Como nós humanos, os cachorros também envelhecem, e à medida que vão ficando mais velhos vão mudando seus hábitos. A rotina vai ficando diferente e os cuidados com eles devem ser outros. Por esta razão é importante tomar um cuidado maior com os brinquedos para cachorro idoso na hora de brincar com eles.

Dependendo da raça os sinais de envelhecimento dos cães e o comportamento deles vão ficando cada vez mais visíveis. Por outr lado, outras raças de cachorro podem levar mais tempo para perder o vigor de “jovem adolescente”.

Mas, uma coisa é certa, eles podem não ser os mesmos brincalhões de antes, mas tenho certeza de que eles ainda apreciam atividades que estimulam o corpo e a mente. Na verdade, eles não só as apreciam como precisam delas para se manter em forma e com boa saúde.

Brinquedos para cachorro idoso: necessários a vida inteira

De fato, não se pode assumir que o cachorro idoso está satisfeito apenas em ficar deitado relaxando o dia inteiro. Isso não é nem justo com ele. Afinal, ele pode estar só esperando você chamar para brincar! Igualzinho quando ele era filhote, com a diferença de que agora ele não demonstra tanto entusiasmo.

Os brinquedos para cachorro não são apenas luxo, mas altamente necessários. Eles ajudam a evitar o tédio e a ansiedade de separação. Além disso, ajudam a manter a forma, estimulam a mente e são excelentes substituições de mal comportamento canino. Mais que isso, são principalmente divertidos!

Com o cachorro idoso é a mesma coisa. Eles precisam de brincar e ter seus próprios brinquedos para cachorro idoso. No entanto, o importante é manter os olhos bem abertos para que eles não se tornem um perigo para o seu cachorro.

Quer dizer, diferentes raças exigem tipos de brinquedos caninos e brincadeiras diferentes. Alguns cães precisam de brinquedos de cachorro mais fortes, mais duráveis e indestrutíveis. Já outros, se contentam com o bom e velho bicho de pelúcia na hora de dormir.

À medida que o cão envelhece o seu temperamento muda, e ele amadurece. O brinquedo de sempre pode não ser mais o brinquedo para cachorro idoso mais adequado. Por isso, é preciso conhecer os hábitos e habilidades do cachorro para fazer a avaliação correta. Ou seja, faça isso o mais cedo possível e acompanhe o seu desenvolvimento durante a sua vida para poder tomar a decisão mais adequada à sua nova rotina.

Brinquedos para cachorro idoso: conheça os limites dele

Brinquedo para cachorro idoso: Cachorro correndo na praia com seu dono, uma boa brincadeira de frisbee é tão bom quanto se ele estiver disposto e apto para isso.

Brinquedo para cachorro idoso: Cachorro correndo na praia com seu dono, uma boa brincadeira de frisbee é tão bom quanto se ele estiver disposto e apto para isso.

Infelizmente, muitos cachorros adultos e até os mais idosos costumam transpor seus limites e brincar muito além das suas capacidades físicas. Eles não têm ideia do que pode lhes fazer mal. Ou seja, eles só querem se divertir, ainda mais na sua companhia.

Cães do tipo retriever, como o Labrador, o Golden Retriever e os cães pastores como o Collie, o Border Collie e o Pastor Australiano são raças de cachorros que naturalmente possuem instintos bastante físicos. Como por exemplo, buscar caça e pastorear.

Isto é, as atividades físicas estiveram sempre presentes nas suas vidas. Além disso, são raças que simplesmente amam interagir fisicamente com seus donos. Por isso, é tão difícil para eles abdicarem de toda essa vida de aventura.

Brinquedos para cachorro idoso: uma atividade para cada fase da vida

Um cachorro que adora se envolver em tipos de brincadeiras como Frisbee, normalmente continuará gostando da atividade a vida inteira. Por isso, ele não vai hesitar ao dar seus pulos e giros por aí para pegar o disco no ar.

O problema é que este tipo de atividade acrobática já não é mais recomendável aos cães mais idosos. Isto é, um Labrador adora nadar e pode não resistir a um pulo na piscina de vez em quando. Por outro lado, entrar e sair da piscina quando com mais idade já não é uma tarefa tão fácil.

O Border Collie é um pastor ágil e rápido. Porém, suas arrancadas e saltos talvez já não tenham a mesma velocidade de quando era mais jovem. Além disso, cães idosos são mais suscetíveis à artrite, deslocamento patelar ou de quadril e levam mais tempo para se recuperar de lesões.

Os jogos de “Tug” ou cabo de guerra também podem ser um tanto duros para o pescoço e os dentes dos cachorros idosos. Se o seu cachorro que amava este tipo de brincadeira parar no meio dela assim que começar, isto é um mal sinal. Ou seja, ele pode estar apresentando problemas dentais e você deve procurar pelo seu veterinário para um exame mais profundo.

Cachorros não tem noção de seus limites

A verdade é que o cachorro nem sempre sabe porque certas atividades o machucam ou podem lesioná-lo. Afinal, ele simplesmente tem vontade de fazer e faz. Ou seja, é sua responsabilidade saber se o corpo dele está saudável suficiente para encarar certas atividades. Mesmo que antes eram rotineiras e tão apreciadas por ele.

Muitos cachorros de idade avançada não conseguem resistir aos jogos e brincadeiras que fizeram parte da rotina deles quando mais jovens. Por isso, é sua obrigação não encoraja-lo a atividades potencialmente muito extenuantes. Com isso, observe-o e ofereça brincadeiras e brinquedos para cachorros idosos adequados ao físico dele.

Como escolher brinquedos para cachorro idoso

Brinquedo para cachorro: Chow Chow mastigando a sua bola de brinquedo favorita.

Brinquedo para cachorro: Chow Chow mastigando a sua bola de brinquedo favorita.

A maior parte dos cachorros vão ficando menos destruidores à medida que eles vão amadurecendo e ficando mais velhos. No entanto, algumas raças nunca aprendem a cuidar dos seus brinquedos. Os cachorros idosos permanecem meninos levados até mesmo quando velhinhos. Isso acontece muito com as raças de temperamento mais ativo, como os terriersBull terrier, Pit bull, etc.

Por esta razão, os mesmos cuidados que temos ao escolher os brinquedos para os filhotes devemos ter ao escolher os brinquedos para cachorro idoso. Para escolher os melhores brinquedos para cachorro idoso, sigam estas dicas abaixo:

1. Atenção ao tamanho e formato dos brinquedos para cachorro idoso

Os brinquedos para cachorro idoso não podem ser pequenos a ponto de ser inalados ou ingeridos. Da mesma forma, não podem conter peças que se soltam, para que não sejam engolidas. Bolas muito pequeninas são perigosas, pois podem entalar e alojarem-se na traquéia. Ou seja, não podem ser retiradas com a mão, asfixiando e até matando o cachorro.

Dito isso, a tão popular bola de tênis pode ser uma péssima escolha não só para cães de porte grande, que podem engoli-las. Mas também pela sua textura “peludinha”, que é abrasiva para os dentes. Ou seja, os viciados na bolinha podem desenvolver dentes gastos.

O brinquedo para cachorro idoso também não deve também ter partes pontiagudas e não deve partir em pedaços pontudos ou afiados. É bom também evitar objetos lineares e muito macios. Como por exemplo, cordas, laços de fita, meia-calça, meias e elásticos que podem ser engolidos. Estes objetos, se ingeridos, são transportados para o intestino causando uma torção gástrica (condição médica fatal que exige cirurgia).

2. Atenção ao tipo de comida que oferecer

Tenha cuidado quando oferecer o couro crú ou pedaços de vegetais. Supervisione a interação dele com os pedaços de comida que você der à ele. Se ele for capaz de engolir pedaços muito grandes, provavelmente não é seguro.

3. Cuidados com os dentes dele

Os cachorros idosos não possuem mais dentes tão fortes. Portanto, evite itens muito duros para ele mastigar. Os brinquedos usados para o cachorro buscar e trazer de volta (fetch) não devem ser duros demais ou pesados para não fraturar os dentes. Por este motivo, não use pedras como brinquedos.

Ossos e cascos são responsáveis por muitos dentes quebrados. Principalmente, fraturas de base ou raiz dos enormes pré molares próximos ao fundo da boca. Neste tipo de fratura, uma folha da coroa do dente quebra, às vezes expondo a polpa do dente e exigindo atenção veterinária.

4. Supervisione brinquedos que emitem som

Muitos brinquedos de cachorro emitem sons ou se movimentam com baterias. Aí que está o perigo. Não é bom deixar o cachorro sozinho com este tipo de brinquedo, pois ele pode arrancar a bateria e a engolir.

Outro tipo de brinquedo para cachorro perigoso que faz barulho é o de borracha que contém apito. Alguns cachorros ficam completamente obcecados para arrancá-lo, e podem engoli-lo. Brinquedos assim, só com supervisão.

5. Evite brinquedos de crianças

Cachorros não são crianças, por isso precisam de brinquedos adequados à eles. Se o cachorro costuma rasgar brinquedos de pelúcia e comer o enchimento, esvazie o brinquedo e deixe-o brincar apenas com a pele dele. Os bichos de pelucia para cachorro possuem costuras reforçadas e são próprios para aguentar os maus tratos. Portanto não irão vazar enchimento e apresentar um perigo para o cão.

6. Cuidado com gravetos e pedaços de madeira

Quando der um graveto ao cachorro, certifique-se de que não haja pontas afiadas. Tampouco seja muito curto e fino que possa ser engolido ou destroçado facilmente. Da mesma forma, não pode ser muito longo para alcançar o chão. Correr com um graveto muito longo na boca e batê-lo no chão pode furar o seu palato ou garganta.

7. Evite objetos que podem sufocar ou enforcar

Brinquedos de corda muito longos não devem ser deixados com os cachorros sem supervisão. Estes brinquedos podem enrolar no pescoço deles durante as brincadeiras, e os cachorros tendem a puxar com força enforcando ainda mais.

Além disso, não dê ao seu cachorro um objeto em que a cabeça dele pode ficar entalada. Os cachorros não conseguem tirar esses objetos da cabeça e acabam sufocando. Não compre também brinquedos de borracha com pequenos furos na ponta. Alguns cachorros colocam a língua ali e cria-se um vácuo prendendo a língua. Caso tiver uma bola como esta, fure o outro lado também para que isso não aconteça.

8. Cuidado com o físico dele

Brinquedos para “tug” ou cabo de guerra devem ser evitados por cachorros idosos com problemas no pescoço ou coluna. Especialmente, cachorros com problemas de hérnia de disco. Evite também encorajar o cachorro a pular e girar simultaneamente. Os movimentos podem causar danos as patas e à coluna. Como por exemplo, a ruptura dos ligamentos cranianos.

Brinquedos para cachorro idoso: o importante é estar atento

Brinquedos para cachorro idoso: Cão retriever idoso correndo para buscar a bolinha no parque.

Brinquedos para cachorro idoso: Cão retriever idoso correndo para buscar a bolinha no parque.

Muitos cachorros preferem interagir com seus donos a brincar com brinquedos. Jogos de esconder objetos em que o cachorro sai a procura farejando pelo brinquedo pela casa ou jardim são excelentes formas de estimular a mente do seu cachorro sem exigir muito do seu físico. Ou seja, uma ótima alternativa para manter a mente do seu bom “velhinho” saudável e viva. Dependendo do cachorro, apenas passar o tempo junto dele durante caminhadas ao redor do bairro ou pelo no jardim pode satisfazer a necessidade do cachorro por estímulos.

Brinquedos para cachorro idoso: não há uma regulamentação rígida

Infelizmente, os brinquedos para cachorros não são regulamentados por nenhuma entidade governamental com relação à segurança. Isto significa que é de sua total responsabilidade escolher um brinquedo para cachorro idoso seguro e mais adequado ao seu cachorro.

Alguns brinquedos são feitos de material tóxico ou podem conter quantidades perigosas de chumbo, cádmio, cromo, formaldeído ou BPA. Mesmo os importados não possuem garantias que os componentes não sejam tóxicos. Evite também cheiros químicos muito fortes e sempre pesquise as instruções de uso das etiquetas quando possível.

Embora alguns brinquedos para cachorro idoso possam oferecer perigos e necessitam cuidados, não supervisione tanto as brincadeiras a ponto de esquecer de se divertir! A maioria deles com o mínimo de cuidado e supervisão é tranquila! Na dúvida, consulte o seu veterinário antes de comprar.

Brinquedos para cachorro idoso: Dicas de cuidados e manutenção

Brinquedos para cachorro idoso: Basenji mordendo seu bichinho de pelúcia favorito.

Brinquedos para cachorro idoso: Basenji mordendo seu bichinho de pelúcia favorito.

É muito importante manter limpos todos os pertences do cachorro. Isto inclui o pote de alimentação, o de água, a sua caminha de cachorro ou casinha. Com os brinquedos não é diferente. Mantenha-os sempre higienizados periodicamente para evitar acúmulo de sujeira e bactérias que podem levar a doenças.

Você pode usar sabão neutro ou algum produto específico para a higienização dos objetos dos animais de estimação disponíveis em petshops. Deixe secá-los completamente ao sol ou na sombra antes de dar ao cachorro. Além disso, nunca guarde-os em locais fechados ou úmidos, principalmente sem antes higienizar.

É importante lembrar que nenhum objeto é indestrutível e forte o suficiente para não ser destruído e que não exija supervisão. Opte sempre por brinquedos mais resistentes se o seu cachorro costuma ficar sozinho, e certifique-se de que as partes não possam se soltar.

Crie o hábito de manter todos os brinquedos do cachorro em um único local. Como por exemplo, uma caixa plástica organizadora, de preferência com tampa para não acumular poeira. Assim, você poderá examinar todos os brinquedos periodicamente antes de oferecê-los ao cão. Não deixe a caixa ao alcance dele e ensine-o a “guardar” os brinquedos depois de brincar através de um comando de voz. Isso pode ser uma outra maneira de estimulá-lo com um jogo de colocar a casa em ordem.

Brinquedos de cachorro idoso para jogar e trazer de volta (fetch)

Inspecione os brinquedos regularmente por sinais de uso excessivo. Observe perda de tamanho, se estão muito mastigados, rasgados ou faltando partes. Além disso, cheque cheiro azedo mesmo depois de lavados. Caso apresentem qualquer uma dessas características, todos devem ser jogados fora.

Brinquedos de cachorro idoso de nylon ou borracha

Use uma escova de limpeza de brinquedos ou uma escova de dentes velha para remover excesso de sujeira no nylon ou borracha. Em seguida, enxague com detergente neutro e água quente. Pode colocar na máquina de lavar louças no ciclo mais quente sem o detergente. A água quente irá remover a sujeira e ainda esterilizar o brinquedo. Leia as instruções do fabricante antes de colocá-lo na máquina de lavar louças.

Brinquedos de cachorro idoso comedouro

Os brinquedos do tipo Kong ou comedor que podem colocar comida dentro, devem ser lavados toda vez que forem usados. Pois, as partículas de comida entram nos orifícios do brinquedo e podem armazenar milhares de bactérias. Use detergente, água quente e uma escovinha (de dentes velha) para tirar todo o excesso de sujeira e limo. A maioria desses brinquedos podem ser lavados na máquina de lavar louças que sanitiza o brinquedo. Leia as instruções do fabricante antes de colocá-lo na máquina de lavar louças.

Brinquedos de cachorro idoso macios ou de pelúcia

Os brinquedos para cachorro como os brinquedos de corda podem também ser lavados na máquina de lavar louças no ciclo mais quente. Além disso, você pode esterilizá-los ainda mais umedecendo-os e colocando-os no microondas por 1 minuto.

No entanto, tome cuidado ao removê-los, pois estarão extremamente quentes. Leia as instruções do fabricante antes de usar os eletrodomésticos. A maioria dos bichos de pelúcia também podem ser lavados em máquina de lavar roupas, e alguns podem até ser colocados em secadoras. Se o brinquedo não for forte o suficiente para aguentar os eletrodomésticos, não será forte o suficiente para o cachorro.