Cachorro e gato juntos em casa, coexistindo em paz, é perfeitamente possível, dependendo da raça escolhida.

A introdução dos dois animais pode ser um enorme desafio, pois a maioria dos gatos preza pela tranquilidade do lar e preferem a solidão na maior parte do tempo.

Os gatos são naturalmente independentes e sensíveis, além de muito mais suscetíveis ao estresse que os cachorros, que fazem questão da companhia do dono na convivência diária e para quase toda atividade.

No entanto, algumas raças de cachorro são mais compatíveis aos gatos que outras, como os mais esportistas, acostumados ao bando e naturalmente mais amistosos e extrovertidos.

Normalmente, essas raças gostam de fazer amizade com pessoas e outros animais, incluindo gatos. Além disso, muitas raças de cachorro podem viver tranquilamente ao redor de gatos, desde que socializados desde filhotes e treinados para deixar o felino em paz.

Confira abaixo como adaptar o seu cachorro e gato a viver na mesma casa, e algumas opções de raças de cachorro que convivem melhor com os bichanos.

Vamos lá!

Cachorro e gatos juntos em casa é possível?

É possível ter cachorro e gato juntos em casa convivendo em harmonia.

Toda vez que alguém pensa em um cachorro e gato juntos, convivendo um com o outro em casa, deve sentir calafrios, tamanho o desafio em acostumar os dois.

Afinal, não há quem não conheça a famosa expressão “brigam como cão e gato” para descrever dois indivíduos que não podem conviver juntos em paz.

Mas na verdade, embora introduzir os dois ao convívio diário e ensiná-los a dividir o mesmo espaço não seja fácil, cachorro e gato juntos, convivendo pacificamente no mesmo ambiente é perfeitamente possível.

Basta um pouco de paciência, planejamento e carinho da sua parte.

No entanto, para que isso aconteça, você deve tomar alguns cuidados, bem como tomar algumas providência, além de escolher a raça certa, tanto do gato quanto do cachorro.

Eles precisam se respeitar, apesar das características diferentes e seus comportamentos devem ser observados com atenção no início, até que eles estejam confortáveis um com o outro.

Mas, por que cachorro e gato juntos é um desafio?

Para ter cachorro e gato juntos em casa e preciso traino e adaptação.

É comum o cachorro e gato se estranharem, sendo que há várias razões para isso acontecer.

A razão mais comum para o estranhamento é não se conhecer ou ter crescido separados, sem nunca antes ter convivido com outras espécies.

Algumas raças de cães podem ter instintos de caça a animais pequenos mais proeminentes que outros, acostumados a perseguir presas menores. Mas também há casos em que os gatos costumam perseguir cachorros.

Da mesma forma, os próprios cachorros se estranham com outros cachorros, assim como existem gatos que não gostam de conviver com outros gatos em um mesmo espaço.

Isso acontece por uma questão de instinto de caça e de liderança, pois ambos os animais possuem características e comportamentos distintos e específicos da espécie.

No entanto, tanto o cachorro quanto o gato se sentem como donos de seus espaços, e costumam demarcar territórios para proteção própria e evitar invasões.

É uma questão de necessidade de ambas as espécies em liderar o espaço e disputar a atenção do tutor. Por isso, é importante ensiná-los a dividir não só o território, como também a atenção e amor da família.

Como deve ser o processo de adaptação entre cães e gatos

Cachorro e gato juntos precisam de tempo para se adaptar.

Já vimos que cachorro e gato juntos em casa é possível, mas sem dúvida que essa adaptação pode levar tempo, dependendo da personalidade de cada indivíduo.

Para que eles se acostumem, o ideal é planejar direito esta aproximação, evitando o choque de apenas colocá-los frente a frente.

O primeiro passo é não estimular o conflito entre eles. Lógico que os animais agem por instinto, mas o tutor também pode contribuir, mesmo sem perceber, para que os conflitos se apresentem.

Como não há como saber se eles vão se estranhar, você deve tomar alguns cuidados, pois esse primeiro encontro sempre será uma incógnita.

Assim como os seres humanos, o cachorro e o gato também têm formas de demonstrar suas personalidades, hábitos e predisposições, de maneira diferente e em dias variados. Eles não se sentem iguais todos os dias, como nós temos nossos bons e maus dias.

No entanto, eles reagem por instinto. Veja como realizar o processo da forma adequada abaixo:

Como acostumar cachorro e gato juntos em casa

Para adotar e criar cachorro e gato juntos no mesmo ambiente, o ideal seria que ambos fossem filhotes, pois o convívio desde cedo evita o estranhamento.

Isso porque a maioria dos itens essenciais deles como bebedouro e comedouro, caminhas e brinquedos, será compartilhada no ambiente, mesmo eles tendo seus próprios objetos.

Além disso, ao introduzir os dois filhotes no mesmo ambiente, você deve tratá-los da mesma forma, na mesma proporção de atenção.
Eles irão aprender juntos a se respeitar, e obedecer aos limites impostos para cada um, de acordo com as suas necessidades. Dessa forma, é bem provável que se acostumem com seus cheiros, seus espaços, objetos e aprenderão a não se estranhar.

Mas no caso de animais adultos, que cresceram em ambientes separados e agora precisam conviver juntos, você terá que ter mais paciência e agir de maneira metódica com relação ao preparo do ambiente e a aproximação.

Uma das formas mais eficientes em colocar cachorro e gato juntos é através de uma introdução em ambiente controlado, nunca com ambos soltos e sozinhos.

Dicas de como proceder com cachorro e gato juntos

Comece isolando um deles e permitindo que o outro circule livremente pela casa para se acostumar com o cheiro do outro animal, trocando depois.

Em um primeiro contato físico, prenda o cachorro no canil ou em uma área restrita por um portão, mas que permita ver e sentir o cheiro do outro animal, enquanto este fica no seu colo.

Outra opção é deixar o cachorro na coleira e guia sendo segurado por outra pessoa, enquanto você se aproxima com o gato em seu colo.

Nunca deixe cachorro e gato juntos sem supervisão, até que eles estejam perfeitamente adaptados um ao outro e se dando bem.

Até lá, promova interações supervisionadas.

Caso o cachorro se sinta desconfortável ou apresente qualquer comportamento agressivo, prenda-o na coleira e dê um brinquedo para entretê-lo e desviar a atenção do gato.

Enquanto isso, deixe o gato solto, andando pela casa em uma distância segura do cachorro.

Caso o cachorro continue agressivo, puxe a guia, a fim de sinalizar uma repreensão e recompense-o se ele acalmar (petiscos ou elogios e afagos).

Aos poucos, caso o comportamento de ambos evolua positivamente, vá soltando a coleira, deixando que eles se aproximem para se cheirar.

Nunca aplique punições físicas ou levante a voz para ambos, apenas repreenda moderadamente.

Raças de cachorro que convivem bem com gatos

Existem várias raças de Cachorro e gato que podem conviver juntos.

O processo em colocar cachorro e gato juntos para conviver em um mesmo ambiente pode levar alguns dias ou até semanas, dependendo da natureza de cada um.

Com paciência e muito carinho você vai conseguir que eles se adaptem um ao outro. No entanto, o processo será mais acelerado e menos difícil de a raça do cachorro for mais amistosa e suscetível a lidar bem com outros animais, principalmente gatos.
Veja abaixo quais são elas:

Basset hound

Basset hounds são famosos por serem cachorros leais, pacientes e tranquilos. A sua forma de ser educada e gentil em relação aos aspectos da vida faz com que a raça seja mais amistosa e tolerante com outros animais, inclusive gatos.

Beagle

Criado para caçar em bando, Beagles costumam ser amistosos com outros animais, embora caçadores de pequenas presas. Eles possuem uma natureza alegre e têm a tendência a enxergar gatos como membros no bando.

Border Collie

Conhecidos por serem amantes e não lutadores, os Border Collies são excepcionalmente gentis com crianças e a maioria dos animais de estimação da família, mesmo que do grupo dos felinos.

Border Terrier

Border Terriers são excelentes companhias de temperamento equilibrado, sendo afetuosos e ótimas escolhas para lares com mais de um animal de estimação, incluindo gatos. Cachorro e gato juntos não será um desafio para o seu Border.

Boston terrier

A inteligência e a treinabilidade dos Boston Terriers fazem com que eles sejam uma raça de cachorro ideal para lidar com felinos. Eles são pequenos, mas de grande personalidade, capazes de rapidamente se tornarem amigos de outros animais do seu convívio familiar.

Buldogue inglês

Enquanto os Buldogues são mais pesados que os gatos, por isso parecem intimidadores, eles são conhecidos pelo temperamento dócil, personalidade tranquila, capazes de torná-los uma excelente companhia para os gatos.

Cardigan Welsh Corgi

Originalmente usado para trabalhar em fazendas em Cardiganshire, no sul do País de Gales, em cerca de 1200 B.C., o Cardigan Welsh Corgi atual é uma cão de companhia e a combinação ideal para lares com mais de uma pet, por conta do seu temperamento equilibrado, lealdade e afetuosidade.

Cavalier King Charles Spaniel

A AKC descreve o Cavalier King Charles Spaniel como um cachorro facilmente adaptável, afetuoso e gentil, de personalidade destemida. No entanto, são mais suscetíveis a serem intimidados pelos gatos, ao invés de atacá-los. São capazes de ignorá-los, deixando-os em paz, quando no mesmo ambiente.

Collie

Collies são conhecidos por amar crianças, sendo que um tanto desse amor pode até ser transferido aos gatos. Apesar de bastante vocais, são cachorros que toleram outros animais de estimação da casa.

Corgi

Afetuoso, leal e obediente, os Corgis são especialmente apreciadores de crianças e muito tolerantes com outros animais de estimação, como os gatos. Portanto, cachorro e gatos juntos, no caso do Corgi, não será problema.

Curly-coated retriever

Amável para com as crianças e ávidos a agradar, o temperamento gentil dos Curly-coated retrievers os tornam cachorros ideais para famílias com mais de um animal de estimação, incluindo gatos.

English Springer spaniel

Afetuosos e sociáveis, esses cachorros são muito bem educados, sendo que amam e precisam de companhia, por isso se dão bem tanto com crianças como com outros animais, mesmo os gatos.

Pastor Alemão

Os Pastores alemães são famosos pela lealdade de treinabilidade, além da inteligência. Mas eles também são amáveis e possuem um temperamento equilibrado, capaz de lidar bem com crianças e outros animais na casa, incluindo os gatos.

Golden Retriever

Golden Retrievers possuem personalidades alegres e brincalhonas, sendo que sua natureza altamente adaptável e extrovertida os torna excelentes companhias em potencial para gatos.

Setter irlandês

Essa raça de cachorro alegre e amigável possui um temperamento estável e extrovertido, fazendo dele uma ótima companhia para a família toda, além de ser adequado a lares com muitos animais de estimação. No caso dessa raça, cachorro e gato juntos é perfeitamente possível.

Labrador Retriever

Labradores Retrievers são descritos como dóceis e extrovertidos, famosos por se darem bem com todos que encontram, nem precisa ser conhecido e não importa a espécie. Eles são gentis, inteligentes e ávidos para agradar.

Maltês

O Maltês é conhecido por ser maravilhoso com gatos graças ao seu comportamento bem educado. Eles adoram ter companhia, mas também ficam felizes em fornecer um pouco de espaço para os gatos, quando eles precisam.

Terra Nova

Descrito como “gigante gentil”, o Terra Nova é conhecido pela sua personalidade calma e níveis baixos de energia. Eles são ótimos com pessoas de qualquer idade, incluindo crianças, e animais de estimação de todos os tipos, inclusive gatos.

Papillon

Dotados de uma natureza alegre e curiosa, os Papillons vão enxergar o seu gato como um amigo em potencial, podendo ambos se tornarem melhores amigos e uma companhia fiel para todos os momentos. No seu lar, cachorro e gato juntos nunca será um problema.

Pequinês

Essa raça de cachorro calma, originada na antiga China, é ideal para viver em pequenos ambientes, mesmo com felinos por perto. O Pequinês é conhecido pela sua boa natureza e afetuosidade, o que o torna uma companhia ideal para quem tem mais de um pet em casa.

Lulu da Pomerânia

A maioria dos gatos são até maiores que os Poms, por isso essas fofuras cheias de pelos não chegam a ser nenhuma ameaça para eles. Eles tendem a viver em paz com outros animais de estimação também, incluindo os bichanos.

Poodle

Alguns Poodles podem interagir com gatos, enquanto outros apenas irão tentar tolerá-los. Por isso, para que a interação dessa raça de cachorro e gato juntos seja harmoniosa, eles devem ser introduzidos desde cedo para observar se as personalidades irão combinar.

Pug

Os Pugs possuem muita personalidade, e necessitam de muitas demonstrações de amor e atenção. Sendo assim, um bichano em casa é uma ótima ideia para lhe fazer companhia quando o dono não estiver por perto. Eles podem ser pequenos, mas são fortes o suficiente para ter um felino como amigo para brincar.

Pastor de Shetland

Conhecido por ser a única raça de cachorro amigável com felinos do seu grupo, os Pastores de Shetland são amistosos e inteligentes, inclusive irão obedecer às suas ordens para não perseguir o bichano. Eles são fáceis de treinar e afetuosos, com a introdução adequada, a amizade será possível. Assim, cachorro e gato juntos na sua casa não será um desafio.

Silky Terrier

Com um temperamento amigável e vívido, os Silky Terriers são brincalhões, inquisitivos e ávidos para agradar. por isso, são companhias excepcionais para um lar com mais de um animal de estimação, mesmo sendo gatos.

Por Equipe Editorial

O Vidanimal.com.br acredita que compartilhar um bom conteúdo é a melhor maneira de fazer com que a informação chegue ao seu destino ou público alvo. Educar e conscientizar as pessoas é a nossa missão. Procuramos criar parcerias com profissionais empenhados em fazer parte dessa missão. Contamos com uma equipe de colaboradores que amam aquilo que fazem e se dedicam todos os dias para levar até você um conteúdo informativo de qualidade.

Deixe uma resposta