Todo cachorro nasce com atributos naturais que deveriam ser mantidos

Você seria capaz de distinguir uma raça de outra apenas olhando para uma imagem? Considere a raça Doberman Pinscher, uma das raças mais conhecidas e populares em todo mundo. A imagem abaixo mostra dois Doberman Pinschers, um deles de orelhas caídas e cauda longa, e o outro de orelhas em pé e cauda curta. O cão da esquerda é como os Dobermans costumam nascer, e o da direita tem a aparência que nós estamos acostumados a vê-los: com as orelhas cortadas e a cauda amputada, por nós humanos.Estes procedimentos são conhecidos por cauda e orelhas cortadas ou amputadas, e são normalmente feitos nesta raça e em muitas outras também. Dizem que os procedimentos começaram a ser feitos pelos Romanos, pois eles acreditavam que as caudas espalhavam doenças como a raiva, e que depois fazendeiros, caçadores e lutadores de cães deram continuidade porque acreditavam que os procedimentos evitavam que presas e cães adversários pudessem derrubar o cão pela cauda ou escalpelá-lo pelas orelhas. …
Saiba mais
  • 0

Como escolher o filhote de cachorro ideal

É muito difícil escolher um filhote de cachorro, mesmo que se tenha pesquisado muito até chegar o dia de comprá­-lo. Você pode até achar que está decidido, mas a hora emque se depara com uma ninhada cheia de filhotinhos fofos dá vontade de levar todos pra casa. Mas o momento é crucial para que seja feita a escolha certa. Tente da melhor maneira possível combinar seu estilo de vida às características físicas, ao temperamento e às necessidades particulares do cachorro que deseja ficar.Depois de refletir bastante sobre isso, você deve decidir entre a idade, o tamanho, o sexo e, em seguida, escolher um cão com pedigree ou um sem raça definida (SRD ou vira-latas). Tente observar o comportamento dos filhotes na ninhada. Aquele que mais se adequar ao seu estilo de vida é o primeiro passo para evitar futuros problemas. Aquele cãozinho que fica rosnando ao ser tocado por você, arrumando confusão com os outros filhotes pode parecer engraçadinho, mas também é um sinal de que ele pode…
Saiba mais
  • 0

Cachorro filhote ou adulto: o que considerar antes de decidir ter cachorro

A decisão de ter um cachorro é algo muito importante que deve ser tomada de forma consciente e responsável. Isto significa que, independente de comprar ou adotar um cachorro filhote ou adulto a pessoa deve saber que vai estar comprometida com esta decisão pelo resto da vida dele. Portanto é bom saber o que se deve considerar antes de se comprometer com um cachorro.A maioria das pessoas quando pensa em ter um cachorro costuma pensar apenas nas coisas boas. Ou seja, todo cachorro filhote é fofinho, engraçadinho e divertido, no entanto, todos eles são, além de todas essas coisas, seres vivos que precisam ser bem cuidados.O que considerar antes de ter um cachorro filhote ou adulto Todos os cuidados que qualquer cachorro precisa vão muito além de abrigo, água e comida. Isto é, todo cachorro filhote ou adulto precisa de carinho, atenção e uma parcela do seu tempo. É importante também lembrar que, eles também adoecem, se machucam, envelhecem, e infelizmente morrem.Por is…
Saiba mais
  • 0

Como a popularidade entre raças caninas vem mudando

De acordo com uma pesquisa realizada pela AKC, americanos costumam comprar cerca de milhão de cães de raça pura todos os anos, que variam desde os maiores como o Great Dane até os menorzinhos, como o pequeno Affenpinscher.Todas estas raças são registradas na AKC ao longo desses anos, que tem a função de categorizá-las e totalizar todas elas -- resultando nada mais nada menos que em mais de 150 raças diferentes. No Brasil, assim como em alguns outros países, como Inglaterra e Canadá, o fenômeno quase que se repete ou segue o mesmo padrão, com exceção de uma raça ou outra.Ao observar a pesquisa nota-se uma profunda mudança em popularidade entre as raças ao longo dos anos. Como não há uma pesquisa oficial como essa feita no Brasil pelas entidades cinófilas brasileiras, tomamos por base estes registros realizados pela AKC, e fizemos um apanhado voltando 80 anos antes — para descobrir que o gosto por cachorros dos americanos mudou drasticamente durante todos esses anos. …
Saiba mais
  • 0

Vínculo com cachorro: Como criar e fortalecer a relação com o cachorro

Não importa se o seu cachorro é adulto ou filhote, cada atividade que vocês se engajarem juntos será uma boa oportunidade para criar uma forte relação entre vocês. Ou seja, cada forma de interação é uma oportunidade de fortalecer o vínculo com cachorro já existente.São tantas as coisas que você pode fazer para fortalecer ainda mais o seu vínculo com cachorro. Um gesto, um simples afagar, um carinho diário, tudo isso ajuda. No entanto, cuidar você mesmo do seu cachorro diariamente é uma das melhores coisas que você pode fazer para apertar ainda mais esse laço entre vocês. Como por exemplo, escovar seus pelos, limpar seus olhos e orelhas, dar banho, tudo isso é capaz de confortar e agradar muito o seu cachorro se ele for acostumado desde cedo.Cuidado e convívio diário fortalecem o vínculo com cachorro Existem mil e uma formas de fortalecer o seu vínculo com cachorro apenas convivendo de perto com ele. Isto é, basta deixar que o convívio e os cuidados diários façam parte…
Saiba mais
  • 7

Como os cachorros entendem os humanos

Você já ouviu falar do Rico, o Collie Maravilha? Ele conquistou fama internacional ao ganhar um prêmio em um programa de televisão na Alemanha entre em 1999 e em 2001 por ter sido capaz de de responder corretamente a 200 palavras, se colocando no mesmo nível de inteligência que a maioria das crianças humanas em idades de 2 a 3 anos.E enquanto a maioria dos cachorros não são capazes do mesmo feito que Rico, muita gente jura pelas habilidades de compreensão dos seus animais de estimação. Até porque, muitos destes diálogos baseados em cães involvem respostas significativas na forma de um “woof”, choramingo ou rabo que balança, dependendo do que está sendo dito.É verdade que muitos donos de cães espantam-se com a complexidade de suas discussões caninas, fazendo com que se perguntem se o cães podem realmente entender o que eles dizem. Muitos vão ainda mais longe, querem saber até o quê os cães pensam.Acontece que pessoas que falam com os seus cães podem estar querendo…
Saiba mais
  • 1

Como entender o seu cachorro

Em geral, os cães “falam” através de uma linguagem corporal criada para ser entendida apenas entre seus semelhantes; decodificar essa linguagem exige prática humana.Aprender a “ler” o cachorro é quase que como aprender uma língua estrangeira. Exige concentração e entendimento de que formas de se comunicar podem ter diferentes significados em diferentes culturas e dependem do contexto no qual são inseridas. Cães latem, gemem e rosnam, mas principalmente eles “falam” através de uma linguagem corporal criada para ser entendida por outros cachorros.O significado pode não ser intuitivamente óbvio para humanos; por isso exige tempo e uma certa prática. Para entender um cão completamente, devemos nos colocar no lugar deles e tentar imaginar como é que seria se pensássemos como cachorros. Você pode já imaginar as recompensas de todo esse esforço?De fato, entender a linguagem de cães desconhecidos pode nos livrar de muita confusão e até prevenir uma mordida repentina. Ma…
Saiba mais
  • 0

Como socializar raças Bully

Cães considerados bullies são animais naturalmente sociáveis que amam estar ao redor de pessoas, mas se não forem socializados de maneira adequada, eles podem se tornar tímidos ou desenvolver problemas de comportamento indisciplinado.Como com todo animal de estimação novo, é importante introduzir o seu bully a todo tipo de pessoa o mais rápido possível para que estranhos não o intimide. Ao contrário de outros cães, no entanto, cães bullies já possuem certas ressalvas devido a algumas ideias equivocadas sobre o temperamento deles, por isso é especialmente crucial que o seu cachorro saiba como se comportar em público. Aqui você vai aprender como iniciar o trabalho de socialização, dicas para facilitar esse trabalho e como introduzir o seu bully a outros cães também.Socializando com pessoasÉ essencial que se estabeleça um forte laço com o seu cachorro antes de se preocupar em socializá-lo com outras pessoas. Gaste as primeiras semanas ajustando-o ao seu novo ambiente …
Saiba mais
  • 2

O que você deve saber sobre raças “Bully” antes de adotar

Faça o seu dever de casa. Tenha certeza que a raça é ideal para você.Rabo abanando, lambidas e abraços que cobrem o corpo inteiro são apenas algumas das reações que você pode esperar ao chegar em casa quando se tem uma raça do tipo “bully”. Estes cães fortes e ativos são excelentes companheiros. Mas constantemente, donos inexperientes e desavisados acabam abandonando estas raças em abrigos por não saber do comprometimento exigido para se ter tais raças.Muitas vezes não sabemos quais são os verdadeiros motivos que levam as pessoas a abandonarem seus cães, mas antes de trazer uma raça “bully” para a sua vida, saiba todos os fatos sobre estes cães tão dinâmicos.Eles são bons com crianças e outras pessoas? Quanto do meu tempo e da minha atenção eles irão exigir? Quais as legislações específicas para esta raça? E como tudo isso afetaria a sa decisão ao escolher a raça? Leia atentamente abaixo para aprender as respostas de todas estas perguntas, para só depois decidir…
Saiba mais
  • 17

Raças “Bully” ou de “Briga”

Quando alguém diz "Pit Bull", você logo imagina um certo tipo de cão em particular -- de construção forte e robusta, pêlo curto e cabeça larga e forte, por exemplo. Mas a raça é mais uma de várias outras raças que se encaixam na categoria conhecida por raças “bully”.Infelizmente, os cães que estão neste grupo foram vítimas de esteriótipos falsos e injustos, e muitas pessoas ainda acreditam que estas raças são naturalmente agressivas. Na realidade, a categoria de raças “bully” oferece uma variedade de escolhas maravilhosas para donos em potencial -- incluindo aqueles que procuram por uma companhia leal, obediente e brincalhona para seus filhos.Tanto é que, a ATTS, Inc. (Sociedade Americana de Teste de Temperamento), uma organização profissional que testa de forma independente o temperamento de mais 25.000 cães dentre cerca de 200 raças, concluiu que estas raças chamadas de “bully” como o Pit Bull Terrier Americano, o Staffordshire Terrier Americano e o Staffordshire B…
Saiba mais
  • 2

O que fazer ao chegar um novo filhote

Parabéns! Você finalmente decidiu adotar um filhote ou já trouxe o seu novo filhote para morar na sua casa. Quer você tenha experiência em lidar com animais de estimação ou está adotando pela primeira vez um filhotinho, aqui vão 10 dicas muito úteis para ajudar a criar esses filhotes.1. Prepare a sua casa para o seu novo filhoteDa mesma forma que se prepara a casa para receber um bebê recém-nascido, o novo proprietário do filhote deverá preparar a casa para recebê-lo. Sabe por quê? Você nem imagina em quanta confusão um filhote pode se meter. É também importante fornecer um ambiente seguro e confortável para o filhote. Comece removendo plantas venenosas e tóxicas, comprando protetores de cabos elétricos e protegendo as tomadas, e removendo qualquer coisa que possa ser mastigado por ele. Tenha sempre em casa muitos brinquedos de mastigar para o seu filhote para que ele não saia por aí destruindo coisas que não podem ser destruídas, como os seus sapatos.2. Leve o seu …
Saiba mais
  • 1

Cães Leões Sagrados

Há muitas lendas em torno dos chamados “Cães Leões Sagrados”, “Cães Fu (Foo)”, Leões de Buda, e, em alguns casos, leões de pedra. Na China, no Japão e em outros locais ao redor do mundo para onde muitos chineses migraram, há referências espalhadas por toda parte destes leões guardiões chineses.Os Cães Leões são poderosos animais míticos que têm sua origem na tradição budista. Acreditava-se que este animal tinha fortes poderes místicos de proteção, sendo símbolo de energia e valor. Por esta razão, tradicionalmente, eram posicionados à frente de Palácios Imperiais Chineses, templos, tumbas imperiais, prédios governamentais, e das casas de oficiais do governo e homens ricos, desde a Dinastia Han (206 a.C. – 220 d.C.) até a queda do Império em 1911 como sinal de proteção. Até hoje ainda se pode ver essas figuras espalhadas por toda parte em alguns países do Oriente-asiático.O leão, curiosamente, não é um animal natural da China; entretanto, leões asiáticos já foram muito …
Saiba mais
  • 0