Ter um cachorro na sua vida pode mudar completamente o seu modo de viver e a sua rotina, mas também pode ampliar a sua forma de ver o mundo. Uma vez tutor, pode até ser estranho se imaginar sem um cachorro para lhe fazer companhia. No entanto, em algum momento ele vai crescer e deixar de ser aquele filhote cheio de energia com o avançar da idade. Quando isso acontecer, o seu cachorro idoso agora vai precisar ainda mais do seu amor e carinho.

Ao invés de ficar todo excitado e começar a pular na frente da porta esperando você chegar ou pedindo para passear, ele provavelmente vai preferir tirar uma soneca à sair de casa.

Embora assistir ao seu cão envelhecer possa ser triste e um enorme desafio, há muitas coisas que podem ser feitas para mantê-lo saudável e ativo, até prolongando ainda mais a sua longevidade.

Dessa forma, vocês vão conseguir continuar aproveitando a companhia mútua como sempre fizeram, só que por mais tempo.

Veja como abaixo!

Dica #1: Controle o peso do seu cachorro idoso

Cachorro idoso precisa controlar masi o peso e ter uma dieta especial.

É importante manter o peso do seu cachorro idoso sob controle não só para evitar a obesidade canina, mas também de colocar estresse extra no coração, pulmões, e outros órgãos vitais, que podem ficar mais suscetíveis a condições sérias de saúde como doenças cardíacas e diabetes.

Visto que o seu cachorro em idade avançada não vai estar mais tão ativo como quando era mais jovem, é bem provável que ele ganhe peso se você continuar a alimentá-lo com a mesma quantidade e o mesmo alimento de quando ele costumava a ser mais ativo.

Ao passo que o cachorro idoso vai ficando com menos energia, você deve considerar trocar a sua dieta por um alimento desenvolvido especificamente para a idade dele, como uma ração para cachorro idoso.

As rações específicas para cachorros idosos contém as quantidades corretas de vitaminas e nutrientes essenciais para garantir que o animal continue saudável enquanto envelhece. Além disso, a fórmula desses alimentos possui menos gordura — fator essencial para monitorar o peso dele.

Procure por uma ração que contenha ingredientes como peixe, gemas de ovos, probióticos e folhas verdes. Se você estiver com dificuldades em manter ou ajudar o animal a perder peso, peça conselhos ao veterinário para que ele possa sugerir um plano de dieta adequado.

Dica #2: Mantenha o cachorro idoso ativo

Cachorros idosos precisam se manter ativos para moviemntar os músculos e articulações.

Manter o seu cachorro idoso ativo vai ajudar a garantir que ele não se deteriore tão rapidamente. Embora seja necessário deixar que ele descanse se tiver um dia cansativo ou agitado, você deve sempre encorajá-lo a fazer caminhadas, brincar no jardim, e recompensá-lo por vir quando chamado.

Não deixe de manter os truques e treinamentos que você ensinou quando ele era mais jovem — só porque estão mais velhos, não significa que eles não possam desempenhar as mesmas tarefas e comandos.

Fazer com que eles continuem saindo de casa é como dar a eles algo para esperar, mas também ajuda a descobrir quando algo sério estiver acontecendo com ele. Como quando você tiver que levá-lo ao veterinário e ele se recusar a se mover, você saberá que isso não é normal.

Dica #3: Dê maior atenção ao corpo do cachorro idoso

Cachorro idoso pode precisar de mais atenção ao seu corpo para aliviar dores.

Como o cachorro idoso é mais suscetível a problemas musculares, ósseos e articulares, você precisa intervir e fazer o que puder para aliviar essas condições de saúde. Há tratamentos muito simples que podem ser feitos.

Massagear o seu cachorro pode ajudar a aliviar as dores musculares e a fazê-los funcionar de forma mais adequada. Alongar as patas do seu cachorro pode aliviar o estresse das juntas e articulações.

Se você sabe que ele está sofrendo de fraqueza nas articulações ou artrite, considere alguns suplementos para cachorros. Eles podem ser tratamentos efetivos para ajudar a aliviar as dores nas articulações e fazer com que eles passem a se movimentarem melhor novamente.

Alguns suplementos contém Ômega-3 para amaciar juntas endurecidas, N-Acetil-D-glucosamina para ajudar a construir cartilagem nos tecidos das juntas, e ácido hialurônico para lubrificar as juntas e prevenir que endureçam.

Além dos suplementos para articulações, considere colocar um pouco de açafrão na ração do animal, que é conhecido pelas propriedades antiinflamatória nos humanos e animais. Mas saiba que isso não é uma solução imediata, se tornando eficaz apenas após um período de tempo.

Dica #4: Faça check-ups regulares no veterinário

Cachorros idosos precisam fazer check-ups mais regulares no veterinário.

Se o seu cachorro já passou dos oito anos de idade, ele já pode ser considerado um cachorro idoso ou sênior. Neste caso, ele está mais suscetível ao desenvolvimento de condições de saúde, que muitas vezes não são perceptíveis até que seja tarde demais.

Ao levá-los ao veterinário a cada 6 meses, você pode ficar tranquilo quanto eles estarem saudáveis, por dentro e por fora. Nesses check-ups regulares, o veterinário consegue examinar como anda o coração, a audição e a visão do animal, bem como checar quaisquer inchaços ou caroços que podem ter se desenvolvido.

Não espere que ele desenvolva sintomas para levá-lo ao veterinário – com os check-ups regulares você pode diagnosticar os problemas mais cedo, antes que eles se agravem e fiquem mais difíceis de tratar.

Se você notar qualquer mudança repentina ou problema com o seu cachorro, reaja rapidamente e leve-o ao veterinário assim que possível. Enquanto os cachorros mais jovens conseguem se recuperar mais facilmente de uma tosse ou uma gripe, um cachorro idoso já não possui a mesma capacidade.

Levando o animal ao veterinário regularmente você pode descobrir os problemas mais cedo e resolvê-los mais facilmente.

Dica #5: Cuide da saúde dentária do cachorro idoso

O cachorro idoso possui dentes mais sensíveis e suscetíveis à doenças dentárias.

Ao passo que os cães vão envelhecendo, seus dentes ficam mais suscetíveis à infecções, além de ficarem também mais sensíveis, causando mais dores. Ele não só vai apresentar sintomas como mau hálito, mas também pode ter problemas no coração e no fígado.

E cuidar dos dentes do seu cachorro idoso não poderia ser mais fácil; basta escová-los regularmente com pasta de dente canina, se possível todos os dias. Mas se escovar os dentes dele não for viável ou muito desconfortável pra ele, você pode usar gel ou gotas dentais.

Isso vai limpar os dentes e as gengivas, evitando a proliferação de bactérias, e o desenvolvimento de doenças periodontais, como gengivite. Há também muitas opções de brinquedos próprios para os dentes e petiscos, que promovem a higiene dental se livrando se sujeiras e pedaços de alimentos acumulados.

Concluindo… para manter o seu cachorro idoso saudável

Ao manter o seu cachorro saudável você prolonga o tempo de vida dele ao seu lado.

Cuidar de um cachorro idoso pode ser cansativo e assustador, sendo que a ideia de ser responsável por um animal em condições potencialmente frágeis é mesmo uma sobrecarga.

No entanto, viver com ele daqui pra frente não significa que vocês tenham que mudar como se relacionam. Ele é o mesmo cachorro por dentro, mas com uma bagagem adicional e talvez algumas necessidades especiais, que não existiam quando ele era mais jovem.

Da mesma forma que você contou com o suporte emocional dele no passado, ele agora depende de você para mantê-lo saudável e prolongar o seu bem estar — isso significa que você terá que estar mais atento e responsável em relação às novas necessidades dele.

Poder assistir o seu cachorro crescer e envelhecer é um privilégio extremamente gratificante e recompensador, que pode lhe encher de orgulho. Siga todas as dicas acima para manter o seu cachorro idoso saudável para que você e ele possam desfrutar da companhia mútua por muito mais tempo.

Por Equipe Editorial

O Vidanimal.com.br acredita que compartilhar um bom conteúdo é a melhor maneira de fazer com que a informação chegue ao seu destino ou público alvo. Educar e conscientizar as pessoas é a nossa missão. Procuramos criar parcerias com profissionais empenhados em fazer parte dessa missão. Contamos com uma equipe de colaboradores que amam aquilo que fazem e se dedicam todos os dias para levar até você um conteúdo informativo de qualidade.

Deixe uma resposta