É, sem dúvida, muito comum, hoje em dia, encontrar tutores que querem fornecer algum tipo de calmante para cachorro. Por isso, empresas brasileiras e internacionais, estão investindo em alternativas criativas para proporcionar maior tranquilidade aos cães estressados. Uma dessas recentes invenções é a coleira calmante antiestresse.

Os principais motivos para a procura deste tipo de medicamento são a percepção do aumento da ansiedade, medo, agitação, latidos excessivos, automutilação, hiperatividade.

Veja mais sobre o assunto em Calmante para cachorro.

Ansiedade em cachorros

A coleira calmante antiestresse pode ajudar na ansiedade canina.

A coleira calmante antiestresse pode ajudar na ansiedade canina.

A ansiedade em cachorros é algo que hoje em dia se tornou, certamente, muito comum. A ansiedade canina pode ser causada por inúmeros fatores, como por exemplo:

  • Traumas,
  • Medos e Fobias;
  • Solidão;
  • Transtornos de separação;
  • Tédio;
  • Falta de exercícios físicos;
  • Sensações desagradáveis como frio, fome, sede.

O distúrbio compromete o bem estar do cachorro, afeta os hormônios, neurotransmissores e outras substâncias químicas no organismo do animal, gerando problemas de saúde ainda mais sérios.

Sinais de ansiedade em cachorros

Cães com ansiedade podem se tornar depressivos, apáticos, ter distúrbios alimentares. Alguns começam a desenvolver muita ansiedade para comer, outros podem ficar inapetentes. É muito comum que cães estressados, desenvolvam dermatites psicogênicas, ou seja, automutilações que geralmente ocorrem nas patas. Esse tipo de dermatite é conhecida como Dermatite Acral por Lambedura.

Outro problema muito comum em cães estressados é o comportamento destrutivo dentro de casa e aquele considerado sujo, ou seja, quando o cachorro começa a urinar e defecar em locais proibidos para chamar a atenção.

O que fazer para reduzir o estresse e ansiedade?

Para que um cachorro deixe de exibir os problemas de comportamento que referimos anteriormente, é essencial identificar o motivo de estresse do cachorro e procurar corrigi-lo ou elimina-lo.

Para isso, será necessário avaliar todas as opções com o médico veterinário de confiança. De fato, dependendo do caso, o profissional poderá optar por medicamentos alopáticos ou fifoterápicos para aliviar temporariamente os sintomas.

Entre todos os tratamentos disponíveis, no entanto, existem também as coleiras calmantes antiestresse.

Coleira calmante antiestresse

A coleira calmante antiestresse pode ajudar o seu cachorro a ficar mais calmo e evitar a depressão.

A coleira calmante antiestresse pode ajudar o seu cachorro a ficar mais calmo e evitar a depressão.

Cachorros sofrem de ansiedade, medo e tristeza assim como nós. Ainda mais em dias como o que vivemos atualmente, o estresse sempre está presente na maioria das pessoas, o que acaba sendo transmitido para o seu animal de estimação, contaminado ele com este mal.

Além de todas as opções descritas em artigo específico, existem também coleiras calmantes antiestresse disponíveis no mercado. Trata-se de coleiras que usam dois tipos de princípios: aromaterapia ou ferormônios.

Coleiras calmantes antiestresse com aromaterapia

Hoje em dia, as pessoas procuram cada vez mais formas naturais para problemas do dia a dia.

Por esse motivo, nasceu a coleira ‘Bella Goella’, ou seja, uma coleira em PVC atóxico, com óleos e essências naturais de Camomila ou Maracujá ou Melissa ou Capim Limão (de acordo com a opção escolhida). A ideia é ajudar o cachorro, de forma natural, a ser menos ansioso e ter uma vida mais tranquila.

A coleira calmante antiestresse ‘Bella Goella’ é, natural, atóxica e indicada para cães e gatos, adultos e filhotes.

No entanto, o fabricante informa que, por ser um produto natural, seu desempenho será notado gradativamente, não de forma imediata.

Tem durabilidade de seis meses após aberta e possui tamanho único de 50cm, podendo ser cortada para ajustar melhor ao cachorro.

Coleira calmante antiestresse com ferormônios

Outra forma de amenizar o estresse dos cachorros, é através do uso de coleiras calmantes antiestresse com ferormônios.

“Feromônios, essencialmente, funcionam como hormônios fora do corpo, exercendo uma influência química em outro organismo vivo”, diz Joseph Turk, D.V.M., um veterinário em Palm Harbor, Flórida.

Os feromônios parecem ajudar os cães a se sentirem mais seguros e protegidos. Atualmente, três marcas oferecem este feromônio sintético em coleira: Sentry Calming Collar, Adaptil e ThunderEase Calming Dog Collar. No entanto, ainda não são produzidas no Brasil.

Recentemente, a empresa CEVA começou a produzir outros produtos da linha Adaptil como o Difusor de Tomada e o Spray.

As coleiras, entretanto, podem ser achadas na internet em sites comerciais como Amazon ou Mercado Livre.

Como funcionam os ferormônios

A coleira calmante antiestresse possui feromônios.

A coleira calmante antiestresse possui feromônios.

Os feromônios são substâncias químicas que são naturalmente produzidas por animais. São disseminadas entre seres de uma mesma espécie e promovem reações específicas em seus indivíduos, influenciando diretamente seus comportamentos e desempenhando um papel na comunicação intraespécie.

São uma espécie de impressão digital. No entanto, são usados pelos indivíduos para identificar espécies, membros do grupo e quem sabe gênero, talvez idade e estado de saúde. Feromônios também podem comunicar informações sobre receptividade, excitação, posição social e até os estados emocionais e também são utilizados para a demarcação territorial. No entanto, ainda há muito a aprender sobre os feromônios.

Os coleiras calmantes antiestresse, são produzidas com um tipo de ferormônio conhecido como apaziguador, ou seja, um tipo de ferormônio liberado pelas cadelas no momento em que amamentam seus filhotes.

Eles são tão relaxantes que os feromônios parecem ajudar a aliviar a ansiedade em alguns cães. Há diversos estudos sobre o uso deste tipo de ferormônio. Em um deles, constatou-se que os cães que foram expostos a feromônios eram visivelmente menos ansiosos em um hospital veterinário. Em outro, que estudou cães da raça Beagle, descobriu-se que esses cães apresentaram menos nervosismo durante tempestades simuladas.

Apenas o uso coleira calmante antiestresse é suficiente?

Infelizmente, somente usar uma coleira calmante antiestresse não é suficiente para tratar ansiedade, mas ajuda.

Infelizmente, somente usar uma coleira calmante antiestresse não é suficiente para tratar ansiedade, mas ajuda.

Lidar com ansiedade e estresse, sem dúvida, não é tão simples. Na maioria das vezes são necessárias verdadeiras mudanças de rotina e hábitos.

Existem algumas correções no ambiente e técnicas mais naturais que podem ajudar a reduzir a ansiedade, o medo, a tristeza e o tédio.

Recomenda-se a adição dos seguintes hábitos no dia a dia:

  • Exercícios Físicos – Todos os cachorros devem se exercitar, a menos que tenha algum problema de saúde que o impeça. Animais que praticam atividade física regularmente apresentam melhora no comportamento, redução da ansiedade, se tornam mais dóceis e obedientes, têm melhora na qualidade do sono e podem ter a sobrevida aumentada em 2 anos, o que, para todos, é uma enorme recompensa.
  • Enriquecimento Ambiental – Solidão e confinamento sem entretenimento são certamente causas importantes de ansiedade canina. De fato, a junção destes fatores pode provocar comportamentos indesejáveis como compulsão, ansiedade de separação e/ou comportamento destrutivo.
  • Florais de Bach – terapia que tem, como principal propósito, promover a harmonia entre o corpo físico e emocional através de essências florais. 
  • Fitoterapia – Hoje em dia, há inúmeros suplementos no mercado que prometem acalmar os cachorros. Normalmente, esses suplementos possuem composições fitoterápicas calmantes para cachorro.
  • Tellington Touch – Também conhecido como TTouch, é um método usado para amenizar problemas de comportamento e até mesmo pequenos distúrbios físicos dos animais através do toque.
  • Acupuntura Veterinária – através da técnica milenar chinesa é possível reequilibrar os meridianos, influindo em órgãos internos, tecidos moles, estado emocional e outros. Além disso, a liberação de endorfina e cortisol causada pela acupuntura causa relaxamento muscular, melhorando o funcionamento muscular e orgânico como um todo.
  • Companhia – Considere a possibilidade de adotar um segundo bichinho para que posam fazer companhia um ao outro.

Referências Bibliográficas:

The Dog People – Dog Calming Collars: Do They Really Work? Your Complete Guide.