Uma caminhada diária com o seu cachorro mais uma outra atividade física é a melhor maneira de se manter em forma. Se quiser, ainda é possível incorporar o seu cachorro na ginástica todos os dias, basta usar alguns brinquedos e utilizar uns truques para envolvê-lo na atividade.

A maioria dos cachorros vão estar sempre interessados na sua companhia, querendo participar de tudo na sua vida, exceto apenas algumas exceções de raças. Portanto, o melhor treinador “personal” é o seu cachorro! Afinal, treinar juntos é muito mais incentivador e divertido que sozinho.

Surpreso? Mas é verdade! Saiba como incluir o seu cachorro na ginástica diária, ficando sempre em forma e fazendo ele feliz!

Confira abaixo!

Benefícios em incorporar o cachorro na ginástica

Incorporar o cachorro na ginástica traz muitos benefícios.

A maioria dos cachorros hoje em dia sofrem de sedentarismo, como nós humanos. A falta de tempo com a vida agitada e sempre ocupada de seus donos acabam influenciando no modo de viver do cachorro também.

Sem longos passeios diários e atividades físicas para gastar energia e queimar gorduras eles se tornam obesos. E como todos nós sabemos, o excesso de peso faz mal à saúde, humana e canina.

A falta de atividade física enfraquece a tonicidade geral da musculatura, além de reduzir a imunidade. Portanto, as atividades físicas ajudam a manter a musculatura forte, assim como as articulações.

Além disso, exercícios ativam a circulação sanguínea, melhoram a respiração e os batimentos cardíacos, fazendo todo o organismo funcionar de forma adequada, evitando problemas de saúde a longo prazo e mantendo o peso corporal adequado.

Mas antes de sair investindo em equipamentos e começar a treinar, é importante que você entenda que incorporar o cachorro na ginástica pode levar tempo. isso porque alguns tipos de exercícios vão demorar mais para o seu cachorro entender o que você quer que ele faça.

Obviamente, o cachorro não vai fazer todos os mesmos exercícios que você, mas você pode incentivá-lo a se movimentar junto com você, melhorando a saúde de vocês dois.

Como incluir o cachorro na ginástica

O primeiro passo é escolher um horário de treino que seja adequado para vocês dois, pois é preciso ter cuidado com os cachorros nas atividades físicas. Portanto, não tente fazê-lo “malhar” em um horário que ele costuma tirar seus cochilos, por exemplo. Da mesma forma, não tentem se exercitar depois de se alimentar, nem em horários em que as temperaturas estão mais altas, principalmente durante o verão.

Comece estocando e separando alguns brinquedos e “recompensas”, para incentivar o interesse do animal, e atrair a sua atenção para o que você quer que ele faça. As recompensas com alimento vão atraí-lo mais rapidamente, mas se o objetivo é não só se divertir mas melhorar a saúde, os brinquedos são a melhor opção.

Seja paciente. Dependendo da raça do seu cachorro, ele pode ou não se interessar pela ideia. Algumas raças são mais ativas que outras, enquanto alguns cachorros também são mais ávidos a agradar seus donos, outros preferem ficar mais na deles.

Observe quais são as atividades que eles gostam mais. Raças como o Border Collie, adoram “rally” e percursos com obstáculos, outros preferem apenas correr ou caminhar. Considere sempre o que funciona melhor melhor para ele e vá adaptando o cachorro na ginástica aos poucos.

Caso não funcione ou não obtenha o sucesso esperado, não fique brava com ele. Quem sabe ele goste apenas de ficar deitado observando-a, fazendo-lhe companhia — já é melhor que nada.

Exercícios para incluir o cachorro na ginástica

Há vários exercícios que podem inlcuir o cachorro na gisnástica, como a yoga.

Se exercitar em casa é bom para entreter você e também o cachorro. Mas é preciso encontrar as atividades que funcionam melhor tanto para você como para o seu animal e tente incorporar o cachorro na ginástica.

Alguns exercícios podem ser feitos juntos. Se você não for um iniciante nos esportes, então provavelmente você já deve imaginar mais facilmente como incluir o cachorro na ginástica.

Mas, antes de começar, faça uns 15 minutos de aquecimento e alongue bastante os braços, pernas, quadril e pescoço, repetindo o alongamento de novo no final da série.

Veja abaixo quais os exercícios que podem ser feitos com o cachorro na ginástica:

Agachamento (squats)

Prenda a atenção do cachorro com um brinquedo ou bola. Separe as pernas semi flexionadas, paralelas ao quadril e ombros. Ao agachar, levante o brinquedo ou a bola na acima da cabeça ou na altura dos olhos. Mantenha as costas eretas e empurre o quadril para trás, como se fosse sentar em uma cadeira. Repita 10 vezes, em cada intervalo de 3 séries.

Polichinelos

Novamente, chame a atenção do cachorro. Segure o brinquedo ou a bola em uma mãe e passe para outra toda vez que as mãos subirem juntas acima da cabeça, cada vez que fizer um polichinelo. Repita 10 vezes, em cada intervalo de 3 séries. Você pode variar o polichinelo com o tipo tesoura e as mãos para frente alternadas.

Avanços

Esse é outro exercício bem eficiente para incluir o cachorro na ginástica junto com você. pegue a bola ou brinquedo com a sua mão esquerda, e coloque a perna direita para trás, abaixando como se fosse encostar os joelhos no chão, subindo e descendo devagar.

Abaixe a mão em direção ao chão para que o cachorro pegue o brinquedo. Repita 10 vezes, em cada intervalo de 3 séries, cada perna.

Abdominais

Deite de costas no chão, traga as pernas dobradas na altura do peito e levante-as. Mantenha as pernas no alto eretas e as mãos segurando o brinquedo acima da cabeça. Desça as pernas até o chão sem encostar. Repita 10 vezes, em cada intervalo de 3 séries.

Agora fique na mesma posição do início e segure o brinquedo com os braços acima da cabeça. Mova as pernas como se estivesse andando de bicicleta. Faça 20 repetições, em três séries.

Você pode também continuar deitado de costas no chão e dobrar os joelhos. Deite levante levando o brinquedo para entre as pernas ou alternando de uma lado para o outro.

Prancha invertida

Deite de barriga e estique os braços para frente e pernas para trás. Mantenha o brinquedo ou bola nas mãos. Estique o corpo ao máximo e levante as pernas e braços ao mesmo tempo, segurando o corpo por 3 a 5 segundos no ar. Repita 10 vezes, em cada intervalo de 3 séries.

Alternados

Com as pernas afastadas, mova a bola ou brinquedo de uma lado do quadril ao outro alternadamente. O cachorro ficará correndo de um lado para o outro seguindo o brinquedo. O mesmo pode ser feito para cima e para baixo.

Há vários tipos de exercícios que podem ser feitos com o cachorro na ginástica. Depois que você começa fica mais fácil de saber quais deles funcionam melhor. Corridas, caminhadas mais longas e aceleradas, hiking, fazer ele te puxar no skate ou de patins, tudo isso conta e é super saudável.

Depois que o cachorro estiver acostumado, você pode ser mais criativo e variar nos exercícios.

Bom workout!!!

Por Equipe Editorial

O Vidanimal.com.br acredita que compartilhar um bom conteúdo é a melhor maneira de fazer com que a informação chegue ao seu destino ou público alvo. Educar e conscientizar as pessoas é a nossa missão. Procuramos criar parcerias com profissionais empenhados em fazer parte dessa missão. Contamos com uma equipe de colaboradores que amam aquilo que fazem e se dedicam todos os dias para levar até você um conteúdo informativo de qualidade.

Deixe uma resposta