Gato tem cada mania, né não?! A gente fica de queixo caído com certos hábitos desse rapazinho. Os queixos caem por surpresas boas. Bem, nem sempre. Às vezes, a surpresa é por admiração a alguma ação inteligente; em outras, por ação malandra. E a gente reconhece que, na esmagadora maioria das vezes, é admiração pela malandragem. E arranhar objetos? É mania boba ou necessária? Nesse caso, arranhador para gatos é mesmo necessário? Ou seria apenas modismo?

É o que a gente vai desvendar neste artigo. Não chega a ser mistério a ser desvendado, mas nem todos os donos de gatos conhecem esse tema o suficiente. Assim, este artigo pretende oferecer dados para que você descubra finalmente se seu gato é exótico, excêntrico ou apenas malandro mesmo.

Por que um arranhador para gatos?

O arranhador para gatos é um brinquedo muito comum para o comportamento dos gatos.

O arranhador para gatos é um brinquedo muito comum para o comportamento dos gatos.

Antes de mais nada, o ato de arranhar é extremamente natural para os gatos. Ou seja, isso já está desenhado em seu DNA, aliás até mesmo no DNA ancestral.

O comportamento que, para nós, parece engraçadinho – bem, engraçadinho quando ele não arranha móveis, sapatos, tela de celular… – é, na verdade, necessidade. E é bastante possível que você vai se surpreender: gatos arranham objetos para se comunicar com outros felinos. Ou com pessoas mesmo.

Assim, é por isso que tudo que ele arranha está sempre bastante à vista. Afinal, não faria sentido deixar marcas comunicativas na parte interior das portas de guarda-roupas ou embaixo do sofá. Portanto, tendo o gato necessidade de se comunicar, que o ato de comunicação seja visto por todos. É ou não é?

As marcas das unhas afiadas que eles deixam significam mensagens diversas. Como complemento, há ainda mensagens olfativas. Suas patas contêm glândulas que odorizam o local que arranham.

Essa estratégia de comunicação foi descoberta em estudos feitos pela BBC Horizon e cientistas do Royal Veterinary College, no Reino Unido. Além disso, o ato em si também é apropriado para manter as unhas no tamanho ideal. E afiadas, diga-se de passagem. E o bichano aproveita para alongar os músculos também.

Ou seja: arranhar, para gatos, é mais que arranhar. Nesse caso, aqui já vai uma dica de onde instalar o arranhador para gatos no caso de você precisar adquirir. Observe o local em que ele mais arranhe. Se não for possível instalar o objeto lá, identifique um local semelhante.

Onde instalar um arranhador para gatos?

É preciso instalar o arranhador para gatos em local apropriado.

É preciso instalar o arranhador para gatos em local apropriado.

Seria realmente frustrante você se preocupar em dar conforto ao seu amiguinho e perceber que ele nem sequer olhou para o arranhador de gatos. Bem, deixamos uma dica acima: talvez o local não seja adequado às necessidades instintivas dele. Assim, é fundamental que você encontre um local segundo o ponto de vista de seu animal.

Portanto, observe:

  • Como ele usa o ato de arranhar também para esticar o corpo, você pode colocar o arranhador para gatos próximo de onde ele mais gosta de dormir. Afinal, ele aprecia a gostosa sensação se espreguiçar quando acorda. Aproveite esse fato
  • Talvez seu gatinho tenha se habituado a passar as unhas na madeira de móveis ou no estofado. Tente a seguinte estratégia: cubra a área que ele arranha (pode ser uma manta grossa, plástico etc.); porém, a área precisa estar oculta; deixe perto o arranhador para gatos por tempo suficiente para ele se acostumar ao objeto; depois, vá transferindo o local paulatinamente, no máximo meio metro por dia, até onde você considera ideal
  • Ainda, ele vai querer deixar marcas e odores em locais em que haja bastante trânsito de outros gatos, outros animais e até mesmo de pessoas. Assim, observe atentamente o comportamento dele
  • Por outro lado, note que os felinos gostam de unhar tapetes. Claro, é porque passa muita gente por ali. Nesse caso, considere a possibilidade de deixar o arranhador para gatos nesse local. Não sendo possível, uma boa ideia é adquirir um tapete barato e deixá-lo sobre o tapete original por um tempo. Assim, ele se acostuma a arranhar este; depois, basta levar o tapete para onde você vai instalar o arranhador para gatos

Então, é isso. Observação e paciência são posturas ideais para “domar” seu bichano e ensiná-lo a usar sempre o arranhador para gatos.

E se ele não se interessar pelo arranhador para gatos?

Ele pode até fingir que não gostou, mas vai adorar o seu arranhador para gatos.

Ele pode até fingir que não gostou, mas vai adorar o seu arranhador para gatos.

Este artigo se iniciou com “gato tem cada mania, né não?”. Então, uma das manias que mais agradam ao bichano é contrariar seu dono. Assim, ele pode não demonstrar atração pelo arranhador para gatos. Não leve isso em consideração; é passageiro. Assuma ares de “não tô nem aí”.

Aos poucos, ele vai perceber isso e vai começar a se ocupar das ranhuras no objeto. Afinal, o arranhador é bem melhor que móveis, sofás, vasos de plantas etc., pois foi feito exatamente para isso.

Ainda assim, se ele for mais teimoso que você, uma das estratégias abaixo:

  • Coloque o brinquedo favorito dele próximo ao arranhador para gatos. Ele vai levar para outro lugar, achando que é brincadeira. Seja mais determinado que ele
  • Ainda em relação a brinquedo, divirta-se com ele e com seu gatinho perto do arranhador para gatos. Movimente-se de forma que o bichano seja obrigado a tocar o objeto. Assim, ele vai perceber que a superfície dele é bem agradável
  • Conhece a planta erva-gateira? Esfregue um pouco no arranhador para gatos. Ao lamber, ele vai ser estimulado a se lamber também e descobrir que o objeto é uma das melhores invenções para o mundo dele
  • Lance mão da técnica de recompensas. Deixe o pote de ração próximo ao arranhador para gatos. Toda vez que ele se aproximar ou usá-lo, premie-o com um pouco de alimento

Importante: veterinários, criadores e proprietários experientes afirmam que não é boa ideia forçar o gato a passar as patas no arranhador. Como a gente disse acima, gatos gostam de contrariar seus donos. Nunca perca a paciência. Por outro lado, em vez de simplesmente contrariar, ele pode “se vingar”. É até possível que faça suas necessidades em lugares indesejáveis para você.

Dicas para escolher bem o arranhador para gatos

Preste atenção ao escolher o seu arranhador para gatos.

Preste atenção ao escolher o seu arranhador para gatos.

À primeira vista, parece que escolher o arranhador para gatos é realmente descomplicado. Basta ir à petshop, apontar um deles, pagar e levar pra casa. Não é bem assim. Há detalhes que, no frigir dos ovos, deixam de ser detalhes e passam a ser itens importantes.

Qualquer equívoco na apresentação do arranhador para o gato pode resultar em aversão dele em relação ao objeto. Aliás, você pode até encarar essa aversão como negativa total, mas esse comportamento é muito raro.

Tudo o que você precisa ter em mente é que o arranhador para gatos é para seu gato. Portanto, precisa agradar a ele e não a você ou sua família. Certo? Então, vamos lá.

Altura

Talvez seja o quesito mais importante a ser observado. Como a gente destacou acima, o animal usa o arranhador para gatos também como espreguiçadeira. Além disso, como você sabe, gatos são curiosos. Ele vai querer saber o que há no topo do aparelho.

Nesse caso, se o utensílio for pequeno a ponto de não conseguir se alongar, não vai ser atraente; se for alto o bastante para ele não ver (ou não consiga pular) o que há no topo, idem. É importante que ele estique todo o corpo; isso faz bem a sua musculatura.

Portanto, dê um jeito de descobrir o tamanho total de seu bichano, ou seja, estando ele completamente esticado. Você consegue isso ao brincar com ele ou observando-o alongar-se. Nesse momento, fixe mentalmente o alcance da envergadura (use marcas no chão como parâmetro).

Dessa forma, você vai ter ideia da altura do arranhador para gatos ideal para ele.

Aparência

O segundo item a ser observado com atenção é estratégico. A superfície do arranhador para gatos deve ser diferente de móveis e tapetes que você tenha em casa, especialmente na cor. Caso contrário, seu gatinho vai se perguntar “ué… por que aqui pode e ali não pode?”.

Possibilidade de destruição

Não é à toa que seu gato gosta de arranhar móveis e estofados. Esses materiais são destrutíveis. Ou seja, gatos gostam de ver o resultado de suas arranhaduras. Portanto, o revestimento do arranhador para gatos precisa ser destrutível também. E, claro, substituível.

Base segura

Avalie bem o diâmetro da base. Ela precisa ser ampla o bastante para que o arranhador não tombe. Especialmente, que não tombe sobre o gato. Se isso ocorrer uma vez, bem… você já sabe.

Estabilidade

Certifique-se de que o arranhador esteja plenamente fixo na base. Como você sabe, o felino usa árvores para a ação de arranhaduras quando na natureza. Aliás, árvores são arranhadores milenares para eles, usados desde que seu DNA começou a se separar dos felinos ancestrais.

E, claro, os troncos não balançam. Assim, o felino se sente seguro. Se o arranhador balançar apenas uma vez, é possível que o gatinho nunca mais o procure. E não procure nem mesmo se você substituir o aparelho por outro bem diferente.

Sonorização

O ato de arranhar é acompanhado sempre de som característico. Aliás, esse som é agradável aos ouvidos dos gatos. Portanto, arranhe você mesmo o objeto. Se não emitir som, não adquira.

Como fazer um arranhador para gatos?

É possível fazer você mesmo o seu arranhador para gatos.

É possível fazer você mesmo o seu arranhador para gatos.

Há uma infinidade de modelos, aparência, material de arranhador para gatos. E, claro, de preços também. A gente lembra que nem sempre um formato bonito é agradável a seu gato. Às vezes, nem as cores.

Por outro lado, você por ser uma daquelas pessoas que adoram pôr a mão na massa, de fazer, de criar. Isso é bom, claro. Portanto, seria excelente ideia unir o útil ao agradável: seu prazer de produzir e o arranhador para gatos.

Veja agora as etapas para você construir um arranhador para gatos:

Começando pela base

A gente nem precisa lembrar que a base deve ser ampla o bastante para apresentar segurança. Avalie bem o tamanho de seu bichano para ter ideia boa do tamanho da base. Faça de forma que seu gato esteja sobre ela enquanto se estica para cima.

Se as patas traseiras estiverem no chão, o movimento de empurrar de seu bichano certamente vai fazer o arranhador para gatos tombar para frente.

Ao serrar a madeira, não se esqueça de lixar bem. Faça isso ainda que você vá cobrir a base com tecido resistente ou sisal. Assim, as patas de seu gatinho estarão protegidas.

Encape a madeira com tecido bastante resistente. O ideal seria camada de corda de sisal, mas a preferência é papelão ondulado resistente ao máximo. Ao fazer isso, observe atentamente se o grampo ou pontas de prego não ultrapassaram a superfície superior da base.

Preparando o poste

Claro, o poste é a peça vertical do arranhador para gatos. Opte por madeira leve, mas resistente, de forma que não faça peso demasiado na base.

Afixe o poste na base a partir da parte inferior da superfície. Use parafusos autoatarrachantes e compridos. Atenção ao furar a base: obviamente, a ponta do parafuso não pode ficar exposta no poste de maneira alguma.

Aplique boa camada de cola na madeira. Encape o poste com o mesmo material com o qual encapou a base. Isso facilita chamada de atenção do bichano. Se preferir corda de sisal, ela deve estar enrolada firmemente a fim de oferecer boa resistência às unhas do bichano.

Teste você mesmo

Antes de apresentar seu trabalho ao gatinho, teste-o. Pise ou ajoelhe-se na base e empurre o poste. Observe se ele se movimenta, se a cobertura (sisal ou carpete) está bem presa, se não há pontas de pregos etc.

Pronto! Eis um lindo arranhador para gatos

Construído por você ou adquirido no petshop, o arranhador para gatos vai ser excelente peça de entretenimento e ao mesmo funcional. Além disso, como a gente disse, excelente “protetor indireto” de seus móveis e estofados.

Quem gosta de animais sabe que todo esforço feito em prol de seu bem-estar reflete em bem-estar para a família inteira. Assim, qualquer objeto, brinquedo, alimento, remédio disponibilizado para seu gatinho não representa despesa, mas sim investimento. Investimento em saúde, alegria e companheirismo.

E você? Já construiu um arranhador para gatos para seu bichano? Se sim, diga pra gente como foi o resultado; se não, aproveite as instruções acima. E, se tiver mais alguma dúvida sobre esse excelente instrumento, deixe aí na área de comentários.