Inserir qualquer animal de estimação ao convívio familiar é o tipo de decisão capaz de mudar a vida de todos os seus integrantes para sempre. Escolher a raça de cão mais adequada para sua família é de suma importância para a segurança e a felicidade de todos, tanto do cachorro quanto dos familiares, principalmente se haver crianças involvidas.

Amantes dos animais por natureza, as crianças costumam ficar felizes quando possuem a companhia de um cãozinho em casa. Toda criança deseja ter um cachorro, por isso é comum as crianças pedirem por eles.

Menina deitada no tapete da sala de casa com seu Golden Retriever (Crédito/Copyright: “wavebreakmedia/Shutterstock”)


No entanto, nem todas as raças caninas são apropriadas para o convívio com crianças, por isso é preciso escolher com cautela qual animal seria mais adequado para a sua família, afinal nem toda família é igual. Além disso, outros fatores também pesam nesta escolha e precisam ser considerados com cuidado, como o estilo de vida da família e o tempo disponível de cada integrante para cuidar deste animal. É importante ressaltar que não é apenas a raça que determina o temperamento e a personalidade do cachorro.

Na hora de escolher um filhote, é preciso contar com o auxílio de um profissional capacitado, que poderá não só fazer testes de temperamento, assim como doenças e também ajudar na escolha de um cão de comportamento mais estável e tranquilo ou mais adequado as suas necessidades e estilo.

Menino passeando na rua com o seu Beagle sem guia (Crédito/Copyright: “Soloviova Liudmyla/Shutterstock”)


E não é só isso que deve-se levar em conta, mas outros fatores como o seu tamanho, nível de disposição e energia, características biológicas, necessidades físicas, a sua manutenção e cuidados, e sem falar na maneira com que ele foi criado que também determina se ele será um bom cachorro para criança.

E justamente por estar vinculado a fatores comportamentais, genéticos e também predisposições é que algumas raças de cachorro são mais ou menos recomendadas do que outras para o convívio com crianças e bebês. Converse com amigos, conhecidos, donos das raças que você mais gosta, veterinários e criadores para escolher a raça mais recomendada para a sua família.

Um cachorro ideal para criança deve ser tranquilo, dócil, paciente, não se irritar facilmente ou ficar estressado com barulhos e movimentos, e principalmente ser capaz de se divertir por horas brincando e convivendo com o seu pequeno dono.

Menino deitado na grama como seu cachorro de estimação (Crédito/Copyright: “Rob Hainer/Shutterstock”)


Por esse motivo, é necessário socializá-lo para que ele conviva bem desde com bebês a crianças de diversas idades. Essa interação, que é ótima para ambos, fortalece a saúde da criança, suas habilidades de leitura, seu desenvolvimento cognitivo e seu senso de responsabilidade. O laço que se forma entre uma criança e seu cachorro pode ser um dos mais fortes na vida de uma pessoa.

Para um convívio ideal entre todos, além da socialização, a disciplina e os exercícios físicos são elementos essenciais. Assim como a criança que deve ser educada para entender e respeitar os limites e as necessidades do cachorro. Nunca esquecendo que, nenhum cachorro, independentemente da raça, deve interagir com uma criança sem a devida supervisão.

Menina deitada no sofá conversando com o seu atento Golden Retriever (Crédito/Copyright: “Africa Studio/Shutterstock”)


A verdade é que não existe uma resposta definitiva para esta escolha, pois todo cachorro tem potencial para se tornar um grande amigo e adorador dos pequenos, mas é sempre difícil prever a sua personalidade, pois há muitos fatores que influenciam no comportamento canino ao longo do seu crescimento.

Por outro lado, há algumas raças que possuem as características ideais para o começo de um relacionamento harmonioso, e que a partir de um bom adestramento, tornam-se excelentes companhias. Para facilitar a sua escolha, vale a pena ressaltar alguns pontos: Famílias que moram em apartamento devem dar preferência à raças pequenas e que não precisam de muito espaço.

Quem possui casa com quintal, pode optar por um cão dócil de porte grande, pois o mesmo terá bastante espaço para correr e brincar. A disponibilidade de tempo para dar atenção ao animal também conta, pois muitos cães são carentes e necessitam de um convívio mais longo com seus donos. Crianças muito novas, entre 2 e 5 anos de idade, não possuem discernimento em relação ao animal. Também podem ser facilmente derrubados por cães maiores.

Menino briancando de jogar bola no parque com o seu Labrador retriever (Crédito/Copyright: “Mark Umbrella/Shutterstock”)


O ideal, nesses casos, é escolher uma raça de pequeno a médio porte, e que seja tolerante com os pequenos, dócil e brincalhão. Para crianças maiores, acima dos 8 anos, a convivência com os cães pode ser ainda melhor, pois eles podem aprender a cuidar do animal, aumentando sua responsabilidade em relação ao cachorro. Também podemos incluir, para esses casos, cães de porte maior, brincalhões, com bastante energia para gastar com as crianças e muito companheiros.

Você pode começar também respondendo algumas perguntas importantes que irão ajudar na sus decisão:

  1. Qual seu estilo de vida?
  2. Você mora em casa ou apartamento?
  3. Você mora no campo ou na cidade?
  4. Sua família é ativa ou mais caseira?
  5. Por quê você quer um cachorro – pra fazer companhia, pra ser parceiro em atividades, para seu um cão de terapia ou para brincar?
  6. Você, ou alguém da família tem alergia a cães ou a pêlos?
  7. Você está disposto a cuidar do cão com frequência?
  8. Você tem mania de limpeza e organização?

Mistura de Terrier filhote dando um beijinho carinhoso em seu dono (Crédito/Copyright: “Anna Hoychuk/Shutterstock”)


Depois, pesquise algumas raças que mais interessem. Qual o propósito de determinada raça? E para finalizar, converse com donos e criadores das raças que você está pensando, pra saber exatamente como é o temperamento normal desses cães. Lembre-se, na hora de adquirir um animal, não se esqueça de que existem muitos animais abandonados, que podem ser adotados nos abrigos. Vale a pena visitar algumas ONGs e conhecer alguns cães, antes de pensar em comprar. Não compre animais por impulso, ou apenas porque a criança pediu.

Ter cães é uma responsabilidade muito grande e caberá ao adulto da casa suprir as necessidades do cachorro, como alimento, abrigo, passeios e brincadeiras.

Além disso, a educação e limites devem fazer parte da vida do seu cão, para uma convivência saudável com todos da casa. O seu treinamento e obediência são essenciais para manter essa harmonia entre eles e as crianças. Por isso, é vital que o cachorro seja treinado desde filhote. Para facilitar ainda mais esta decisão, organizamos abaixo 12 raças consideradas excelentes e de temperamento ideal para o convívio com crianças:

1. BULDOGUE INGLÊS

Menino afagando carinhosamente o seu Buldogue inglês na cabeça (Crédito/Copyright: “Pavel L Photo and Video/Shutterstock”)


Há bastante variação em personalidade, saúde e outras características dentre os diversos cães desta raça por conta da recente popularidade e consequênte produção excessiva destes cães. Como para todas as raças, seus donos devem garantir que esses cães foram criados de forma consciente e responsável, prezando a saúde e os aspectos comportamentais da raça. No geral, o Buldogue Inglês possui um temperamento dócil, pacato e afetuoso com crianças. É uma raça resistente, atenta e leal, perfeito para quem gosta de uma boa bagunça.

É um excelente companheiro capaz de viver de maneira harmoniosa com todos, seja em casa ou em apartamento, e ainda adora conviver com outros cachorros. Apesar de ter um nível baixo de energia, eles são brincalhões e ativos quando não estão cochilando ao seus pés. No entanto, o Buldogue Inglês exige bastante disciplina, principalmente no convívio com crianças, pois são naturalmente protetores e devido ao peso e estrutura forte podem ser brutos. Sendo assim, é importante que eles sejam acostumados com novas pessoas e treinados a respeitar os comandos dos donos, desde filhotes. Mas quando bem treinados e socializados, o Buldogue Inglês pode ser considerado um dos melhores cachorros para criança.

2. BEAGLE

Menina dando uma braço apertado no seu lindo Beagle (Crédito/Copyright: “Kristina Stasiuliene/Shutterstock”)


Se você está a procura um cachorro de temperamento agitado e brincalhão para crescer com seus filhos, o Beagle é uma ótima opção, pois além de ativa, a raça é protetora. Eles não dispensam uma boa farra, brincadeiras e passeios, podendo assim se tornar uma excelente companhia para crianças ativas. Por outro lado, ele não gosta de ficar sozinho, e pode facilmente ficar destrutivo ao ficar em casa por longos períodos de tempo sem ter o que fazer.

Por esta razão, o Beagle precisa de donos que passam bastante tempo em casa ou para famílias que têm mais de um filho. Além disso, é necessário oferecer diversas distrações com bastante brinquedos para ele morder – sem birnquedos ele é capaz de optar por brincar com a porta, móveis e outros itens proibidos da sua casa. Além de curioso e brincalhão, é amigável, inteligente e alegre, e geralmente se da bem com outros animais de estimação. O Beagle também adora farejar, devido a sua herança de cão de caça.

É preciso adotar passeios diários, além de estímulos e exercícios para que ele não saia por aí descontando com comportamentos inadequados. Apesar disso, o Beagle é um cão muito dócil e sociável. Além de não crescer muito e manter-se leve, mesmo depois de adulto, o que facilita o seu convívio com os pequeninos.

3. BULL TERRIER

Bebê e Bull Terrier filhote correndo na grama juntos (Crédito/Copyright: “otsphoto/Shutterstock”)


O apelido dessa raça em inglês, traduzido em “a criança na pele de um cachorro” já diz bastante sobre a sua personalidade. O Bull Terrier é um bom cachorro para criança e perfeito para uma família grande, desde que a disciplina e os limites sejam reforçados pelos donos e ele receba exercícios físicos diários. No entanto, por serem animais fortes, o Bull Terrier não é recomendado para os pequeninos e tende a se dar melhor com crianças mais velhas.

Mas, de modo geral, além de inteligente, amigável e calma, a raça é paciente com crianças e tolera as brincadeiras infantis. Nesse sentido, o seu alto nível energético é um fator positivo, principalmente considerando que ela tolera várias horas de brincadeiras sem se cansar. Resistência é outra característica marcante da raça. O Bull Terrier suporta longas caminhadas, horas de brincadeiras e não se incomoda com os abraços e agarrões que crianças adoram dar em seus cães. Se treinado desde cedo, pode se tornar um animal bastante obediente. Além disso, o Bull Terrier tende a ser bastante protetor, amigável e amoroso com adultos e crianças.

4. COLLIE

Menina sentada na grama com a sua Collie fiel escudeira (Crédito/Copyright: “AnikaNes/Shutterstock”)


O Collie está sempre associado à personagem Lassie – a raça, assim como na história do filme, é apegada e amorosa com a sua família. E por ser uma raça de pastoreio, o Collie é educado e obediente, fácil de ser treinado, lida bem com treinamentos, comandos, afazeres e, é claro, brincadeiras, podendo responder até mesmo aos comandos dos pequenos.

A raça realmente pode ser um incentivo positivo no comportamento das crianças, uma vez que poderá ensinar noções de responsabilidade e afeto. Tem forte instinto familiar e de propriedade, o que o torna também um bom guardião. Mas lembre-se que os Collies têm porte médio e pelagem exuberante, muito admirada por algumas famílias e vista como problema por outras. É uma raça muito dócil e previsível, raramente morde ou estranha pessoas da família, e acaba sendo perfeito para donos de primeira viagem.

5. POODLE

Menino e seu poodle apricot de cabelos igualmente cacheados (Crédito/Copyright: “aboikis/Shutterstock”)


De uma forma geral, os Poodles são uma boa opção para famílias com crianças, com excessão apenas para as versões Toy e Micro Toy que são mais frágeis e mais delicadas e não recomendadas para os pequenos. Os Poodles são gentis, inteligentes, ativos, orgulhosos, elegantes, ao mesmo tempo carinhosos, dedicados e fiéis.

Raramente ficam irritados, e é considerado um cão simpático, de bem humorado e paciente, o que faz dele um excelente companheiro para qualquer criança. Além disso, podem ser uma boa companhia para aquelas que sofrem com alergias, uma vez que não soltam pêlos, mas, no entanto requerem tosas e banhos regulares. Essa raça é muito esperta e aprende comandos facilmente, além de adorar brincar com os pequenos, além de serem dóceis, protetores e amorosos com os donos.

6. LABRADOR RETRIEVER

Garotinha beincando na terra com o seu Labrador retriever (Crédito/Copyright: “Elena Nasledova/Shutterstock”)


Os Labradores são uma das raças de cachorro mais conhecidas pelo mundo por serem uma das escolhas mais populares para criança. Em geral, é indicado para qualquer idade, pois são protetores, inteligentes, confiáveis, brincalhões, amorosos, pacientes, ativos e verdadeiramente apaixonados por seus donos.

Além disso, a raça adora brincar e esta sempre bastante predisposta a aprender novos truques. Por outro lado, é preciso reforçar a disciplina e o exercício físico diário, fornecer estímulos mentais e muitos brinquedos. Aqueles que não tiverem suas necessidades físicas e mentais supridas diariamente podem engordar, além de direcionar a sua energia a comportamentos indesejáveis, como latir, destruir e roer objetos proibidos da casa.

Quando adultos ficam maiores e exigem mais espaço, por outro lado têm pelos mais curtos e até podem ser criados com livre acesso ao interior da casa, mas necessitam de espaço. A sua beleza se equivale a sua doce personalidade e inteligência. Indicado para quem tem filhos com muita energia, como crianças entre 7 e 10 anos. Ele adora uma corrida, brincadeiras de bola e o carinho do dono. É quase impossível que essa raça demonstre traços de raiva ou agressividade.

7. GOLDEN RETRIEVER

Menina abraçada com seu amigo amado Golden retriever (Crédito/Copyright: “StockLite/Shutterstock”)


Assim como os seus primos Labradores, os Golden Retrievers são sociáveis, trabalhadores, inteligentes, leais, obedientes, confiáveis, disciplinados e tolerantes. O seu alto grau energético e a sua inteligência os tornam uma das melhores raças para crianças, especialmente àquelas que gostam de brincar com água, pois os Goldens, assim como os Labradores, amam nadar. Por outro lado, o Golden Retriever é uma raça que precisa conviver em matilha.

Portanto, ele é indicado para famílias ativas e que passam bastante tempo em casa. São cães de porte médio, com temperamento equilibrado e bastante ativos. Nem agressivo nem tímido, ele é extremamente paciente, amigável, dócil e carinhoso. Porém, um Golden Retriever precisa de espaço e de uma família que acompanhe o seu nível de energia. É recomendado para casas com jardins grandes e para pessoas mais ativas, que gostem de se exercitar e tenham disponibilidade para levar o cão em passeios e caminhadas.

8. PUG

Bebê e seu fiel Pug deitados brincando juntos (Crédito/Copyright: “logoboom/Shutterstock”)


Por ser pequeno, não latir e não necessitar de muitos exercícios físicos, o Pug é uma raça ideal para apartamentos. Quando treinado e socializado a conviver com crianças, também se torna um bom cachorro para criança, pois tem um temperamento feliz, amável e carinhoso. A raça é conhecida por ser calma, dócil e não precisar de muito espaço. Os Pugs costumam ser teimosos, o que dificulta o treinamento, e podem apresentar dificuldades respiratórias pela estrutura do focinho e outros problemas de saúde.

9. SHIH TZU

Shi Tzu filhote branco (Crédito/Copyright: “Bildagentur Zoonar GmbH/Shutterstock”)


O que faz do Shih Tzu um cachorro ideal para crianças é o fato dele ser amigável, carinhoso e altamente adaptável. Ele não somente se dá bem com crianças e novas pessoas, mas tende a conviver harmoniosamente com outros animais. Porém, quem opta pelo Shih Tzu precisa educar suas crianças sobre a fragilidade da raça, pois são comumente machucados por crianças que gostam de brincar de forma bruta.

O ShihTzu é uma raça alegre e que também não necessita de muito espaço, podendo se adaptar facilmente em qualquer tipo de casa. No entanto, ele é carente e precisa de atenção, por isso é importante que os donos tenham tempo para fazer companhia e para passear com ele.

10. VIZLA ou BRACO HÚNGARO

Garotinha abraçada ao seu amigo Vizla ou Braco Húngaro (Crédito/Copyright: “IndigoLT/Shutterstock”)


O Vizla ou Braco Húngaro é indicado para famílias que possuem crianças agitadas. A raça é gentil, leal, calma, afetuosa, carinhosa e silenciosa, perfeita para brincar com os pequeninos.

No entanto, exige muita atividade física. Por esse motivo, e por ser um cão trabalhador, seus donos precisam oferecer exercícios físicos e mentais diariamente para mantê-lo equilibrado e feliz. Além disso, ele é obediente, confiante, inteligente e aprende rápido, o que o torna muito mais fácil de adaptá-lo às regras da casa e formar laços estreitos com a família. E o melhor de tudo, o Vizsla não exala muito cheiro.

11. SETTER IRLANDÊS

Setter Irlandês deitado descansando no deck de madeira após série de atividadees (Crédito/Copyright: “Reddogs/Shutterstock”)


O Setter Irlandês é ótimo para crianças cheias de energia, que queiram correr e brincar muito em espaços abertos. Apesar da pelagem longa, conhecida por “casaco”, o Setter Irlandês é um cão veloz e atlético. Alguns criadores dizem que seu temperamento “indomável” torna o adestramento mais difícil, mas ele está longe de ser feroz ou perigoso.

Pelo contrário, é brincalhão, enérgico, bastante sociável e sempre procura estar perto das pessoas da casa, além de lidar super bem com crianças ativas. Mantendo o grande nível de exercícios necessários, o Setter Irlandês se tornará um membro adorável da sua família.

12. TERRA NOVA

Menina afagando o seu amigo Terra Nova preto no jardim (Crédito/Copyright: “Ermolaev Alexander/Shutterstock”)


Apelidado de “babá da natureza”, esta raça adora crianças e é considerado bondoso e muito protetor. Gentil, dócil e paciente, é quase uma “Madre Tereza” de cães, pois adora crianças e cuida muito bem delas como se fossem da sua própria espécie. Por outro lado, costuma babar em excesso. Mas é considerado também um bom nadador e já foi capaz de salvar vidas em situações de emergências. Por ser uma raça de grande porte muito ativa, ele precisa se exercitar bastante, por esta razão necessita de espaços amplos.

Por Dani Jardim

Dani Jardim é redatora freelancer, contribui com contéudo digital para vários sites diferentes. Amante dos animais, divide o seu tempo escrevendo sobre todos eles neste portal, e nas horas vagas, se divertindo com seus cachorros, o Pug, Bóris e o Buldogue francês, Vasco. Dani também faz parte da nossa equipe editorial como gerente e editora de conteúdo.

Perguntas & Respostas

  1. Olá, boa tarde!
    Amei o artigo! Estou pesquisando a meses um cachorrinho para dar ao meu filho de 7 anos, ele é hiperativo, não consegue parar por nada, rsrs. A ideia é comprar um cachorro para brincar com ele e fazer companhia. Qual raça de porte pequeno a médio vc recomendaria? Moro em casa, mais não tenho muito espaço, meu quintal é fechado. Obrigada!

    1. Olá Angela, de porte pequeno a médio é uma enorme variedade de cães – o importante é combinar o seu estilo de vida, tempo que pode dispensar fazendo companhia e cuidando dele, levando pra passear e o seu orçamento – porque um cãzinho é pra vida toda. Analise bastante todas as questões e pesquise bastante. Qualquer um dessas raças no artigo são excelentes para crianças, mas considere também algumas raças mais adequadas aos ambientes menore. Os Buldogues e os pugs são excelentes! O corgi também!

  2. Adorei a matéria! Em especial as particularidades de cada raça!
    Escrevi um post também falando do convívio de crianças com animais de estimação! Espero que vocês gostem!

    1. Olá Juliana, não há raças “gordinhas”porque a obesidade canina não é saudável. Talvez você queira dizer uma raça mais corpulenta e musculosa. Dependendo do seu estilo de vida, há muitas raças que se encaixam nesse perfil. Tente escolher uma que seja mais adequada ao seu estilo de vida e que tenha necessidades que você possa surprir com esse estilo de vida. Escolher um cachorro vai muito além da aparência e é pra vida toda!

  3. Boa tarde tenho filho de 6 anos estou pesquisando a meses , pois sob indicação da psicologa e do neuro um cão seria indicado para interagir com ele, porém moro em apartamento e ele tem alergias a pó , preciso de ajudar quais raças que melhor se encaixa, trabalho no período noturno e tenho o dia livre para sair com ele, Pensei em um poodle toy ou yorkshaire , mas estou em duvida. Quais raças é a mais indicada . Desde já agradeço atenção.

    1. Olá Ivânia, entre as duas raças citadas, talvez o poodle seria melhor, por conta do quadro alérgico do seu filho. Mas o Yorkie também é uma outra boa opção, por ser também pequenino e adequado ao apartamento.

  4. ola boa tarde minha filha esta querendo muito um cachorrinho e ela tem 9 anos.Pensei no Pinscher você acha que é uma boa escolha?

      1. Oi eu tenho dois filhos um tem 11 anos e outro 2 anos
        Quero criar um husky siberiano
        Mais to com medo o que vcs me falam sobre esse raça, já que tenho criança

      2. Huskies Siberianos são lindos e tudo vai depender de como criá-los juntos e socializá-los. É uma raça muito determinada e energética, precisa de tarefas e trabalho. Se esse for os estilod e vida de vocês, em que eles vão poder gastar a energia deles e dosar a agressividade, você não terá problemas. Mas eles precisam de treinamento e socialização intensa, se não puder oferecer isso, escolha outra raça.

      1. O Beagle ou poodle? Qual que é ideal para minha filha de 07 anos? Moro em casa, Somos 4pessoas,meus pais,marido ,eu e minha filha Sofia Helen. Ela se sente so e quer um cao para b rincar e fazer companhia. Mim ajude,por favor! É verdade que o poodle é agressivo, qiero o toy.

      2. Olá Veliania, recomendamos que você leia sobre cada uma das raças e decida de acordo com o estilo de vida de vocês. O poddle não é agressivo, super dócil, já o beagle é super ativo e precisa ter a sua energia suprida. Leia sobre as características de cada um e compare com o estilo de vocês.

  5. Olá, pessoal!
    Me separei há 9 meses e tenho uma filha, de 2 anos e 8 meses. Percebi que depois da separação ela ficou mais agitada, ansiosa. É muito amorosa, porém geniosa. Suas brincadeiras são meio brutas. Ela é filha única. Tenho pensado muito em dar um cachorrinho p ela, para ajudá-la na ansiedade, para brincar bastante, ser companheiro. Moro em apartamento e sou caseira. Estou em dúvida sobre qual a raça mais indicada. Gostaria da ajuda de vcs! Obrigada!

    1. Olá Renata! Qualquer uma das raças noa rtigo são excelentes escolhas. O importante é ter tempo para os passeios e dar atenção ao animal. Como a sua filha é aidna pequena, é preciso supervisioná-la com o cachorro e nunca deixá-la sozinha com ele, até que os dois saibam lidar um com o outro. Mas como você mora em apartamento, talvez queira ler este artigo primeiro antes de escolher – https://vidanimal.com.br/10-melhores-caes-para-apartamentos/. Boa sorte!

  6. Bom dia
    Tenho uma menina de 4 anos e está quer muito um Pincher . O que vc acha, acha adequado essa raça ou me sugere outra??

    1. O Pinscher é uma raça muito bacana e brincalhona, destemida e leal, mas como é um cachorro de porte pequeno é preciso ter cuidado com ele. Uma criança de 4 anos pode machucá-lo se não aprender a lidar com ele – mas socializando os dois da forma correta você não vai ter problemas.

    1. O Lhasa é um cachorro excelente para apartamentos, mas uma criança de 03 anos pode não saber ainda como lidar com ele. Eles são dóceis e amorosos mas não toleram maus tratos. Ensine o(a) seu(a) filho(a) a lidar da forma adequada com o cachorro e você não vai ter problemas, eles serão amigos par oa resto da vida.

    1. Olá Clarissa, as duas raças estão listadas como melhores para crianças, por serem de porte pequeno, dóceis e tranquilas – mas isso vai depender muito da personalidade da criança e socialização do animal com a interação dos dois. Digo isso porque são raças pequeninas, que podem não aguenta ro tranco e tolerar certas brincadeiras infantis. O Maltês ainda é mais ativo e vai gostar de brincar, mas o Yorkie, dependendo do temperamento, é mais um cão que gosta de tranquilidade e ficar no colo. Leia mais sobre cad auma das raças, pode te ajudar a decidir: https://vidanimal.com.br/yorkshire-terrier/ e https://vidanimal.com.br/maltes/

  7. Bom dia
    Gostaria de dar um cachorro para meu filho de 2 anos. Um que seja de raça pequena e que não tenha tanta energia como o beagle. Moro em casa então tenho um espaço para ele correr. O que me sugere? Li que o poodle é uma boa indicação, mas atualmente me parece ser tão difícil encontra poodle.
    Obrigada

    1. Oi Clarissa, o Poodle pode seu uma boa ideia, mas ele exige socialização para não se tornar temperamental. O Pug, o Buldogue francês, o Boston terrier o Buldogue inglês e o Bull terrier são excelentes raças – que gostam de birncar, mas também não são hiperativios como o Beagle.

  8. Boa tarde.
    Excelente matéria… Estou querendo um cão de porte pequeno médio para ser cão de guarda e um companheiro para meu filho de 5 anos, ele anda animais. Moro em casa com quintal que comportaria um cão assim. Pensei no Bull terrier, pois além da tolerância com crianças eles impõem respeito no portão rsss. Vc indicariam este cão? Quais os cuidados preciso ter para adquiri-lo?

  9. Adorei o artigo! Parabéns.
    Sou apaixonada pelo Bulldog Ingles, mas me informaram que tem problemas cardiacos e podem morrer mais rapido. Essa informação procede?

    1. Olá Nathalia! Os buldogues são mais suscetíveis a problemas cardíacos e respiratórios por conta do focinho achatado deles, mas isso não quer dizer que não possam viver por muitos anos ao seu lado. Com um bom histórico médico e boa procedência, onde criadores responsáveis tenham tomado os cuidados necessários para que problemas hereditários não agravem a situação, você pdoe ter um animal dessa raça perfeitamente saudável. Você tomando cuidado com a saúde dele, dando atenção à uma boa alimentação e cuidando para que ele receba tudo o que precisa, vacinas, check ups, água, não excedendo exercícios físicos, não vai ter problemas.

  10. Olá! Tenho um bebé de 6 meses e moramos em uma casa pequena, eu e minha esposa queremos incentivar o convivio do nosso filho desde agora pois sempre amamos cachorros! Qual raça nos indica?

  11. Ola boa tarde tudo bem desta raça de ção tem ?Shih tzu fêmea obrigada

    Boa noite gostaria de saber se o cão Shih tzu e adecuado para uma criança de 4 anos a uns anos ja tive um e sempre achei um cão dosse e meigo e inteligência mas como vi nos comentários que não fiquei na dúvida gostaria de mais informações se possível obrigada

    1. Os Shi tzus são meigos e inteligentes, de fato muito dóceis. Seriam mais adequados a crianças miores, que saibam como se comportar com cachorro sem tratá-los como brinquedos. Eles não toleram ser agarrados, ter os pelos puxados. Eles gostam mais de ficar quitos no canto deles, não são muito de brincar com crianças, correr pelo quintal, buscar bolinha. Se for isso que você procura, essa não é a raça mais adequada. Tudo vai depender de combinar o seu estilod e vida e da criança com o temperamento do cachorro. Se tiver espaço, opte por uma raça maior (labrador, Golden retriever, Border Collie), já se o problema for falta de espaço, uma raça de porte menor, mas mais brincalhona e ativa seria melhor opção – o Pug, os Budogues, Beagle, são excelentes opções.

  12. Olá, moro em uma casa com bastante área gramada, quero comprar um cachorro que seja dócil com crianças, mas que seja um bom guarda ! Gosto muito de Pastor Alemão, Fila Brasileiro e Rotweiller (acho o Rot. muito agressivo) porém fiquei encantado com o Pastor de Malinois.
    Já ouvi dizer que o Fila e o Pastor Alemão não são agressivos com crianças, principalmente o Pastor, porém acho que ele solta muito pelo, o que vocês me dizem dessas raças ?

    1. Olá Silvio! Excelentes escolhas! Qualquer uma delas será maravilhoso. O Rot tem essa fama, mas conheço pessoalmente alguns que são maravilhsoos com crianças e muito leais – tudo vaid ependenr da linhagem, de ocmos erão tratados, socializados e adestrados, desde o início. Procure por um canil da raça de bao reputação ou converse com alguém que tenha qualquer uma dessas raças de cachorro para te ajudar na escolha.

  13. Tive um shih tzu quando mais nova e hoje tenho um de 5 anos. Porém eles nunca foram sociáveis com crianças e nem com outros cães.
    Sempre foram de morder.
    Sabem me dizer o motivo?

    1. Geneticamente, o Shi tzu não é um cão que gosta da interação com crianças, eles gostammais da calmaria dos adultos. Eles foram cães criados para guardar a realeza e atentar para os perigos – eram cães de guarda de mosteiros. Eles são quietos e calmos, não gostam de barulho e nem da agitação das crianças.

  14. OLá,

    Minha esposa e eu estamos querendo um cachorro . Moramos em apartamento pequeno e seria realmente para companhia e passeios diários.
    Temos intenção de engravidar ano que vem, então gostaria de uma raça que tolerasse bebes e que com passar dos anos conviva bem com crianças e que seja pouco propicia a doenças.
    Já tivemos diversas raças de todos os portes, mas nunca nessa situação especifica. Consideramos Maltês e Shi-TZu. Acha boas escolhas? Sugere algum outro?
    Estamos em duvida

    1. Olá Thiago, se todas as raças citadas, o Maltês e o Shi tzu são os menos indicados, pois embora dóceis e carinhosos, não toleram as brincadeiras brutas das crianças e a energia delas, além dos puxões nos pelos. Mas se a criança for ensinada desde cedo a tratar o cachorro com respeito, você não vai ter problemas. O Pug e os Buldogues, assim como o Bull terrier são excelentes escolhas também, e possuem porte pequeno, podendo se adaptar ao apartamento. Leia: https://vidanimal.com.br/cachorro-e-bebe/ – pode te ajduar a se preparar!!!

  15. Boa tarde, muito legal essa matéria. Gostaria de uma opinião. Tenho uma filha de 3 anos, autista leve, quero um cachorro para fazer companhia para ela. Cachorros são maravilhosos e como não tem muitas expressões faciais pode ensinar muito a parte de socialização para ela, além da companhia porque o irmão dela já tem 19anos. Porém moro em apartamento. Minha filha não gosta muito dos que são mais agitados, mas aceita brincar bastante tanto brincadeiras de correr e de contato físico também. Estou a meses pesquisando mas não consigo me decidir. Poderiam me dar sugestões?Meu marido trabalha de dia e eu a noite, consigo passear diariamente mais ou menos 1hora porém 1 vez ao dia, 3 vezes por semana saímos no período da manhã p ela ir as terapias e a tarde ela estará na escola, eu estarei em casa porem dormindo.

    1. Oi Janaína! Um cachorro seria maravilhoso para o desenvolvimento social e cognitivo da sua filha. Os cães mais treinados para servir de cães terapia seriam os mais indicados, mas como no Brasil não há certificação, é bem difícil encontrar um qualificado. O ideal seria optar por uma raça específica e entrar em contato com os canis oficiais, pois os criadores são mais sérios quanto às reproduções de seus filhotes e poderiam indicar um bem específico para ela – Há até lugares que trabalham com visitação, aocmpanhamento da criança com o animal para se adaptarem juntos, como fazem com os cães guia. Eles podem ajudar: https://caoguia.org.br/ ou https://www.institutomagnus.org/ – são maravilhosos!!!

      Com relação às informações que você nos deu sobre o estilo de vida e rotina de vocês, talvez o Pug, e os Buldogues, francês e inglês,a ssim como o Boston terrier e Bull terrier, podem ser excelentes. Cada um tem uma perosnalidade diferente, mas se adaptariam bem ao apartamento. O Pug e o Buldogue inglês são menos ativos e agitados que o Francês e Boston – eles adorariam brincar e crescer com ela, mas quando adultos ficam mais tranquilos.

      Há várias outras raças maiores que seriam maravilhosas também, mas teriam que ser bem treinadas para se adaptarem a vida em apartamento e à uma calmaria. De qualquer forma, independente da raça, seria preciso se informar bastante sobre ela e pedir ajudar à especialistas em treinamento para que o filhote desde cedo conheça os seus limites e saiba se comportar diante das condições especiais da sua filha.

      O pessoal dos cães guias acho que podem te ajudar com mais informações! Espero ter ajudado!

  16. Eu gostaria de um cachorro que seja carrioso com criança um Bem fofinho e que seja pequeno.
    Obrigado

    1. Olá Sarah, muitas raças de cachorro se incluem dentro da sua descrição. O ideal é pesquisar muito todas elas, suas características, temperamento e personalidade, além das exigências com manutenção para conseguir identificar qual a raça mais adequada ao seu estilo de vida. As responsabiidades de ter um cachorro é para a vida toda e vai muito além do tamanho e aparência fofinha – veja se este artigo pode te ajudar a encontrar uma que você goste: https://vidanimal.com.br/15-melhores-cachorros-pequenos-para-quem-nunca-teve-um-cao/

  17. Olá, gostaria de tirar uma duvida. Quero comprar um cachorro para minha filha de 7 anos. Apesar de morarmos em uma casa, gostaria de um porte pequeno de apartamento. Isso porque quero que conviva com ela dentro de casa e tb nosso quintal é pequeno. Tb quero uma raça que não destrua os móveis. Eu não trabalho fora, então o cachorro não ficaria sozinho. Tb não quero um que de muito trabalho com os pelos e que caia muito, somos todos alérgicos. Uma amiga me indicou o west highland white terrier. O que vcs me dizem? Outra coisa, aonde achar? Ja procurei com diversos canis e nao acho esta raça. Muito obrigada!

    1. Olá Rosana! O Westie é mesmo bem difícil de ser encontrado aqui no Brasil. tente entrar em contato com o canil oficial da raça para saber se existem criadores por aqui. Quanto ao comportamento e destruição de móvies, não há como prever – voc6e pode providenciar brinquedos desde cedo para ensiná-lo a brincar com aquilo que pode e também adestrá-lo. Cachorro é como criança, necessita de atenção, cuidados e muita paciência mesmo para ensinar. Uma raça de temepramento menos agitado seria ideal – o PUG é um deles, mas solta um pouco de pelo e precisa ser tosado para controlar esta queda. O bulgogue francês é uam boa escolha, mas é mais agitado quando filhote. Você vai ter que pesquisar bastante as raças que tem preferência e comparar ao seu estilo de vida para saber qual seria a melhor. Se informe bastante.

  18. Boa noite. Gostaria que indicasse a melhor raça de cachorro. Trabalho 3 vezes por semana. Tenho um filho alérgico, mas que pede pra ter um cachorrinho, por ser filho único, pensei em dar um amiguinho canino pra ele. Amo Pug, nunca tive, mas acho mais parecido com a gente… Adoramos um sofá. Kkk mas quero um grande amigo pro meu filho de 9 anos. Até pq tenho espaço no quintal, e quero um que naonão faça tanta bagunça e seja fácil de domesticar….

    1. Olá Talita! O PUG é uma excelente escolha – é calmo, adora um sofá, mas também gosta de carinho e de brincar com criança, além de aguentar o tranco. O Buldogue francês também seria uma boa escolha para criança.

  19. Tenho uma filha de 4 anos vamos para um apartamento ela não tem irmãos e vejo que precisa de cia. Pensei no Lhasa por já ver no parque com crianças e sempre muito dócil, mas de fato não está na lista. Ela é apaixonada por pugs, mas epgamos o da minha prima para passear e solta muuuuito pelo.

    Qual seria sugestivo por comportamento para criança nessa faixa etaria, sem quintal e pelagem?

    1. O Pug seria mesmo uma boa escolha – para controlar os pelos você pdoe se beneficiar da tosa bem curtinha. O Budogue francês também, seria outra ótima escolha, assim como o Yorkie. Mas o Lhasa não gosta mesmo de criança, ele é mais um cachorro para adultos, porque não gosta muito de brincar e não tolera muitos desaforos. Considere o Pug, se informe bastante.

Deixe uma resposta