(Crédito/Copyright: “AnikaNes/Shutterstock”)

Como os cachorros entendem os humanos

Você já ouviu falar do Rico, o Collie Maravilha? Ele conquistou fama internacional ao ganhar um prêmio em um programa de televisão na Alemanha entre em 1999 e em 2001 por ter sido capaz de de responder corretamente a 200 palavras, se colocando no mesmo nível de inteligência que a maioria das crianças humanas em idades de 2 a 3 anos.

E enquanto a maioria dos cachorros não são capazes do mesmo feito que Rico, muita gente jura pelas habilidades de compreensão dos seus animais de estimação. Até porque, muitos destes diálogos baseados em cães involvem respostas significativas na forma de um “woof”, choramingo ou rabo que balança, dependendo do que está sendo dito.

cachorros-entendem-humanos
Labrador Retriever com sua dona (Crédito/Copyright: “FCSCAFEINE/Shutterstock”)

É verdade que muitos donos de cães espantam-se com a complexidade de suas discussões caninas, fazendo com que se perguntem se o cães podem realmente entender o que eles dizem. Muitos vão ainda mais longe, querem saber até o quê os cães pensam.

Acontece que pessoas que falam com os seus cães podem estar querendo alguma coisa. Estudos mostram que um cão normal é capaz de entender 165 palavras diferentes, em alguns casos até mais se forem treinados. Isto inclui comandos básicos como “senta,” “fica,” e “sai,” assim como uma variedade de outros termos, assumindo que sejam palavras tangíveis e não ideias abstratas.

Por exemplo, a maioria dos cachorros podem aprender que “guia” é uma “coisa” de corda que eles usam nos passeios pela vizinhança, embora eles provavelmente não tem ideia de que o objetivo dessa guia é mantê-los sob controle para não sairem correndo livremente por aí.

cachorros-entendem-humanos
Dona se comunicando com seu cachorro Golden Retriever (Crédito/Copyright: “SpeedKingz/Shutterstock”)

Por outro lado, a habilidade do cachorro em aprender a palavra “guia” é provavelmente reforçada pela sua associação com ir passear. Cães podem aprender tudo quanto é palavra, mas aquelas associadas com ações concretas ou objetos são mais fáceis de aprender, especialmente se tiverem tudo à ver com comer, brincar ou ir ao parque, por exemplo.

Postura, contexto, e rotinas diárias, assim como palavras, são papéis importantes no desenvolvimento da comunicação canina, de acordo com a veterinária americana Jessica Beymer, de Concord, na Califórnia para um artigo publicado no site Animal Planet. “Cães que vivem com pessoas surdas podem até ser ensinados a responder aos movimentos das mãos como forma de linguagem”, a veterinária explica.

Volume e cadência também importam. Você pode até dizer: “Você é um cão mau”, mas desde que seja dito de forma melodiosa e doce com um sorriso no rosto, há grandes chances do seu cachorro entender como um elogio.

cachorros-entendem-humanos
Husky Siberiano no meio de seus donos (Crédito/Copyright: “Scharfsinn/Shutterstock”)

Cães definitivamente possuem uma forma especial de se comunicar uns com outros que difere da forma com que eles se comunicam conosco, e muito dessa comunicação é não-verbal. De acordo com a Dra. Beymer, indícios feromônios, linguagem corporal, comportamento e situações são mais importantes que vocalizações nas comunicações entre cães. Por exemplo, um cachorro pode responder de forma positiva a lutas de brincadeirinha no parque, mas negativamente ao mesmo comportamento se acontecer durante as refeições.

Mas o método de comunicação mais poderoso entre cães não vem apenas das cordas vocais, mas de suas traseiras. É, de suas traseiras. Todos os cães secretam um odor amilscarado pungente de suas glândulas anais que contém informações importantes sobre o animal. Pelo menos é o que cientistas afirmam ao explicar a obcessão canina pelas traseiras uns dos outros.

Para saber mais sobre esse assunto, acesse os links externos abaixo:
Scientific American Mente CérebroCão superinteligente diferencia 250 palavras
WikipediaRico, o cão maravilha
Tudo sobre CachorrosComo pensam os cães
Blog do CachorroCom pensa o seu cachorro

Um comentário sobre “Como os cachorros entendem os humanos”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *