Você acha que deve investir em uma coleira para gato? Bem, uma coleira pode ser mais que um acessório “engraçadinho” para o seu bichano. Na verdade, a coleira é um item que oferece segurança e proteção para os animais e tranquilidade para os tutores.

Digamos que o seu gatinho está com tudo pronto em casa: uma caixa de areia novinha, comedouro e bebedouro só dele, alguns brinquedos e uma local confortável para dormir. Será que não está faltando nada mesmo?

Tecnicamente, a coleira para gatos é opcional. Afinal, se ele não vai sair para passear na rua com você ou não tem acesso ao exterior, por que você precisaria dela? Muitos especialistas recomendam o acessório pela segurança que ela pode oferecer.

O fato é que nem sempre dá para saber quando esses adoráveis bichanos vão escapar, se perder por aí, e, nunca mais serem encontrados. Isso porque sem uma coleira não há como garantir uma forma segura de prender uma placa de identificação e contato.

Portanto, o principal objetivo da coleira é providenciar a identificação do animal, com o seu nome e telefone do tutor. Caso ele se perca ou se envolva em algum acidente, as pessoas terão como encontrar o dono rapidamente.

Veja abaixo as principais razões e benefícios em investir na coleira para gato e nunca mais se preocupar com esses bichanos fujões. Ou quase nunca!

Confira!

Como escolher a melhor coleira para gato

Talvez você tenha que testar alguns modelos de coleira para gato antes de encontrar uma definitiva.

Com tantas variedades de coleiras e guias disponíveis no mercado, acreditamos que seja mesmo difícil escolher ou até saber qual a melhor coleira para gato que vai funcionar bem para o seu bichano.

A primeira coisa é escolher uma coleira que sirva de forma adequada. Do mesmo jeito que você escolhe a coleira do cachorro, você pode medir colocando os seus dois dedos embaixo da caleira, para que ela não fique nem apertada e nem solta.

Em relação ao material, os mais comuns são o couro, nylon e neoprene. Na verdade, todos eles podem funcionar, mas de fato, os gatos vão ter suas próprias preferências, como faz com todos os seus itens pessoais.

Alguns gatos preferem as coleiras feitas de neoprene talvez porque são mais flexíveis e maleáveis. Mas os bichanos mais ativos e inquietos estariam mais adequados a usar uma coleira de material mais durável, como o couro.

E se o seu gato não for tão temperamental ou enjoado, você pode até testar vários materiais diferentes. E se ele for do tipo que gosta das suas voltas de noite por aí, há coleiras para gatos feitas de nylon reflexivo. Essas irão ajudá-los a serem visíveis no escuro da noite, reduzindo ainda o risco de serem atropelados.

É seguro para o gato usar coleira de cachorro?

A coleira para gato deve ser específica para o animal.

Embora pareça razoável que um gato poderia usar uma coleira para cachorro de pequeno porte, como um Pug ou Chihuahua, eles devem apenas usar coleira para gato específicamente.

Isso tem uma razão. A maioria das coleiras para gatos são do tipo que se abrem automaticamente (“breakaway”), permitindo que eles se soltem delas facilmente, evitando que sejam estrangulados, caso ficassem enganchados em um tronco de árvore ou barra de portão.

A desvantagem dessa coleira para gato é perdê-la mais facilmente, principalmente se a placa de identificação estiver presa nela. Por isso, muito tutores optam pelo “microchip”, para ter uma opção de proteção e identificação mais eficiente, como um “backup”.

Quando usar uma coleira para gato e como fazê-lo usar?

A coleira para gato pode levar mais tempo até que ele se acostume.

A coleira para gato pode ser usada de maneira flexível, principalmente se o seu gato for do tipo que não tem acesso ao exterior da casa ou apartamento.

Se o modelo da coleira for do tipo que inclui um sininho e você não consegue manter o sono por conta do barulho pela casa, é só tirá-la de noite, antes de ir dormir. Mas não se esqueça de colocá-la de volta pela manhã.

Já se o seu gato costuma sair de noite para suas caçadas e outras aventuras, é melhor deixar que ele fique de coleira, mas talvez opte por uma sem o sino.

Outro fator importante, é ter paciência. Muitos gatos demoram para se acostumar com acessórios ou aceitar novos hábitos. Então, dê tempo para que ele se acostume com o objeto, introduzindo a coleira por poucos minutos primeiro, depois vá prolongando o tempo de uso com o passar dos dias até que ele pareça estar acostumado.

Deixe que ele cheire a coleira, investigue bastante, e ofereça petiscos e elogios enquanto vai acostumando ele a usá-la. Em pouco tempo ele vai estar usando a coleira e nem ligando se está ou não com ela no pescoço.

Por Equipe Editorial

O Vidanimal.com.br acredita que compartilhar um bom conteúdo é a melhor maneira de fazer com que a informação chegue ao seu destino ou público alvo. Educar e conscientizar as pessoas é a nossa missão. Procuramos criar parcerias com profissionais empenhados em fazer parte dessa missão. Contamos com uma equipe de colaboradores que amam aquilo que fazem e se dedicam todos os dias para levar até você um conteúdo informativo de qualidade.

Deixe uma resposta