A caixa de areia para gato é um item essencial em casa, principalmente se ele não tiver acesso a um ambiente externo. Não é só por conta da higiene e fortes odores para nós humanos, mas uma questão de instinto felino.

Os gatos costumam ocultar o odor de suas fezes e urina para evitar que possíveis predadores não possam farejá-los.

Embora seja um instinto natural, ocultar seus dejetos por conta própria, os filhotes não sabem sabendo e precisam ser ensinados a utilizar a caixa de areia de forma correta.

No entanto, como os gatos costumam ser animais bastante sensíveis e temperamentais, pode levar um tempo até que se adaptem e mantenham o hábito.

Além disso, o local onde você coloca a caixa e o tipo de caixa também podem influenciar nessa adaptação. Isso porque os gatos gostam de privacidade quando vão se aliviar.

Mas não se preocupe, ensinar a utilizar a caixa de areia para gato não é nenhuma missão impossível.

Para ajudar, o pessoal da WHISKAS® publicou recentemente algumas dicas que prometem facilitar todo o processo.

Confira!

Como escolher a caixa de areia para gato

Você deve escolher a caixa de areia para gato ideal para as necessidades dele.

A primeira coisa a fazer ao levar o gato filhote para casa é comprar a caixa de areia. Para isso, você deve escolher corretamente o modelo, pois há diversos tipos no mercado, desde os mais simples aos mais sofisticados.

Portanto, na hora de escolher, tente dar prioridade aos modelos mais funcionais – ao invés de focar na aparência.

A caixa de areia para gato ideal não deve ser muito grande, nem funda demais, mas precisa permitir que ele entre e saia dela sem maiores dificuldades.

Sendo assim, o melhor modelo é o raso, podendo ter tampa ou não. Há modelos também em que o gato pode entrar dentro por uma entrada e sair pela outra, mas esse tipo de caixa de areia é melhor quando o gato já estiver mais velho.

Para a primeira adaptação as melhores opções são as mais simples possíveis, desde que sejam mais rasas.

Como escolher a areia para a caixa

Escolhida a caixa, o passo seguinte é investir na areia ideal para ela. Isso porque além de existirem tipos de areia diferentes, cada bichano costuma ter suas próprias preferências e se adaptar melhor a um material específico.

Como não há uma regra geral ou fórmula secreta para determinar qual a melhor areia para a caixa, você terá que fazer algumas tentativas até encontrar aquela mais adequada.

As mais recomendáveis são as areias biodegradáveis ou de sílica, por conta da facilidade de limpeza.

Além disso, tente escolher a que possui grãos mais finos, que permitem esconder os dejetos e disfarçar o odor sem precisar utilizar perfume artificial.

Como ensinar o gato filhote a usar a caixa de areia

Você deve ter paciência para ensinar o bichano a usar a caixa de areia para gato.

Para que a adaptação do gato filhote à caixa de areia para gato ocorra da melhor forma possível, é preciso tomar algumas providências importantes.

Primeiro de tudo, é necessário encontrar um bom local para ela. Normalmente, os gatos são bem seletivos quanto aonde desejam se aliviar, bem como discretos.

Por isso, procure colocar a caixa de areia para gato em um local arejado, porém mais afastado de toda a agitação da casa, longe de locais de passagem e que proporcione certa privacidade ao animal.

Uma outra recomendação é não colocá-la próxima à área de alimentação, onde estão os comedouros e bebedouros de água.

Depois de selecionar o local da caixa, será preciso apresentá-la ao gato, para que ele entenda que é naquele local que ele vai passar a fazer suas necessidades.

Veja como fazer:

  • Leve o filhote até a caixa de areia após as refeições e logo que ele acordar;
  • Incentive a ficar por um tempo dentro da caixa e a realizar os movimentos necessários para enterrar os dejetos com as patas dianteiras;
  • Quando ele fizer corretamente, faça um elogio e dê alguma recompensa como um petisco de gato, para que ele entenda que fez correto;

Concluindo…

Procure ser persistente e ter paciência, pois é normal alguns filhotes demorarem mais tempo para aprender ou se adaptar. O importante é não desistir!

Quando notar que ele está confuso, procurando um local para se aliviar, leve-o imediatamente até a caixa, principalmente se ele começar a afofar ou a remexer os tapetes e as almofadas.

Vale lembrar que você deve retirar todos os dejetos diariamente e trocar a areia pelo menos uma vez por semana. os gatos prezam pela sua própria higiene e limpeza.

Caso você tenha mais de um gato em casa, será preciso uma caixa de areia para cada um deles, eles não gostam de dividir seus pertences.

Por Equipe Editorial

O Vidanimal.com.br acredita que compartilhar um bom conteúdo é a melhor maneira de fazer com que a informação chegue ao seu destino ou público alvo. Educar e conscientizar as pessoas é a nossa missão. Procuramos criar parcerias com profissionais empenhados em fazer parte dessa missão. Contamos com uma equipe de colaboradores que amam aquilo que fazem e se dedicam todos os dias para levar até você um conteúdo informativo de qualidade.

Deixe uma resposta