Você já ficou intrigado por algum comportamento canino? Como por exemplo, por que razão eles arranham suas camas ou local de dormir antes de deitar ou por que costumam enterrar objetos no jardim? Especialistas afirmam que estes comportamentos são instintos enraizados.

Cachorro arranhar a cama é praticamente um traço comportamental universal: antes de deitar em suas confortáveis caminhas ou almofadas, eles arranham intensamente, para depois deitarem em cima. Eles vão esfregar as patas, arranhar e rolar na cama, até em círculos repetidamente até que, finalmente, decidem descansar.

Às vezes, é apenas uma arranhada de leve, enquanto há ocasiões em que a linda cama felpuda e acolchoada amanhece em frangalhos, toda rasgada. Praticamente, todo cachorro faz isso, não importa o tamanho ou a raça.

E qual o tutor que já não encontrou pelo jardim um de suas meias, ou outros objetos escondidos ou até enterrados ali? É comum os cachorros escolheres objetos para enterrar.

No entanto, nem todo mundo questiona ou para para pensar no que há por trás desses comportamentos caninos tão comuns, ao mesmo tempo, tão peculiares. A resposta está relacionada a traços profundamente instintivos enraizados no filhote desde muitos anos atrás.

Entenda abaixo!

O que leva ao comportamento canino de arranhar a cama?

O comportamento canino de arranhar a cama antes de deitar é um instinto territorial.

Veterinários concordam que os cães arranham suas camas como forma de “marcar seu território pessoal com o seu odor único”. Para resumir, nada mais é que um comportamento canino relacionado a um instinto territorial enraizado.

Da mesma forma que ele urinam em objetos e outros locais para marcar território ou afirmar que lhes pertence, ele irão arranhar e cavar objetos com as patas pela mesma razão.

Os cachorros possuem glândulas em suas patas que deixam odores específicos na cama onde dormem ou em qualquer outra superfície, o que torna claro para ele e outros animais e pessoas que aquele lugar é território exclusivo deles.

Onde você enxerga uma cama totalmente destruída, ele se sentem orgulhosos em ver e cheirar o local que eles mesmo construíram. Se você tiver hóspedes em casa ou acabou de adotar um filhote, esse comportamento tende a ficar ainda mais intensificado.

Existem mais processos instintivos em jogo?

Além de seus instintos territoriais, o comportamento canino de arranhar ou esfregar as patas em suas camas pode ser apenas um comportamento automático herdado de seus antigos ancestrais.

Os antigos lobos, por exemplo, cavavam e revolviam a terra e folhas secas para criar uma espécie de “cama,” possivelmente para que o local ficasse mais confortável para deitar e dormir.

Além disso, ao criar esse tipo de “ninho” esses animais se sentiam mais protegidos de predadores, assim como usavam outros materiais para ajudá-los a se esconder. O comportamento podia até estar relacionado ao clima: cavar debaixo de folhas secas ou o solo para mantê-los aquecidos ou protegê-los da chuva.

Há alguma outra razão oculta para os cães agirem assim?

O comportamento canino de arranhar e cavar vem de seus ancestrais.

De acordo com veterinários, é muito importante saber diferenciar o comportamento canino de arranhar a cama de tentar movê-la ou cavar. Muitas vezes, esse comportamento pode ser territorial, mas quando eles tentam cavar ou mover a cama para outro local, pode significar outras coisas, como gravidez.

De fato, criar um “ninho” é parte do instinto maternal arraigado da cadela, pois as mães costumam criar área segura e protegida naturalmente para os seus filhotes. Esse comportamento canino inclui mover a cama para um lugar mais tranquilo, arranhar intensamente a cama e até arrumar os cobertores.

Os veterinários recomendam observar qualquer comportamento canino diferente ou atividade incomum para depois relatar em uma consulta, a fim de determinar a razão exata do comportamento. Isso porque a ação pode indicar algo bem simples ou mais complexo.

Embora esse comportamento de arranhar a cama e criar ninhos em sua humilde morada seja uma adorável exibição de instintos para se sentir confortável, protegido e garantir o território, é importante checar com o veterinário se isso se tornar excessivo ou incomum, pois pode indicar questões comportamentais mais sérias ou gravidez.

Portanto, é importante conhecer as razões dos impulsos automáticos do seu cachorro para poder guiá-los, ajudá-los e mostrar-lhes o seu amor por eles.

E por que os cachorros gostam de enterrar objetos?

Cavar para esconder objetos ou comida é outro comportamento canino instintivo.

Se você já encontrou um dos brinquedos favoritos do seu cachorro entre almofadas da casa, ou enterrados no quintal, voc6e já deve imaginar que eles adoram enterrar coisas por aí.

Como muitos outros comportamentos caninos, cavar é também um instinto. Mas você saberia dizer de onde vem esse impulso?

Veterinários explicam que, antes dos cães serem domesticados pelos humanos, eles eram os responsáveis por encontrar seus próprios alimentos. Ao encontrar um alimento, era fundamental não deixar que outros cães pegassem e fugissem com o alimento.

Então, para proteger a comida, era necessário escondê-la. Ao enterrar o alimento, eles evitavam que outros animais pudessem farejá-lo. Esse comportamento canino persiste até hoje, mesmo que ele seja bem alimentado pelo seu tutor.

Ele também pode se manifestar quando o cachorro já possui alimento suficiente, mas pode querer comer em um outro momento. Por isso, enterrá-lo no jardim pode ser uma boa ideia para guardar a comida para depois, como os ossos, por exemplo.

Mas comida não é a única razão para que eles comecem a cavar e enterrar coisas. Se eles pegam algum objeto seu, como o controle remoto, eles podem estar expressando o desejo por brincar com você.

Algumas raças de cachorro são mais suscetíveis a cavar e enterrar objetos que outras. Terriers, dachshunds, beagles, basset hounds, e schnauzers miniatura costumam enterrar mais que outras raças, embora qualquer cachorro possa apresentar esse comportamento.

Embora não haja nada inerentemente prejudicial nesse comportamento canino, você deve tomar cuidado para que o cachorro não seja exposto à qualquer produto químico no jardim que possa prejudicar a sua saúde.

Você deve também manter os seus itens pessoais em locais seguros e fora de alcance, antes que seu cachorro decida movê-los de lugar.

Por Equipe Editorial

O Vidanimal.com.br acredita que compartilhar um bom conteúdo é a melhor maneira de fazer com que a informação chegue ao seu destino ou público alvo. Educar e conscientizar as pessoas é a nossa missão. Procuramos criar parcerias com profissionais empenhados em fazer parte dessa missão. Contamos com uma equipe de colaboradores que amam aquilo que fazem e se dedicam todos os dias para levar até você um conteúdo informativo de qualidade.

Deixe uma resposta