Todo mundo quer ter cachorro, mas ninguém quer ter uma casa cheirando a cachorro! Sim, adoramos nossos amigos peludos, isso é inquestionável. Mas o cheiro de cachorro pela casa incomoda, principalmente as visitas.

Não é nenhum mistério, é totalmente possível remover o cheiro de cachorro dos cômodos da casa, tapetes e dos móveis.

Seja cheiro de urina ou odor natural dos cães, é bastante desagradável ter que conviver com isso, visto que impregna em tudo e dá para sentir de longe ou assim que se adentra em casa.

Mas não se preocupe, esse post vai ajudá-lo a entender melhor a razão pela qual eles emanam esse odor tão peculiar e ainda vai aprender como se livrar dele de uma vez por todas do odor desagradável, sem precisar colocar o cachorro de molho todos os dias ou privá-lo do convívio dentro de casa.

Confira abaixo!

Como deixar o ambiente limpo e agradável

para se livrar do cheiro de cachorro o ambiente deve ser mantido limpo.

O primeiro passo para se livrar do cheiro de cachorro e evitar que ele fique impregnado nos cômodos, tapetes e móveis da casa é mantendo uma rotina de limpeza em dia, da seguinte forma:

  • Limpe com frequência as áreas preferidas ou mais frequentadas pelo cachorro;
  • Faça uma limpeza semanal de todos os acessórios e brinquedos do animal;
  • Mantenha a higiene do próprio animal em dia.

Quais as causas do mau cheiro de cachorro?

O cheiro de cachorro ruim pode ter várias causas.

Antes de aprender como eliminar o cheiro de cachorro da sua casa e dos móveis, você precisa entender as causas do odor desagradável.

Esse cheiro forte costuma ser proveniente do suor, da cera de ouvido e da necessidade deles de demarcação de território através da urina e outros odores.

Suor de cachorro

Como todo animal, inclusive os seres humanos, o cachorro também transpira, principalmente após atividades físicas e nos dias mais quentes.

Porém, no caso do cachorro, a sudorese ocorre apenas nas partes do corpo descobertas por pêlos, como a sola das patas e a barriga.

Portanto, quando ele transpira, essas partes vão ficando úmidas e o suor vai se espalhando por todas as superfícies onde ele andar ou deitar pela casa.

Cera de ouvido no cachorro

As orelhas dos cães possuem glândulas sebáceas, que produzem grandes quantidades de cera. Apesar de ser uma forma de proteção contra pequenos invasores. No entanto, ali dentro forma-se um ambiente ideal para a reprodução de microorganismos que causam um odor bastante desagradável.

Por isso, recomenda-se limpar as orelhas do animal com certa frequência, para eliminar o mau cheiro de cachorro proveniente dali, mas também para evitar doenças pelo acúmulo de cera, principalmente se as orelhas dele forem do tipo pendente.

Demarcação de território com urina e outros odores

Não é segredo para ninguém que os cachorros costumam demarcar o seu território através da urina. No entanto, eles também costumam produzir outros odores corporais com o mesmo objetivo.

Esses odores de demarcação são os principais responsáveis pelo mau cheiro de cachorro, que costumamos perceber e que fica impregnado no ambiente onde o cachorro gosta de ficar.

Como eliminar o cheiro de cachorro da casa

É possível eliminar o cheiro de cachorro da casa de várias formas.

Agora que você já sabe de onde vem o mau cheiro de cachorro, veja abaixo como você pode solucionar esse problema e eliminar de uma vez por todas do seu lar.

Veja só:

Utilizar o aspirador de pó regularmente

Os cães soltam pêlos, não tem jeito. Uns mais que outros, mesmo que você os mantenha tosados. E esses pêlos, uma hora ou outra, vão se espalhar pela casa, o que vai contribuir para o mau cheiro.

Por isso, manter uma rotina de limpeza frequente através das aspirações regulares vai ajudar a eliminar o cheiro e facilitar os seus afazeres domésticos.

Aspire o piso, móveis como sofás e poltronas, almofadas e tapetes regularmente, preferencialmente os locais onde o cachorro costuma ficar.

Mantenha pisos e superfícies limpos

Todo tutor que se preza leva o seu cachorro para passear na rua, no parque ou na praia. Geralmente, as patas e os pêlos costumam trazer sujeira para dentro de casa e, nem sempre, lembramos de limpar.

Com isso, a sujeira acaba se espalhando pela casa e contribuindo para o aumento do mau cheiro de cachorro, até porque ele também vem suado do passeio.

Para evitar o problema, tente manter as superfícies dos cômodos limpos, desinfetando com frequência. Isso vai livrar o ambiente do mau cheiro, mas também evitar a proliferação de germes e bactérias que podem vir de fora.

Deixe a casa arejada para circular o ar

Manter a casa arejada é fundamental para eliminar a umidade e circular o ar interno do ambiente, dissipando qualquer mau cheiro de cachorro ou outros odores, como mofo.

Então, procure deixar as janelas e portas de saída para o quintal abertas sempre que possível.

Isso vai fazer com que o ambiente não fique abafado e propague os maus odores tão desagradáveis.

Faça uso de aromatizadores de ambientes

Depois de tudo limpo e arejado, nada melhor que utilizar um aromatizador de ambientes para manter um perfume agradável pela casa. O ideal é utilizar substâncias naturais para evitar contaminação e alergias.

Esses aromatizadores podem ser encontrados em lojas de artigos para casa e decoração, na forma de óleos essenciais, vaporizadores ou líquidos.

Ou você pode criar o seu próprio aromatizador natural, com suco de limão, lavanda, raspas de laranja, etc.

Como remover cheiro de urina de cachorro do sofá e tapetes

O cheiro de cachorro pode impreganar sofás, almofadas e tapetes, mas pode ser eliminado.

Se o seu cachorro costuma conviver bastante dentro de casa, subir no sofá, descansar sobre as almofadas ou ficar deitado em algum tapete preferido, muito provavelmente ele vai deixar o seu “cheirinho” nesses locais.

Mesmo que ele não faça xixi nesses locais, ou em qualquer outro local inapropriado da casa, o cheiro de cachorro vai ficar impregnado ali, principalmente se os pêlos dele estiverem úmidos ou se ele transpira bastante.

Mas o problema tem solução simples, bastam algumas dicas de limpeza e você vai conseguir eliminar o mau cheiro de cachorro de tudo quanto é móvel, almofada e tapete da casa.

Veja abaixo:

Utilize a sua máquina de lavar

Uma boa ideia é utilizar capas de proteção para o sofá e almofadas que sejam removíveis e laváveis na máquina de lavar.

Você pode também lavar na máquina a cama de cachorro, cobertores, mantas, etc. Os tapetes se forem muito grandes e pesados, o ideal é que sejam levados para lavar fora, em lavanderias ou no quintal, esfregando com vassoura, água e sabão neutro.

Use um produto que tire manchas antes e deixe de molho, depois o sabão de lavar roupas na máquina e, por fim um amaciante para prolongar o perfume nos tecidos e e deixar as fibras mais macias.

Faça um mistura com bicarbonato de sódio

Essa receitinha caseira é tira-e-queda para eliminar manchas, germes e bactérias e o mau cheiro de cachorro do sofá, almofadas, roupa de cama, colchão e tapetes.

Mas antes de aplicar a solução, você terá que aspirar bem as superfícies, a fim de remover todos os pêlos.

A receita vai levar o seguinte: para cada 1 litro de água, ½ copo de vinagre branco, 1 colher (sopa) de bicarbonato de sódio, ¼ de copo de álcool e 1 colher (sopa) de amaciante de roupa — para um perfume agradável.

Basta misturar tudo e colocar a solução dentro de um borrifador, para ser aplicada nas superfícies, inclusive na cama dele.

Você pode também espalhar um pouco de bicarbonato pela superfície, deixando o produto agir por alguns minutos, esfregar um pouco com uma escova de cerdas macias ou pano e depois aspirar.

Como evitar que o cheiro de cachorro volte a impregnar o ambiente

Você pode fazer com que o cheiro de cachorro não vote de várias maneiras.

Mesmo que você mantenha a casa limpa e siga todas essas dicas, a simples presença do cachorro pode fazer com que o mau cheiro volte a impregnar o ambiente novamente.

Normal, afinal essa limpeza deve fazer parte da rotina constantemente. No entanto, não precisa desanimar!

É possível prevenir que esses odores apareçam com frequência. Basta tomar alguns cuidados simples com a própria manutenção da higiene do animal.

Banhos e Tosas regulares

Os banhos no cachorro devem seguir uma rotina regular, principalmente se ele transpira bastante por se movimentar com frequência.

As raças de pelos longos exigem uma maior manutenção, e você pode diminuir o trabalho tosando os pelos regularmente, especialmente no verão.

É necessário também manter a escovação dos dentes em dia para evitar o mau hálito e garantir a saúde bucal dele;, cortar as unhas e limpar as orelhas e patas.

Não deixe os pêlos úmidos

Sempre que o cachorro se molhar, seja no banho, na chuva ou na piscina, não deixe que ele fique molhado. Procure secar os pêlos dele por completo, sempre com uma toalha ou secador de cabelo (cuidado com a temperatura!) para evitar o famoso cheiro de cachorro molhado.

Mantenha a escovação dos pêlos em dia

Além do banho e tosa, a escovação dos pêlos é fundamental para ajudar no controle da produção de odores e remoção de pêlos mortos.

Além disso, as escovações são uma ótima desculpa para se conectar ao animal e dar aquele carinho e atenção extra, que eles tanto amam.

Não deixe de higienizar acessórios

A higienização completa dos acessórios do cachorro é essencial, e deve ser feita religiosamente a cada semana.

Isso inclui limpar os comedouros, bebedouros e brinquedos, bem como cobertores, roupas e a cama ou almofada dele, para que o cheiro de cachorro não se espalhe pela casa.

Cuidado para não espalhar o cheiro de cachorro

Tudo bem que o “cheirinho” desagradável é todo dele, mas não é só o seu cachorro que sai espalhando odores pela casa.

Nós, muitas vezes sem querer, contribuímos para essa disseminação do cheiro na casa. Sabe como?

Sem perceber, usamos os mesmos materiais para limpeza, como panos, vassouras e esponjas. Mas eles devem ser específicos para a limpeza dos itens e acessórios do animal.

Se você misturar na hora de limpar, vai acabar espalhando o cheiro de cachorro pela casa.

Concluindo…

Como você pode perceber, é possível manter um ambiente agradável, sem fortes odores desagradáveis, mesmo convivendo com o cachorro dentro de casa.

Você não precisa mantê-lo longe para evitar que o seu cheiro se espalhe pela casa. Basta seguir todas essas dicas e tomar todos os cuidados com a limpeza das áreas mais frequentadas por ele, de seus acessórios e da sua própria higiene.

Dessa forma, todo mundo fica feliz, convive bem em harmonia, mantém a saúde e as suas visitas nem vão perceber que você tem cachorro em casa, só quando ele aparecer para dar as boas vindas à elas!

Por Equipe Editorial

O Vidanimal.com.br acredita que compartilhar um bom conteúdo é a melhor maneira de fazer com que a informação chegue ao seu destino ou público alvo. Educar e conscientizar as pessoas é a nossa missão. Procuramos criar parcerias com profissionais empenhados em fazer parte dessa missão. Contamos com uma equipe de colaboradores que amam aquilo que fazem e se dedicam todos os dias para levar até você um conteúdo informativo de qualidade.

Deixe uma resposta