Você já se perguntou quais seriam as raças de cachorro mais bagunceiras? Se você tem um cachorro bagunceiro em casa, já tem uma ideia de quais devem ser…

Novas pesquisas realizadas pelo pessoal da Good Move, empresa do ramo imobiliário no Reino Unido, identificou as raças de cachorro que mais costumam causar destruição em casa.

Os pesquisadores conversaram com alguns tutores para determinar quais as raças mais destruidoras e bagunceiras na opinião deles.

Os principais péssimos hábitos relatados pelos entrevistados foram: cavar o jardim (35%); rasgar e roer móveis (29%); urinar em móveis, tapetes e chão (28%); arranhar portas e armários (28%); mastigar roupas e sapatos (26%).

Não há como negar, todo tutor ama o seu animal de estimação, mas esse “demônios adoráveis” são capazes de nos levar à loucura quando resolvem destruir tudo o que encontram pela frente.

Portanto, se você está pensando em adquirir um cachorro, mas preza pela boa aparência do seu lar, é bom ficar atenta às raças de cachorro mais bagunceiras e destruidoras.

O ideal é manter itens de valor afastados e fora do alcance, mas como nem sempre isso é possível e eles estão sempre à procura de problema, o melhor a fazer é investir em treinamento e mantê-los ocupados.

Isso porque na maioria das vezes, o cachorro tem esse comportamento por estar entediado.

Veja abaixo algumas das raças de cachorro consideradas mais bagunceiras segundo a pesquisa!

Cachorro bagunceiro: Labrador Retriever

O Labrador é um cachorro forte, de porte médio de aparência atlética e bem equilibrada. Bonito, inteligente, divertido e amável, os Labs conquistam por serem calmos, de boa natureza e versáteis.

Mas por serem descendentes de cães encontrados por exploradores, pescadores e colonos e cruzados eventualmente com outras raças de cães esportistas, eles têm muita energia.

Por isso, quando não possuem algo para fazer ou não têm oportunidades suficientes para gastar toda essa energia, acabam sendo bagunceiros e até destruidores, roendo e espalhando tudo que veem pela frente.

Cachorro bagunceiro: Border Collie

O Border Collie é um cão pastor, acostumado ao trabalho e capaz de desempenhar várias tarefas diferentes. Ele é muito inteligente e pode aprender uma série de truques e atividades.

Por causa da sua mente ativa e disposição, são incansáveis e exigem estímulos físicos e mentais constantes para não se tornarem destrutivos.

Cachorro bagunceiro: Beagle

O Beagle é um cão pequenino, mas muito guloso e travesso. Eles possuem muita energia e foram acostumados a desempenhar muitas atividades, principalmente a caça.

Portanto, é da sua natureza ser curioso e explorar o seu território. Se ficar entediado vai acabar procurando algo para se entreter sozinho.

Isso significa que você poderá encontrar buracos no jardim ou seus sapatos roídos pela casa.

Cachorro bagunceiro: Cocker Spaniel

O Cocker Spaniel Inglês é uma raça de cachorro que também foi desenvolvida para a caça, mas que acabou sendo um dos preferidos cães de companhia.

Ele é bastante ativo, de adestramento fácil e a predileção por nadar e caçar, além de uma disposição alegre.

Apesar de ser um dos cães favoritos de estimação no mundo e um dos melhores para viver em apartamento, quando não possuem o que fazer e não gastam energia podem se tornar um cachorro bagunceiro facilmente.

Cachorro bagunceiro: Staffordshire Bull Terrier

O Staff é um cachorro que sabe impor respeito por onde passa. Apesar da sua cara de “mau” que inspira cuidado, debaixo desse jeitão marrento tem um coração que vale por dois.

Ele não é esse brigão ou violento que todos pensam, mas é um cachorro bagunceiro que pode fazer grandes estragos se estiver entediado e não gastar energia.

Cachorro bagunceiro: Springer Spaniel Inglês

O Springer Spaniel inglês é um cachorro bagunceiro muito fofo, super extrovertido, cheio de energia e muito inteligente. Ele adora brincar e receber carinhos de seus tutores.

Além disso, ainda é super sociável e facilmente adestrável, mas como originalmente foi um cão trabalhador e caçador, ele precisa ter atividades constantes. Seu nome vem do termo inglês que significa “saltar”, uma de suas muitas habilidades.

Como foi ensinado a caçar, costuma explorar o ambiente onde vivem e vasculhar arbustos atrás de presas. Portanto, não se surpreenda ao encontrar seu jardim destroçado.

Cachorro bagunceiro: Pastor Alemão

O Pastor alemão ou Lobo-da-alsácia é uma raça de grande porte de origem alemã. Ela foi desenvolvida para ser utilizada como cão pastor de rebanhos, e mais tarde para ajudar a polícia e soldados.

Devido à sua força, inteligência, lealdade, treinabilidade, obediência e instintos protetores naturais, o Pastor alemão é a raça preferida para muitos tipos de trabalho.

Por isso, não deixe de lhe ensinar torques, oferecer muitas oportunidades de se exercitar e estimular a mente, para que não se torne um cachorro bagunceiro e destruidor.

Cachorro bagunceiro: Dachshund

Mas conhecido como “cão salsicha”, o Dachshund ou Teckel, pode até ser a menor raça dos hounds, mas tem muita personalidade.

O seu formato único é a sua característica física que mais proeminente, pois era o que o ajudava a entrar em buracos e moitas outras de suas presas durante as caçadas.

Por isso, é bem provável que se ficar entediado vá cavar o seu jardim à procura do que fazer.

Mesmo assim, há quem aprecia o seu temperamento, sua expressão agradável, inteligência, espírito de caçador e devoção absoluta à sua família.

Cachorro bagunceiro: Border Terrier

O Border Terrier é uma raça pequena de aparência única, por conta dos seus pêlos duros e descabelados.

Ela é uma das raças mais dóceis e amáveis dos Terriers e foi criada para ajudar no trabalho nas fazendas.

O Border Terrier é inquisitivo, ativo, alerta e obediente. Mas possui um forte instinto para caçar e cavar, com altos níveis de energia, vitalidade e resistência.

Por isso, não o deixe sem ter o que fazer, senão sua casa nunca mais será a mesma. Ele é um cachorro bagunceiro nato!

Cachorro bagunceiro: Buldogue francês

O Buldogue Francês é um cão de companhia de porte pequeno oriundo da Inglaterra, mas que foi levado à França por artesãos ingleses, onde passaram a se desenvolver em tamanho miniatura.

Eles foram criados primeiramente para caçarem ratos, mas tornaram-se muito populares como cães de companhia.

Porém, por conta de sua personalidade entusiástica, energética, curiosa e travessa, o Buldogue francês pode se tornar um cachorro bagunceiro facilmente se não tiver o que fazer em casa.

Bem, agora você já tem uma breve ideia do que esperar de raças de cachorros como essas. Embora algumas travessuras sejam adoráveis, é sempre bom saber o que nos espera para tomar as devidas providências.

Embora cachorros bagunceiros, todos eles são excelentes companhias e com a devida socialização e treinamento, não trarão problemas.

Boa sorte!

Por Equipe Editorial

O Vidanimal.com.br acredita que compartilhar um bom conteúdo é a melhor maneira de fazer com que a informação chegue ao seu destino ou público alvo. Educar e conscientizar as pessoas é a nossa missão. Procuramos criar parcerias com profissionais empenhados em fazer parte dessa missão. Contamos com uma equipe de colaboradores que amam aquilo que fazem e se dedicam todos os dias para levar até você um conteúdo informativo de qualidade.

Deixe uma resposta