminhadas para o animal, depois dê uma olhada nas dicas de treinamento para correr com cachorro e praticar o Canicross que separamos para você. Confira abaixo!

Caminhar ou correr com cachorro são ótimas oportunidades de conexão

Correr com cachorro aumenta a conectividade entre vocês.

Caminhar com o cachorro, durante os passeios de rotina, é uma ótima oportunidade para estreitar os laços com ele e para vocês se conectarem.

Criar um laço forte com o seu cachorro é vital para manter uma relação mútua amorosa e saudável. São muitos os benefícios para o animal e o tutor, veja abaixo:

Se conectar ao cachorro é um ganho

Quando você sai para caminhar ou correr com cachorro por diferentes ambientes e situações, é possível passar a entendê-lo melhor.

Você consegue observar com mais precisão quando ele está feliz, inseguro, preocupado, com medo ou simplesmente quer escapar.

Ao entender a sua linguagem corporal, você aprende muita coisa sobre ele, especialmente observando as orelhas e cauda.

Entender comunicação não-verbal e linguagem corporal é a chave para construir fortes laços entre vocês.

Durante as caminhadas diárias, o seu cachorro aprende como reagir à você de uma melhor forma, pois a interação é direta, visto que você está no comando.

O cachorro fica mais confiante e seguro na sua presença

Através das caminhadas, você pode dar o suporte que o cachorro precisa para se sentir mais seguro.

Uma vez que você entende as suas emoções e sentimentos, você pode acalmá-lo e permitir que ele entenda que você está ali por ele.

A afeição dele por você e a ligação de vocês aumenta ao saber que você é capaz de protegê-lo, dar suporte e mantê-lo seguro em qualquer circunstância.

Isso acaba estabelecendo uma confiança profunda e uma mudança positiva na relação de vocês. Quanto mais você entender o seu cachorro, mais forte se tornará a ligação entre vocês.

As caminhadas mantêm a mente e corpo saudáveis

É a melhor hora do dia – para vocês dois. As caminhadas ou corrida com cachorro são o melhor remédio para combater a solidão, infelicidade e estresse, além do ganho de peso.

Socializar com outros cachorros e seus tutores faz bem para vocês dois, pois a interação reduz o isolamento social, visto que as pessoas acabam se comunicando mais entre si quando estão na companhia dos cães.

A atividade dá a impressão de que vocês formam um bom time, que podem confiar e depender um do outro.

Oportunidade de diversão e criar memórias

Traga a diversão para os seus passeios! Essa é a hora perfeita para passar um tempo de qualidade com ele e a forma perfeita de sair da rotina e quebrar o tédio.

As brincadeiras e interações durante os passeios criam novas experiências e perspectivas que estimulam o cérebro e ainda constroem lindas memórias

Fazer algo diferente a cada passeio aumentam os estímulos e faz com que eles fiquem mais interessantes. Esse tempo de interação um-a-um é uma maravilha para a conexão entre vocês.

Até mesmo poucos minutos de brincadeiras ou fazer um caminho diferente já é o suficiente – e o seu cachorro irá amá-lo ainda mais por você estar proporcionando esses momentos.

Caminhar ou correr com cachorro é oportunidade de estabelecer liderança

Supostamente, os cachorros deveriam viver em uma ordem hierárquica bem estruturada junto ao seu bando. Eles precisam entender quem é o líder, de forma a compreender os seus limites e respeitá-los.

Esse líder deve ser você – e apenas você. Ele será capaz de amá-lo ainda mais se esta relação entre vocês for seguida na rotina das caminhas diárias.

Ao andar da forma adequada na coleira, sem ficar farejando tudo pela frente, mas concentrado mais em você, seguindo o seu ritmo e direção, ele consegue aprender a focar a atenção nos seus comandos.

Ele aceita a sua posição de liderança, que vai ajudar vocês a se conectarem ainda mais. Em retorno, você oferece a motivação e elogios que ele merece quando estiver agindo certo.

Através desse reforço positivo, o cachorro vai entender o que você espera dele. Isso ajuda a estabelecer o comportamento social correto com as pessoas e outros cachorros.

Os cachorros adoram agradar seus donos, assim, permita que ele saiba o que deve fazer para agradá-lo e recompensá-lo por isso. Esse é outro passo para criar uma ligação forte e enraizada entre vocês.

Todos esses benefícios em caminhar ou correr com cachorro podem ser obtidos através de poucos minutos no dia (15 a 20 minutos), embora o ideal seja duas vezes na semana por 1 hora.

E se você for daqueles que deseja ir um pouco mais longe, e aumentar ainda mais os benefícios se engajando na atividade do Canicross com ele, melhor ainda.

Mas antes, atenção às nossas dicas!

Correr com cachorro: Segurança em primeiro lugar!

Para correr com cachoror é preciso respeitar a segurança.

Quando você for correr com cachorro, é crucial estar usando o equipamento certo. Afinal, você não sairia para correr sem o seu kit esportivo, sairia? O mesmo pensamento deve ser em relação ao cachorro.

O seu cachorro deve ter coleira e guias apropriadas, que se adaptam perfeitamente ao corpo do animal e que não restrinjam os movimentos dele. Existem coleiras específicas para corrida, obviamente.

É importante evitar usar coleira de pescoço tradicional, pois esse modelo pode colocar muita pressão na face e pescoço do animal, causando danos à ele.

Se você estiver correndo em uma área onde o cachorro, possivelmente, pode machucar as patas, como trilhas na mata ou com pedriscos, forneça à ele as condições necessárias, como utilizar sapatos de cachorro próprios para esses terrenos. Existem!

Algumas raças, como os Labradores, possuem patas palmadas, que exigem proteção especial para evitar cortes e ferimentos.

Se for correr com cachorro de noite, use roupas que brilham no escuro ou coletes refletores, bem como coleiras apropriadas que possuem refletores de luz, ou, quem sabe até, uma lanterna presa na cabeça do animal, como um pequeno capacete. Acredite, existe!

Comando #1 para correr com cachorro: Movimento

Ensine o comando para encorajar o cachorro a usar a coleira peitoral e puxá-la para dar impulso, especialmente se ele já estiver acostumado a andar mais solto em coleira tradicional.

Se ele for motivado por brinquedos, uma forma divertida de fazer isso é treinando no jardim. Fique de um lado do jardim com o cachorro e jogue um brinquedo para ele buscar.

Quando ele der o tranco na coleira, você usa um comando — por exemplo, “vamos” — para associar a palavra à ação.

Você pode tentar o mesmo com uma outra pessoa do outro lado do jardim chamando por ele. Da mesma forma com o brinquedo, use uma palavra para associar o mesmo movimento.

Comando #2 para correr com cachorro: Direita & Esquerda

Essa é uma das dicas de segurança mais cruciais para quem deseja correr com cachorro, pois você precisa saber como direcioná-lo enquanto corre.

Uma das formas mais populares de ensinar o comando de direção para o cachorro é começar a correr junto com um cachorro mais experiente.

O cachorro novato vai seguir o cachorro mais experiente por instinto e enquanto eles estiverem correndo, você pode ir dizendo as palavras de comando “direita” ou “esquerda”conforme a direção

Uma outra forma de solidificar o comportamento é praticando no quintal da sua casa ou num outro local seguro.

Fique parado na frente do cachorro como se estivesse em uma pista de corrida, em seguida jogue alguns petiscos para um lado dizendo a direção antes de jogar.

Com o tempo, o seu cachorro vai conseguir predizer a direção do petisco baseando-se no seu comando indo nessa direção. Eventualmente, a alegria de continuar correndo será o seu reforço o petisco não será mais necessário.

Dica #3 para correr com cachorro: Comigo ou Junto

Esse comando é útil para quando você chegar a algum ponto onde você queira que o cachorro fique próximo de você. Embora seja um comando mais difícil de ensinar, é essencial para a segurança de vocês.

Para começar, coloque o cachorro ao seu lado, e recompense-o por isso. Inicie a prática parado, depois introduza a caminhada, depois a corrida. Se quiser que ele tome a frente, use o primeiro comando de movimento.

Dica #4 para correr com cachorro: Pare!

Depois da corrida, é essencial que o cachorro saiba quando parar, principalmente se você correr em áreas de tráfego, próximo a ruas movimentadas, etc.

A melhor forma de ensinar esse comando é através do método chamado de “aprendizado sem erro”. Você vai precisar de uma área grande, um jardim ou parque, uma vassoura ou qualquer coisa que sirva de barreira.

Para começar, jogue um petisco para longe do cachorro e diga “sim” ou use um “clicker” — quando ele chegar na vassoura.

Depois de repetir várias vezes, você pode adicionar a palavra “pare” antes do cachroro chegar na vassoura.

Eventualmente, você vai poder remover a vassoura e simplesmente usar o comando. Se ele tiver dificuldade em entender o comando em certas situações, volte o treinamento um estágio, colocando-o preso à coleira e correndo até a vassoura conectado à você.

Ao se aproximar da vassoura, use o comando e dê um petisco à ele. , you can use your stop cue and throw a treat over to them.

Dica #5 para correr com cachorro: Saia ou Vá

Ensinar o seu cachorro quando ou não interagir com outros cachorros e pessoas, ou sair perseguindo outros animais pelo caminho é essencial para que a sua corrida não seja interrompida ou coloque ele em perigo.

Assim, ter comandos sólidos como “saia” ou “vá” costumam ajudar. Uma forma de ensiná-los é usando outro método de “aprendizado sem erro”, desta vez desenvolvido pelo treinador de cachorro Glasgow.

O especialista começa marcando o cachorro por simplesmente permanecer parado com nada nas mãos. Em seguida, ele adiciona os petiscos, para que o cachorro entenda que não precisa fazer nada, mas permanecer longe da comida para ganhá-la.

Depois você pode deixar os petiscos no chão e passar correndo por eles para associar a corrida passando por outros cachorros no caminho.

E o que fazer depois de correr com cachorro?

Mantenha o animal hidratado após correr com cachorro.

Embora seja um tanto redundante explicar, existem algumas precauções de segurança importantes que você deve tomar depois de correr com o seu cachorro.

Primeiro, você tem que garantir a hidratação dele oferecendo água suficiente após as atividades físicas, especialmente se não foi possível durante a corrida.

Depois, dê uma olhada nas patas dele para ver se não há nenhum ferimento. Muitos cachorros adoram correr com seus tutores e continuam correndo mesmo machucados.

É fundamental que você examine o animal sempre que possível para que ele receba o tratamento médico adequado, caso seja necessário.

É importante lembrar também que, almofadinhas debaixo da pata muito macias não são um bom sinal, isso pode indicar que o cachorro tem corrido em excesso e gastou demais elas. Tome cuidado!

Por fim, a nutrição é crucial, especialmente se você corre por longas distâncias regularmente. Correr com cachorro três vezes na semana ou mais, por exemplo, vai precisar de uma porcentagem mais alta de gordura na sua alimentação que um cachorro que não desempenha a mesma atividade.

Portanto, garanta uma boa alimentação horas antes da corrida, e também depois de correr para repor as calorias perdidas.

Por Equipe Editorial

O Vidanimal.com.br acredita que compartilhar um bom conteúdo é a melhor maneira de fazer com que a informação chegue ao seu destino ou público alvo. Educar e conscientizar as pessoas é a nossa missão. Procuramos criar parcerias com profissionais empenhados em fazer parte dessa missão. Contamos com uma equipe de colaboradores que amam aquilo que fazem e se dedicam todos os dias para levar até você um conteúdo informativo de qualidade.

Deixe uma resposta