Os animais de estimação são como amados membros da família para os seus tutores. Por isso, está cada vez mais comum presenciar a participação do cachorro em casamentos, por exemplo, seja através do pedido de noivado ou da sua presença durante a cerimônia e/ou recepção.

A ideia é fazer com que esses animais façam parte de todos os momentos especiais da vida do casal, já que fazem parte da família. Nem que para isso eles tenham que desempenhar papéis importantes ou cupmprir missões pra lá de especiais.

Os pedidos de casamento, por exemplo, estão ficando cada vez mais criativos e nada mais romântico que incluir o cachorrinho para dar aquela incrementada ou “empurrãozinho” para amolecer o coração da noiva e garantir o tão esperado “sim, eu aceito”.

Já no caso das cerimônias e recepções de casamento, não basta apenas colocar o cachorro na lista de convidados. Será preciso planejar tudo com cuidado para que a sua presença não estrague os planos do dia perfeito ou crie problemas.

Há muitas formas de incluir os cachorros em casamentos, desde permitindo que ele tenha uma presença marcante a uma certa função específica. Se o cachorro já for um velho conhecido de vocês, provavelmente já se tem ideia de que ele estará ou não preparado para a tarefa.

Caso contrário, mostraremos abaixo como prepará-lo de forma adequada para participar do grande dia, garantindo que tudo saia conforme o planejado, além de dar dicas criativas de como envolver o cachorro no casamento, seja apenas no pedido ou na festa.

Acompanhe!

Como preparar o seu cachorro para momentos especiais

casal de noivos e cachorro em casamentos

Utilizar cachorro em casamentos exige preparo antecipado.

Normalmente, o animal de estimação convive com seus tutores na maior parte do tempo, seja em casa, passeios ou viagem em família. Por isso, nada mais justo as pessoas desejarem incluir seus animais de estimação em momentos especiais e marcantes da vida, como os casamentos.

Mas antes de programar qualquer que seja a participação deles ou designar um função específica, é fundamental prepará-lo com antecedência e tomar alguns cuidados. Uma das principais medidas é checar se o local comporta a presença de animais e a outra é considerar o temperamento do animal em relação ao evento, entre outras coisas que iremos discutir abaixo.

Veja agora como você pode preparar o seu cachorro para participar do seu casamento:

Considere o temperamento e o porte do animal

A primeira coisa que o tutor precisa fazer antes de tomar a decisão de incluir o cachorro em casamentos é observar se a personalidade e o temperamento dele é capaz de se ajustar a um evento com várias pessoas estranhas. Isto é, fora do seu convívio.

Mesmo que a cerimônia seja simples, ao ar livre, com poucas pessoas e mais descontraída, ele pode não estar acostumado a ter tantas pessoas a sua volta. Por isso, pode se assustar ou ficar irritado, descontando uma reação não muito cordial com um outro convidado.

Portanto, é essencial que você conheça bem o seu cachorro para saber se ele é capaz ou tentar prever qualquer reação inapropriada que ele possa vir a ter e prepará-lo de acordo.

Se ele é dócil, sociável e extrovertido, e está acostumado a ter a casa cheia de convidados uma vez ou outra, é capaz dele poder protagonizar papéis de destaque no evento. Ele só não pode ser do tipo agressivo, nem medroso, bagunceiro e agitado.

Para garantir, você pode contratar um adestrador profissional para preparar o comportamento dele e treiná-lo de forma específica para participar do casamento. Algumas raças de cachorro mais inteligentes como o Labrador Retriever, o Pastor Alemão e o Border Collie costumam aprender mais rápido.

Outras raças do tipo cão de guarda podem assustar os convidados, mesmo que sejam tranquilos, e os de porte muito pequeno podem se machucar em meio a tanta gente junta.

Faça algumas simulações com mais gente

pastor alemão com plaquinha pendurada no pescoço no parque com noivos ao fundo

Simule situações com grande número de pessoas ao redor do animal.

Se você quer garantir que o seu cachorro vai dar conta do recado, procure fazer algumas simulações de eventos em casa, recebendo uma quantidade maior de gente ou leve-o para lugares onde há concentrações maiores de pessoas estranhas.

Aproveite para observar como ele se comporta e reage a diferentes situações. Introduza-o a pessoas novas, lugares diferentes e vá fazendo uma socialização maior do que ele está acostumado.

Será importante também para você saber como lidar com ele nessas situações, se você também é capaz de manter ele no seu controle, com os comandos certos e uma resposta obediente em diferentes situações.

Disponha de tempo para treinamento

Não vai adiantar simplesmente tomar a decisão de incluir o cachorro no casamento, marcar a data e pronto. Você terá que dispor de tempo para treiná-lo para esta situação.

Tudo vai depender do quanto ele já é adestrado, do envolvimento dos familiares e da dedicação dos tutores. Se ele já estiver acostumado a responder simples comandos ou tem o hábito de carregar objetos para você pela casa, o treino pode durar apenas poucas semanas.

Mas se ele nunca fez nada parecido e vai desempenhar alguma função em que terá que protagonizar sozinho, sem a ajuda de um humano, você pode levar mais tempo para conseguir o comportamento desejado.

Uma boa forma de treiná-lo é utilizando o comando de andar junto, com a guia bem frouxa em passos devagar, porém no meio de muita gente. Um bom lugar seria as feiras livres, que tem muita gente, muita comida e cheiros diferentes. Dessa forma, ele vai ficar acostumado a agir em meio a várias distrações, com confusão e barulho.

Depois disso, introduza o carregamento de objetos, começando com uma bolinha, depois algum brinquedo e termine com o acessório que pretende usar – vá sempre caminhando em direção a alguma outra pessoa ou alvo (um dos noivos, por exemplo) e lhe dê uma recompensa ao chegar.

Acostume-o com roupinha ou objetos

Yorkie vestido para casamento

Para colocar roupinhas no cachorro em casamentos é preciso que ele esteja acostumado.

O uso de roupas e acessórios que ele não esteja acostumado também vai exigir treino e tempo para o animal se acostumar. Usar cachorro em casamentos é assim, cada detalhe é importante para que tudo dê certo.

Se ele estiver acostumado a usar roupinha no inverno, então ela não vai se importar. Mas tente escolher algo que não o incomode ou atrapalhe os seus movimentos ou impeça-o de se aliviar. Às vezes, uma bandana, gravata ou coroa de flores é o suficiente para deixá-lo glamouroso.

Portanto, seja criativo, mas não exagere nos ornamentos. Se ele não estiver acostumado a usar roupas, comece a introduzir pequenas peças aos poucos no seu dia a dia para ele não estranhar, com bastante antecedência.

Você pode depois livrá-lo das roupas ou acessórios logo que acabar a função e tirar as fotos, deixando ele ficar a vontade. Ah, não se esqueça de levar em consideração a temperatura do dia, para que ele não fique desconfortável com o frio ou com o calor.

Evite grandes mudanças um dia antes do evento

Evite mudar a rotina dele próximo ao dia do casamento e no dia, tentando ao máximo fazer tudo igual. Sabemos o quanto é difícil, mas os cães podem pressentir o clima de nervosismo e tensão no ar.

Portanto, não mude o alimento nem os horários das refeições. Se ele costuma ir ao petshop para tomar banho, peça para capricharem, senão faça tudo como ele estiver já acostumado. Por exemplo, se ele nunca sai de casa para tomar banho, não invente uma ida ao petshop para não estressá-lo num dia em que ele precisa estar tranquilo.

Tome os cuidados para depois de cumprida a missão

cachorro em casamentos de gravatinha borboleta lilás

Quando tudo terminar garanta um local confortável para ele descansar.

Se ele se comportou bem e continua tranquilo após cumprir a sua grande missão, não há problema em deixá-lo participando da festa, desde que alguém esteja encumbido de tomar conta dele.

Do contrário, tenha bom senso. Durante os casamentos as pessoas costumam se exceder nos abraços e fotos, além do barulho. Ele pode não gostar de ficar nessa bagunça por tantas horas seguidas. Além disso, tem gente que não tem muita noção e pode dar algo para ele comer que não deveria.

Portanto, já que ele se esforçou para lhe dar momentos de alegria nesse seu dia especial, agora é hora de priorizar o bem-estar dele. Se ele não puder deixar o local e ir para casa, providencie um local mais reservado, com alguém responsável por ele, para garantir que ele tenha comida, água e o conforto necessário para descansar.

Prepare-se para lidar com imprevistos

Obviamente, imprevistos acontecem mesmo não utilizando cachorro em casamentos. Nada podemos fazer a esse respeito, é coisa da vida. Mas, algumas coisas podem ser evitadas.

Como por exemplo, se certificar de que ele poderá entrar na igreja ou buffet para desempenhar a sua função. Vale lembrar que, São Francisco de Assis é o santo padroeiro dos animais, da natureza e, também conhecido por ser o santo dos pobres.

Caso estiver planejando casar na igreja e fazer com que o cachorro vá até o altar, opte por uma paróquia de São Francisco de Assis que é a única que permite animais dentro da igreja, embora nem todas aprovem.

É bom lembrar também que nem todo mundo tolera animais, e alguns convidados podem se sentir desconfortáveis com ele circulando solto pelo local, por exemplo.

Outras situações também desagradáveis também podem acontecer, como ele subir em cima de alguém, correr atrás de crianças, latir em excesso ou quando não permitido, e até fazer as necessidades onde não deveria.

Caso alguma coisa desse tipo acontecer, tente lidar da melhor forma possível e sempre com bom humor. Afinal, é o seu dia de alegria!

Dicas de como incluir o seu cachorro em casamentos

casal de noivos segurando cachorro em casamentos

É possível inlcuir o cachorro em casamentos de diversas formas.

Agora que você já está com tudo preparado e parece estar no controle da situação, chegou a hora de decidir como incluir o seu cachorro no casamento de forma criativa e com o seu toque especial.

Afinal, incluir cachorro em casamentos, além de não ser uma tarefa fácil, isso deve ajudar a refletir a personalidade do casal e do estilo de vida de vocês no evento, para que todos os convidados possam perceber.

Veja as nossas dicas de como fazer isso abaixo:

Cachorro em casamentos levando as alianças

Normalmente, cachorro em casamentos costuma ser usado para carregar as alianças até o altar. Eles podem fazer isso de diversas formas: presas a uma corrente ou caixinha pendurada no pescoço, carregando a alça de uma cestinha com as alianças dentro ou apenas escoltando a daminha e o pajem até o altar.

Cachorro em casamentos como “Flower-dog”

cachorro em casamentos com buque de flores

O cachorro em casamentos pode funcionar como flower-dog

Assim como as crianças ficam lindas entrando na igreja ou no local da recepção jogando pétalas de flores até o altar, como clássicas “flower-girls”, o cachorro poderá fazer este mesmo papel sozinho carregando uma cesta cheia de flores ou trazendo uma plaquinha presa ao pescoço com uma frase de efeito.

A plaquinha pode conter um trecho de uma poesia, letra de música que remeta ao casal, ou apenas avisando a chegada da noiva: “Lá vem a noiva”.

Participando antes do casamento

Embora muitos casais adorariam que seus companheiros caninos participassem do casamento, nem sempre isso é possível. Seja por conta do temperamento do cão, regras do local ou até mesmo a idade ou saúde do animal, esse desejo pode não ser realizado da forma como gostariam.

No entanto, nem tudo está perdido. Se vocês não forem do tipo supersticiosos com o fato do noivo ver a noiva no dia do casamento, que tal planejar algumas horas ou até um dia antes todo dedicado ao seu cachorro para celebrar um mini-casamento só vocês juntos.

É uma forma simbólica de incluir a participação dele neste dia especial para que todos vocês usufruam da energia e alegria, como se estivessem no grande dia. Tire muitas fotos de recordação!

Fazendo uma sessão de fotos especial

cachorro em casamentos de gravata no making of de fotos

É possível incluir o cachorro em casamentos no making of com uma sessão de fotos.

E por falar em fotos, porque não simular o dia do casamento com uma sessão de fotos super especial em que o cachorro possa participar. Ou organizar o “making of” com o animal por perto.

Você pode tirar fotos memoráveis com ele participando de toda a preparação do evento. Como por exemplo, te fazendo companhia ao se maquiar, posando ao lado do vestido pendurado, segurando o buquê de flores na boca ou ajudando o noivo a se preparar. Ele ficará feliz de se ver nas fotos pela casa de vocês.

Cachorro em casamentos como cinegrafista

Ainda sobre cachorro em casamentos, uma excelente ideia é não só incluí-lo no evento, mas deixar que ele grave tudo sob o seu olhar canino. Ou seja, prenda uma câmera na cabeça do animal e deixe que ele filme o evento da sua perspectiva.

É uma maneira super criativa de ter uma linda recordação sob um olhar diferente, principalmente se for um evento bem intimista, sem a presença de fotógrafos ou filmadores. Há quem tenha feito isso em casamentos onde haviam apenas ou noivos e o cachorro, sem qualquer outro convidado.

Cachorro em casamentos promovendo uma boa ação

Ao invés de passar a gravata para que os convidados contribuam com a lua-de-mel dos noivos, você pode usar o cachorro em casamentos para inspirar a ajudar uma instituição que resgata animais abandonados.

Dessa forma, vocês podem angariar fundos e ajudar aqueles animais que não tiveram a mesma sorte que o seu de viver em um lar cheio de amor ou até incentivar os convidados a adotar um. Vocês podem até pensar em uma roupinha ou uma plaquinha para ele carregar nesse momento.

Como incluir o seu cachorro no pedido de casamento

cachorro deitado no chão com alianças no focinho

O cachorro pode participar do pedido de casamento.

Se você adorou a ideia de incorporar o cachorro em casamentos, mas ainda não fez o pedido formalmente, aproveite a oportunidade para realizar as duas coisas. Comece incluindo ele no pedido e depois, quem sabe, se a noiva aceitar, vocês incluam o animal também no casamento.

Para inspirar, veja abaixo algumas ideias para fazer o pedido de casamento com a ajuda do seu cachorro. Temos certeza de que a noiva não vai resistir!

Providencie uma roupinha personalizada

Mande estampar em silk ou personalizar de alguma forma uma roupinha de cachorro com a sua proposta de casamento. Pode ser uma frase simples, do tipo: “Quer casar com o meu pai?” ou qualquer outra que tenha o mesmo efeito, como “Diga sim!”, e aí você introduz o pedido olhando nos olhos dela.

Faça-o trazer o anel de noivado

filhote de labrador com anel de noivado equilibrado no focinho.

O cachorro pode fazer parte do pedido de casamento trazendo anel de noivado.

Ao invés de trazer a mensagem do pedido de casamento, o cachorro pode trazer o anel de noivado de alguma forma. Se ele for altamente adestrado, ele pode trazer equilibrando em seu focinho ou na sua cabeça.

Mas se isso for arriscado demais, você pode amarrar a caixinha na coleira dele de diversas formas, ou prender apenas o anel com uma fitinha colorida ao redor do pescoço dele ou em uma bandana colorida. Assim que ela encontrar, é só surpreendê-la com a pergunta: “você aceita se casar comigo?”.

Pendure uma plaquinha no cachorro

cachorro em casamentos fazendo o pedido

O cachorro pode trazer uma plaquinha com o seu pedido de casamento

Prepare um momento especial ou um jantar romântico e, na hora certa, chame o cachorro para que ele entre carregando uma plaquinha no pescoço com o seu pedido de casamento.

Ele vai adorar chamar a atenção e participar do jantar, para depois ser agarrado em agradecimento pela resposta afirmativa.

Faça uma surpresa em dose dupla

Se vocês ainda não têm um animal de estimação, talvez seja uma bela oportunidade de fazer uma surpresa em dose dupla. Qual a futura-noiva que não acharia romântico ganhar de presente um filhote de cachorro no namorado futuro-noivo?

É um jeito simbólico de dizer que vocês terão um vínculo para sempre juntos. Se isso já não é o suficiente para derreter o coração dela de amor, inclua um pedido de casamento com o filhote.

Você pode usar uma das dicas acima, como a roupinha, o anel pendurado na coleira ou uma plaquinha. Vai ser inesquecível! Mais tarde, quando tudo já estiver planejado com tempo suficiente para o casamento, quem sabe esse mesmo filhote, agora mais adulto, possa fazer as honras de levar as alianças ao altar.

Por Equipe Editorial

O Vidanimal.com.br acredita que compartilhar um bom conteúdo é a melhor maneira de fazer com que a informação chegue ao seu destino ou público alvo. Educar e conscientizar as pessoas é a nossa missão. Procuramos criar parcerias com profissionais empenhados em fazer parte dessa missão. Contamos com uma equipe de colaboradores que amam aquilo que fazem e se dedicam todos os dias para levar até você um conteúdo informativo de qualidade.

Deixe uma resposta