Já ouviu falar em canabidiol? Talvez para tratar certas condições humanas, como a epilepsia e outros problemas neurológicos, mas você sabe que pode servir também para animais de estimação?

O canabidiol ou CBD é uma substância proveniente da planta cânhamo ou “hemp”, mas que não contém o tetrahidrocanabinol ou THC, o composto ativo da maconha que tem efeitos psicoativos.

Se você mora no Canadá ou conhece alguém por lá, provavelmente já ouviu falar nele e nos seus supostos benefícios à saúde. A substância já chegou ao mercado dos suplementos no país e em mais alguns países do resto do mundo, onde foi legalizada há poucos anos.

Através do apoio de novas pesquisas sobre os seus efeitos terapêuticos no corpo humano, o CBD atingiu o mercado através de uma crescente variedade de produtos de saúde e beleza.

Como por exemplo, em forma de cremes faciais, óleos, vaporizadores e cápsulas, que muita gente tem chamando de a “droga milagrosa”.

Mas a novidade é que agora pesquisadores passaram a afirmar que a substância pode ser utilizada para tratar uma série de condições de saúde nos animais, incluindo ansiedade, artrite, osteoporose, epilepsia e certas doenças de pele.

Neste caso, o CBD está disponível para uso em forma de óleos, cápsulas, loções tópicas e até em formulações de petiscos caninos.

No entanto, embora a substância seja utilizada em diversos produtos no Canadá e nos EUA, ela ainda não tem legislação aqui no Brasil, o que dificulta demais o acesso a qualquer um desses produtos.

Mas se você ficou curioso sobre o assunto, vamos explicar tudo sobre o canabidiol o que ele pode fazer para aliviar certas condições de saúde e melhorar o bem estar do seu animal.

Confira abaixo!

O que é Canabidiol e de onde vem?

O canabidiol é uma substância extraída das folhas da maconha.

O canabidiol, popularmente conhecido por CBD, é um composto químico naturalmente encontrado nas plantas do gênero cannabis (maconha) e cânhamo. Em geral, é extraído das folhas dessas espécies de plantas através de um processo com solvente de CO2.

A substância resultante do processo é um óleo que contém CBD e The end product of this process is an oil containing nothing more than CBD e uma série de outros canabinóides e terpenos.

Assim, esse óleo versátil pode ser incorporado em uma variedade de produtos, sendo que nos países em que a substância já foi legalizada, como o Canadá e EUA, tem se tornado cada vez mais popular.

Canabidiol e o mercado consumidor

Entusiasmo por medicamentos naturais e de baixo custo ajudou o mercado pet decolar em rápida velocidade mais uma vez: a categoria de produtos pet com CBD cresceu em 946% em 2019, segundo o Brightfield Group, empresa de pesquisa de mercado de cannabis.

A pressa veio em seguida da aprovação de uma emenda que amenizava as restrições legais federais sob os produtos com CBD. Com isso, nomes famosos e celebridades resolveram investir intensamente na indústria.

Martha Stewart, por exemplo, famosa apresentadora de televisão e empresária norte-americana, anunciou recentemente que está desenvolvendo uma linha de produtos pet com CBD, com lançamento em breve no mercado.

O Ex-boxeador Mike Tyson e Cesar Millan, o famoso “Encantador de Cães”, fizeram uma parceria para lançar uma marca de produtos com CBD para cachorros. Até a banda de reggae-rock 311, que já possui uma linha de extratos e cápsulas de CBD para seres humanos, irão lançar óleo de CBD para cães.

Segundo o vocalista da banda, Nick Hexum, é a mesma coisa que o óleo de CBD para humanos, mas com um sabor diferente, mais apelativo ao paladar canino. Ele costuma oferecer a substância ao seu Leão da Rodésia.

No entanto, as pesquisas sobre o canabidiol em animais de estimação ainda são limitadas, e os poucos estudos realizados foram em pequenos grupos de animais. E embora petiscos caninos e extratos contendo CBD sejam vendidos em lojas físicas e online, esses produtos ainda não foram aprovados pela FDA. Portanto, veterinários não podem recomendá-los.

A comunidade científica veterinária pede cautela. Apesar de todos enxergarem o grande potencial desses produtos, é preciso que eles tenham a aprovação da FDA, para que os tutores se sintam seguros em oferecer um produto que tenha efeitos positivos.

Benefícios do Canabidiol para cachorros

O canabidiol pode trazer benefícos também para os cachorros.

Mesmo sem tantas pesquisas conclusivas, os adeptos da teoria que os benefícios do canabidiol para cães são os mesmo que para os humanos, insistem na eficiência dos produtos para certas condições de saúde.

O canabidiol funciona através da interação com um sistema de receptores cerebrais, neurotransmissores e enzimas no cérebro, chamado de sistema endocanabinoide, comum na anatomia de espécies mamíferas.

Como resultado, a substância tem sido usada por tutores para tratar as mesmas doenças e condições de saúde em ela é usada para o tratamento em humanos. Veja abaixo alguns dos usos mais comuns:

Ansiedade canina

Se você tem um cachorro, já sabe que em certos momentos do ano é normal ele reagir de forma nervosa em seu ambiente ou em outros locais não tão familiares. Qualquer festa ou celebração que haja fogos de artifícios, por exemplo, ou grandes tempestades de trovões, podem assustá-lo e desencadear crises nervosas de ansiedade.

Não importa onde eles tentarem se esconder, debaixo da mesa da cozinha, da cama ou do sofá, os barulhos constantes e altos podem causar tremedeiras e choradeiras terríveis.

Há evidências fortes de que o canabidiol pode aliviar esses sintomas de ansiedade e estresse em humanos, por isso, acredita-se que o mesmo efeito pode ocorrer nos cachorros.

Artrite e osteoporose

Com o avanço da idade, é comum o desenvolvimento de problemas ósseos e nas articulações, como a artrite e osteoporose. Isso é ainda mais comum em raças de cachorro como o Labradors and Alsacianos,cuja qualidade de vida, muitas vezes, pode ser bastante prejudicada por juntas rígidas e ossatura fraca.

Visto que o canabidiol é excelente tanto para aliviar dores quanto para reduzir as inflamações, ele pode ser a solução para os cães que sofrem de dores nas juntas e articulações. Muitos tutores estão relatando melhoras em seus animais com o tratamento de CBD.

Epilepsia

Você pode até não ter notado, mas a incidência epilepsia em cachorros é bem alta. Essa condição debilitada se manifesta comumente através de convulsões que podem ser tão apavorantes de assistir quanto para o cachorro em ter.

O CBD já passou por pesquisas extensas com relação ao seu potencial para reduzir a frequência de convulsões em pacientes humanos com epilepsia. As descobertas comprovam que altas doses de canabidiol pode prevenir os ataques, sendo que muitos tutores têm relatado que a substância também funciona da mesma forma nos cachorros.

Como saber se o CBD pode ajudar ou está fazendo efeito?

Muitas pesqusias sobre a eficácia do canabidiol ainda são inconclusivas quano ao uso canino.

Normalmente, os animais de estimação podem nos demonstrar os efeitos através do comportamento e da linguagem corporal deles. Mas da mesma forma que os tutores pensam que conhecem seus animais, eles podem também superestimar os efeitos positivos do CBD sob o animal.

Isso porque os cachorros são bons em esconder suas dores. Há uma questão de “efeito placebo” relacionado aos humanos, e isso acaba se estendendo também aos cachorros. Vários estudos demonstraram que as observações dos tutores eram bem mais positivas que os resultados medidos.

Isso não significa que não há efeitos. Mas pode ser que os efeitos sejam parcialmente uma impressão dos tutores, ao invés dos efeitos reais da droga em si. Há quem se preocupe também com o fato dos tutores começarem a usar CBD no lugar dos medicamentos comprovadamente eficazes e seguros.

No entanto, é provável que o CBD é deixe o animal mais relaxado de uma forma menos específica. Mas dada a sua popularidade nos dias de hoje, é preciso mesmo ter cautela e não se deixar levar por modismos, porque eles vêm vão.

Afinal, como acontece com muitos outros produtos no mercado, este provavelmente também está sendo bem promovido.

Afinal, o CBD é seguro para os cachorros?

Muitos tutores relataram melhoras nas condições de sáude com o tratamento de seus cães com canabidiol.

Embora existam todas essas controvérsias com relação à não comprovação de pesquisas suficientes, isso não impediu muitos tutores de tentar os tratamentos com canabidiol.

Muitos que trataram inflamações e dores nos seus cães com CDB puderam observar melhoras na mobilidade depois do tratamento, sem efeitos colaterais.

A verdade é que o CDB é comprovadamente muito seguro para humanos, e não há razões para não ser com os animais. Porém, se você for utilizar o CBD no seu cachorro, certifique-se de que é mesmo um produto específico para animais — CBD fabricado para humanos pode conter ingredientes inadequados para o consumo canino.

NUNCA dê produtos para os cães que contenham THC, pois podem fazer mal. É importante também checar se a companhia oferece resultados de testes que provem que o produto possui a potência e os ingredientes descritos na embalagem — infelizmente, alguns produtos não são o que dizem que são.

Tome cuidado também com a dosagem, as recomendações podem variar de acordo com a idade e peso do animal. O ideal é começar com dosagens pequenas e ir aumentando gradativamente, conforme a reação do organismo do animal.

No Canadá, o canabidiol para tratamento canino vem crescendo rapidamente. Muitas pessoas acreditam que ele pode não só aprimorar a saúde do cachorro em geral, como também pode ajudar no tratamento de alguns doenças.

Por enquanto aqui no Brasil essa é ainda uma questão longe de ser resolvida, e o acesso a substâncias como essas ainda encontra muitos obstáculos, inclusive para os humanos, o que dirá para os cachorros.

O jeito é esperar para ver o que vai acontecer por aqui. Até lá, quem sabe novas pesquisas estarão mais avançadas e poderemos ter mais certezas sobre a sua eficácia.

Por Equipe Editorial

O Vidanimal.com.br acredita que compartilhar um bom conteúdo é a melhor maneira de fazer com que a informação chegue ao seu destino ou público alvo. Educar e conscientizar as pessoas é a nossa missão. Procuramos criar parcerias com profissionais empenhados em fazer parte dessa missão. Contamos com uma equipe de colaboradores que amam aquilo que fazem e se dedicam todos os dias para levar até você um conteúdo informativo de qualidade.

Deixe uma resposta