Bicho de estimação: Qual é o preferido das pessoas?

Tem um bicho de estimação é, sem dúvida, um fator que já assumiu grande importância na manutenção da saúde mental e até mesmo física das pessoas. Só no Brasil, segundo dados divulgados pela ABINPET em 2013, temos a seguinte população estimada de bichos de estimação nas residências:52.2 milhões de cães 22.1 milhões de gatos 37.9 milhões de aves 2.2 milhões de outros animais de estimaçãoAlém de serem uma fonte de afeto sincero, os bichos de estimação desempenham inúmeros papeis. Podem de fato, desempenhar função de guarda (mais comum em cachorros), predadores de pragas, companhia, suporte emocional.Estudos têm demonstrado que a interação do homem com animais de estimação pode ter efeitos positivos na saúde e comportamento humano. Leia mais sobre isso no artigo 'Animais de suporte emocional'.Qual é o bicho de estimação preferido das pessoas?Há uma certa rivalidade entre apaixonados por cães e apaixonados por gatos. Em alguns casos, a profundidade do …
Saiba mais
  • 0

Mamute: saiba tudo sobre ele

Você já ouviu uma musiquinha sobre o mamute que se alastrou pela internet há alguns anos? Sabe-se lá por que e para que foi composta. O ritmo é infantil, mas os temas abordados são bem adultos. E todos eles falam de terrível, destruidor e fatal fim do mamutezinho.A musiquinha é chatinha, diga-se de passagem. Entretanto, guardadas as devidas proporções, acaba revelando o triste fim desse verdadeiro peso-pesado de eras passadas: extinção. Aliás, alguns tipos de morte já foram desvendados pela ciência, conforme você vai ser (e lamentar muito) na penúltima parte deste artigo.Conhecer os motivos pelos quais animais foram extintos no passado é importante para a ciência. Esse conhecimento pode revelar soluções para problemas do presente e do futuro. É o que acontece, aliás, com o mamute. Há muito ainda para descobrir, mas o que se sabe já deu bons frutos científicos.Nos 55 milhões de anos passados, mais de 500 tipos de proboscídeos (veja o que é isso mais abaixo) viveram n…
Saiba mais
  • 0

Morcegos, seus mistérios e suas verdades

A gente poderia começar este artigo falando das diversas lendas sobre morcegos que existem no mundo inteiro. Porém, isso seria, digamos, piegas demais. Por outro lado, há lendas muito interessantes e talvez a gente não resista e acabe mencionando. Mas a gente vai tentar evitar.E tentar evitar piadinhas infames do tipo “sabe o que o Dráculla foi fazer no banco de sangue?” A gente não vai cair nessa mesmice.Bem, morcegos são mamíferos. São o único mamífero que realmente voa e não apenas se joga ou plana, como alguns outros por aí. O romancista irlandês Bram Stocker, o criador de Drácula, que o diga. Há mais de 1200  variedades de morcegos espalhadas por todos os cantos do Planeta – exceto no frio ou calor extremos. Vamos ver algumas aqui.Concorde: morcegos são estranhosTodas as questões científicas, todo o conhecimento técnico já registrado sobre morcegos não diminui a percepção: morcegos são estranhos por demais, sô! Somente por voar, sendo mamíferos, já demonstr…
Saiba mais
  • 0

Canguru: Um animal marsupial Extraordinário

O Canguru é um grande marsupial encontrado apenas na Austrália. Suas principais características físicas são suas caudas musculares, membros dianteiros curtos, membros posteriores fortes e bem desenvolvidos, pêlo curto e orelhas longas e pontiagudas. Além disso, possuem pés grandes. De fato, os cangurus pertencem à família dos animais Macropus, literalmente "pé grande".Como todos os marsupiais, as fêmeas têm bolsas que contêm glândulas mamárias. Nelas, vivem filhotes até que tenham maturidade e independência suficiente para obter alimento sozinhos.Os cangurus são da família Macropodidae que compreende cerca de 65 espécies, incluindo também wallabies, wallaroos, quokkas e pademelons. Entretanto, dentro dessa família, há quatro espécies de cangurus:Canguru antilopine (Macropus antilopinus) Canguru Vermelho (Macropus rufus) Canguru cinzento ocidental (Macropus Fuliginosus) Canguru cinzento-oriental (Macropus giganteus)Origem do CanguruA origem do Ca…
Saiba mais
  • 1

O temível jacaré

O jacaré, conhecido também como aligator ou caimão, é um crocodiliano da família Alligatoridae. São, portanto, répteis carnívoros muito semelhantes ao crocodilo. O que os diferencia é que os jacarés possuem a cabeça mais curta e larga e também possuem membranas interdigitais nos polegares traseiros. Além disso, há uma diferença relevante em relação à distribuição geográfica. Os crocodilos, de fato, são nativos das Américas, África, Austrália e Ásia, enquanto os jacarés são tem ampla distribuição global.De fato, O aligátor-americano (Alligator mississippiensis) é uma espécie típica dos Estados Unidos, já o aligátor-chinês (Alligator sinensis) é encontrado no leste da China. Os jacarés da subfamília Caimaninae, no entanto, são encontrados na América do Sul, enquanto o jacaretinga (Caiman crocodilus) também é encontrado na América Central e sul do México.O surgimento do jacaré na Terra aconteceu há aproximadamente uns 200 milhões de anos. Dessa forma, é um contemporâneo do…
Saiba mais
  • 0

Maus tratos aos animais é crime: Denuncie

Você, que ama todo tipo de ser vivo, pode considerar os maus tratos aos animais uma desumanidade. Por outro lado, quem os maltrata acha que é diversão. Você, que respeita os direitos de todos, considera os maus tratos aos animais uma falta de caráter. Entretanto, quem os maltrata pensa que é apenas uma fase de rebeldia.Você, que cuida de seu animalzinho com carinho seja ele qual for, pode não entender como alguém é capaz de promover maus tratos aos animais. Assim, quando se depara com cenas semelhantes, fica horroriza e lamenta. Nesse sentido, você nem precisaria do apoio das Leis que protegem os animais de gente como essa, pois esse tipo de atitude não faz sentido para você.Mas veja bem, é bom todo mundo ter o conhecimento de tais Leis. Assim, quando se deparar com desrespeito aos bichinhos, poderá intervir. E poderá intervir dentro da lei. Eles, os animais em geral, precisam de você, de sua consciência, de seu amor. São indefesos na maioria dos casos e não têm como se…
Saiba mais
  • 0

Peixe-boi: Habitat e curiosidades

Ele é grande, enorme e aparentemente gordo e desajeitado. Além disso, tem uma carinha que causa uma dó sem fim. Por isso mesmo, é um dos animais marinhos mais procurados por admiradores em parques aquáticos. E também nos mares. O Peixe-boi é um gordinho amável, desses que a gente quer apertar a bochecha até que fique vermelha.No caso dele, haja bochecha! Em verdade, guardadas as proporções, é o que ele mais tem. O focinho protuberante apresenta quantidade de carne suficiente para que toda sua cabeça se pareça com bochecha.É mamífero apesar de não saírem da água. Bem, a baleia também é mamífero.Interessante: o Peixe-boi, quando nada próximo à superfície, apresenta silhueta diferente. Por conta disso, pode se confundido com nada mais nada menos que uma mulher. Dependendo do jogo de curvatura que a água produz nas imagens, isso acontece muito facilmente. Entretanto, a nadadeira traseira, claro, não se parece nada nada com as pernas femininas.Talvez por isso, Cristó…
Saiba mais
  • 0

Baleia Jubarte: habitat e curiosidades

Você já passou por uma experiência que pôde chamar de extraordinária? Se não passou, vá ver uma Baleia Jubarte.Se já passou por uma experiência interessante e ela não está associada a esse mamífero marinho fantástico, então não pode chamar de extraordinária. Você só terá ideia do que é extraordinário quando estiver perto desse gigante.O comportamento desse bicho é algo de fazer cair o queixo, como você vai saber neste artigo. Em princípio, seu tamanho dá ideia de um ser estabanado, desengonçado. Entretanto, dentro dos limites que a física permite, é um ser quase ágil. Um perfeito atleta.Por que o nome Baleia JubarteEla tem outros nomes também: baleia-corcunda, baleia-cantora, baleia-de-corvoca, além de mais alguns. Por outro lado, em termos de gramática propriamente dita, os bons e sábios linguistas sugerem chamar de Jubarte apenas. Segundo suas opiniões e estudos, esse termo já significa baleia-de-corcova ou baleia corcunda.Continuando, jubarte é originado…
Saiba mais
  • 0

Animais Peçonhentos e a importância na Saúde Pública

Primeiramente, animais peçonhentos são todos aqueles que possuem veneno que pode ser inoculado numa presa causando danos temporários ou permanentes na saúde da vítima.No Brasil, os acidentes por animais peçonhentos representam, certamente, um sério problema de saúde pública em nosso País.Segundo texto publicado em 2001 pelos autores Bochner e Struchiner, em junho de 1986 foi implantado o 'Programa Nacional de Ofidismo' na antiga Secretaria Nacional de Ações Básicas em Saúde do Ministério da Saúde (SNABS/MS), dando início, portanto, a uma nova etapa no controle dos acidentes por animais peçonhentos. Isso ocorreu em consequência a uma crise na produção de soro no País, que culminou com a morte de uma criança em Brasília.Nessa época, os acidentes ofídicos, ou seja, acidentes causados por serpentes, passaram a ser de notificação obrigatória no País. Entretanto, dados sobre escorpionismo e araneísmo começam a ser coletados somente a partir de 1988.Atualmente, com a e…
Saiba mais
  • 0

Hienas e suas peculiaridades no mundo animal

Hiena é o nome comum de três espécies de mamíferos carnívoros oriundos do continente africano. Apesar de se assemelhar a cães e gatos, as três espécies de hienas pertencem à sua própria família, chamada Hyaenidae.As hienas compartilham características com felinos e caninos. Como cachorros, eles caçam e cansam suas presas. Além disso agarram-as com suas bocas, e não com suas patas. Todavia, como os gatos, eles se limpam com frequência e marcam seu território com cheiro.As hienas são animais complicados, inteligentes e altamente sociais, com uma reputação realmente horrível. De fato, durante séculos, populações antigas acreditavam que as hienas possuíam as almas de condenados presos dentro delas. Além disso, segundo algumas pessoas, por conta dos gritos emitidos por esses animais durante a caça, soavam como demônios.Além disso, as hienas fêmeas malhadas têm genitais incomuns, que se assemelham às de um macho. Isso colide com muitas culturas modernas, que a vêem como u…
Saiba mais
  • 0

Calopsita: Tudo o que você precisa saber para cuidar do animal

A calopsita é uma ave originária da Austrália e, atualmente, sua presença está disseminada por todas as partes do planeta, já que conquistou muitos admiradores por sua beleza e interação com o humano. O nome “calopsita” tem origem em uma palavra alemã “kakatielje”, que significa ”pequena cacatua”. Seu nome científico é Nymphicus hollandicus.As calopsitas fazem parte da família dos Psitacídeos, ou seja, aves que se caracterizam pelo bico torto, inteligência excepcional e comportamento extrovertido. É a mesma família das araras, cacatuas, periquitos, papagaios e muitos outros. Assim, graças à essas características, seu porte e facilidade de reprodução em cativeiro, as calopsitas se tornaram as aves pets mais populares na América.Breve história da Calopsita A ave começou a ser conhecida pelo mundo por causa de um ornitólogo inglês chamado John Gould. Ele, que foi um autor bem sucedido de livros sobre história natural, visitou a Austrália em 1838 com o objetivo de conhecer…
Saiba mais
  • 0

Centopéia: Tudo sobre esse curioso animal

A centopéia, conhecida também como lacraia, é um Artrópode, membro de uma classe de invertebrados que inclui insetos, aranhas e crustáceos. Todas as centopéias pertencem à classe Chilopoda, que inclui cerca de 3.300 espécies diferentes.Esses animais são encontrados em todos os continentes, exceto na Antártida, e possuem a maior diversidade em forma e configuração em ambientes quentes e tropicais.Espécies de centopeias mais comuns Como dito anteriormente, há cerca de 3.300 espécies diferentes de centopéias. Entretanto, três se destacam por um motivo um pouco desagradável. De fato, segundo o Hospital do Instituto Butantan (SP), no período de 1980 a 1989, foram registrados 216 acidentes por lacraias, representando apenas 0,5% de atendimentos por animais peçonhentos.Os agentes causadores identificados pertencem, enfim, aos três gêneros: Otostigmus, Cryptops e Scolopendra.Etimologia do nome Centopéia vem no latim centipedia, de centipes, ou seja, “de numerosos pés”…
Saiba mais
  • 0