Saiba como criar um Kit canino de Primeiros Socorros

Kit de Primeiros Socorros canino é essencial para se ter em casa ou levar em uma viagem

Emergências podem ocorrer a qualquer momento — quer você esteja quietinha em casa ou até durante suas viagens de férias com toda a família. Quando estas emergências ocorrem, você precisa estar preparado e ter com você um Kit de Primeiros Socorros para o seu cachorro.

É bem provável que você já tenha um Kit de Primeiros Socorros em casa para a sua família, em caso de uma emergência. Se você tem vive com um animal de estimação – cachorro ou gato – você também deve ter um Kit de Primeiros Socorros para eles, já que você não pode usar a maioria dos itens que o seu “kit humano” contém.

Os Kits de Primeiros Socorros para animais de estimação são mais necessários quando se está viajando. Mantenha-o bem estocado e todos os itens juntos dentro de uma sacola ou maleta. Desta forma você estará sempre pronto quando algo acontecer — seja em casa ou quando estiver viajando.

Se você já tem um Kit de Primeiros Socorros específico para humanos, então você pode simplesmente adicionar alguns itens para transformá-lo em um para cachorros. No entanto, a maioria dos veterinários recomenda que se mantenha um Kit de Primeiros Socorros para animais separado, por razões de segurança e conveniência (e até sanitárias! Rs!).

Um bom Kit de Primeiros Socorros para cachorros é como um carro — Não precisa ser caro, nem ter todos itens adicionais e frescuras; se for capaz de segurar a onda até que se consiga chegar no veterinário ou ao hospital de animais mais próximo em uma situação crítica, isto é mais que suficiente.

Agora que você já sabe disso, é o momento perfeito para estocar os itens mais cruciais que você possa precisar caso algum incidente aconteça que ameace a saúde ou bem estar do seu cachorro.

Há duas maneiras simples de garantir que que você tenha o melhor Kit de Primeiros Socorros para o seu cachorro: você tanto pode comprar um já pronto, ou ir comprando os itens separado que você ainda não tenha em casa e montar o seu próprio. Há vários Kits de Primeiros Socorros para cachorros pré organizados e prontos disponíveis nas melhores petshops da cidade e que possuem todos os itens essenciais que você poderá precisar durante a maioria das emergências caninas, os mais caros, como o Kit de Primeiros Socorros da AKC possui mais de 100 itens, muitos que você não irá precisar, mas todos muitos bons de se ter caso algo específico e trágico aconteça.

Mas sinceramente, nós do Vidanimal temos certeza que um Kit de Primeiros Socorros para o seu cachorro feito em casa pode ser igualmente útil.

Para quê um Kit de Primeiros Socorros para cachorros?

Como toda criança pequena, os cachorros também se metem em várias confusões o tempo inteiro. Estar preparado para alguma emergência é sempre uma boa ideia, e ter um Kit de Primeiros Socorros sempre à mão é tão inteligente quanto.

Quando acontece uma emergência relacionado à vida do seu cachorro, você não deve perder tempo procurando por coisas que podem ou não funcionar, ou até mesmo tentar achar alguma informação online rapidamente. É hora de agir rápido, e todo veterinário aconselha a ter em casa um Kit de Primeiros Socorros Veterinário para horas como estas.

“A preparação de um kit de Primeiros Socorros Veterinário faz com que a pessoa já vá se preparando mentalmente para um eventual problema. Uma caixa plástica à prova d’água que se mantenha fechada é o recipiente perfeito para manter os itens sem que eles estraguem ou fiquem espalhados para que possam estar disponíveis e fáceis de serem acessados durante uma emergência.”

Quanto mais completo for o seu Kit de Primeiros Socorros Veterinário, melhor, pois ele poderá incluir itens que podem ser difíceis de achar, ainda mais em tempos de crise ou em meio a uma crise. Você não vai querer ficar correndo atrás de farmácias ou petshops procurando por alguma coisa durante uma emergência.

E além de ter o seu Kit de Primeiros Socorros Veterinário em casa, você deveria também se familiarizar com alguns procedimentos básicos de socorro e coisas a ser feitas em caso de certos acidentes. A AVMA (American Veterinary Medical Foundation) criou uma espécie de guia para cuidados com a saúde do seu animal em casos de acidentes e emergências, nele há uma “Checklist” completa que você pode usar como lista de compras quando estiver montando o seu Kit ou guardá-la junto dele com todas as informações necessárias para serem acessadas como referência em caso de uma emergência.

AVMA Pet Emergency Checklist (PDF)
Leia a checklist e imprima, se possível. Preencha a ficha com todas as informações necessárias, como os números de telefone do veterinário, clínicas, e qualquer outra informação que possa ajudar. Mantenha-a dentro do Kit de Primeiros Socorros ou em local de rápido alcance, como presa à porta do refrigerador.

Ponto, é tudo muito simples! você pode até comprar um kit completo e ir adicionando itens mais importantes e personalizados de acordo com as necessidades especiais do seu cachorro em particular, ou você pode começar com um kit de primeiros socorros humano básico e adicionar suprimentos mais específicos para cachorros. Muitos itens são suprimentos comuns de uso diário que você provavelmente já possui em casa. Mas o Vidanimal facilitou a sua vida e organizou uma lista para ajudar você a criar um Kit de Primeiros Socorros Canino Essencial com tudo o que você poderá precisar em uma emergência canina ou problema de saúde.

Clique no link para visualizar o seu KIT DE PRIMEIROS SOCORROS CANINO.

O que incluir no seu Kit Canino de Primeiros Socorros:

Itens básicos para uso em geral

1. Papelada

Em uma situação de emergência, você vai querer que toda a sua papelada importante com relação à saúde do seu cachorro esteja em um único local. Mantenha uma cópia impressa dos registros médicos, vacinações, quaisquer medicamentos, e números de telefone de emergência. Você pode incluir a Checklist mencionada acima.

2. Manual Canino de Primeiros Socorros

Um manual canino de primeiros socorros, como por exemplo, o publicado pela Cruz Vermelha: Você saberia como fazer uma ressuscitação cardiopulmonar ou CPR no seu cachorro? Não importa o quanto você acha que sabe, mas este item é essencial para o seu kit.

3. Conta gotas e/ou seringa

Chihuahua tomando o seu remédio na seringa. (Crédito/Copyright: “Por Bignai/Shutterstock)


Você precisa ter um instrumento que possibilite a administração de medicamentos orais para dar alívio ao seu cachorro ou usar para lavar os ferimentos, enxaguar olhos e orelhas, um conta gotas ou uma seringa são excelentes escolhas.

4. Seringa de ouvido

Esta seringa canina especial possui uma ponta de silicone macia que não machucará os dentes, gengivas ou bochechas do seu cachorro. Ela ainda é capaz de encorajar o animal a se alimentar, além de ser durável e reutilizável.

5. Tesouras

Tesouras sem ponta ou com pontas arredondadas podem ser muito úteis em várias situações. Você pode ter que remover o excesso de pêlos ao redor de uma ferida, ou cortar o rolo de gaze depois de envolver e cobrir um ferimento. Tesouras sem pontas ou arredondadas são as melhores, pois um cachorro ferido pode estar agitado, se mexer muito e pode facilmente se machucar ainda mais.

6. Pinças

Para a retirada de estilhaços de vidro, ferrões de abelhas ou vespas, ou remover carrapatos, espinhos, as pinças podem servir para vários propósitos em uma situação crítica. Dependendo de como você quer que o seu Kit seja, talvez seja melhor investir em uma pinça especialmente criada para remover pulgas e carrapatos.

7. Termômetro Retal

Um termômetro feito para ser usado em cachorros, junto com um lubrificante para a aplicação adequada, pode ser necessário em situações extremas. Se você estiver sozinho e não possui ajuda para segurar o cachorro, é melhor se dirigir a um consultório veterinário ou hospital de animais ao invés de usar o termômetro você mesmo.

8. Tesoura especial para bandagens

Esta tesoura especial vai te economizar tempo durante uma emergência e funcionam perfeitamente para remover bandagens — previne ferimentos e a sua lâmina de baixo desliza facilmente por baixo das bandagens.

Itens para tratar ferimentos

9. Peróxido de Hidrogênio

É usado para induzir o vômito se o seu cachorro comer algo tóxico. Se familiarize primeiro com a dosagem e forma de administrar antes que seja preciso e entre em contato com o seu veterinário antes de usar. Ele também pode ser usado para limpar os ferimentos.

10. Spray Antibiótico ou pomada

Isto irá ajudar a reduzir ou prevenir infecções de arranhões e cortes. Tenha sempre lenços antibióticos para a limpeza de ferimentos, e solução hemostática líquida ou em pó para controlar o sangramento.

11. Leite de Magnésia, ou carvão ativado

Isto pode ser usado para absorver o veneno, controlar diarréia e aliviar o estômago, mas sempre entre em contato com o veterinário primeiro.

12. Medicamentos regulares

Se o seu cachorro costuma tomar algum medicamento regularmente, tenha sempre algum extra de backup.

13. Luvas de latex

Se a emergência envolve sangue em excesso, urina ou fezes, a última coisa que você vai querer é ficar com as mãos cobertas de fluidos corporais enquanto tenta cuidar do seu cachorro.

14. Soro fisiológico

Ajuda a reduzir irritação nos olhos e a limpar para aliviar o desconforto. Também ajuda a remover manchas de lágrimas e ainda desacelera a formação delas ao redor dos olhos. É muito eficaz em curar infecções nos olhos dos cachorros.

15. Aspirina para cachorros

Um pequeno frasco é mais que o suficiente para emergências e ainda irão durar por muito tempo. As aspirinas para cachorros fornecem alívio temporário à dor e os tabletes revestidos são mais gentis ao estômago do cachorro, se comparados aos comprimidos humanos. A Aspirina é ideal para cachorros com artrite, problemas de juntas ou pós cirurgia, mas não podem ser usadas em gatos.

16. Álcool

Você pode já ter em casa ou no carro, mas sempre fique de olho se ainda está bom para ser usado. O álcool é ótimo para combater infecções nos cachorros. Isopropyl é altamente recomendado para estas coisas e pode ser usado apenas externamente. Ingrediente ativo: isopropyl álcool 99% por volume.

17. Acetato de Hidrocortisona

Muitos veterinários recomendam acetato de hidrocortisona para cachorros. Você pode usar em spray, ou em alguns casos específicos, em forma de shampoo canino antiseptico. O líquido contém 4% Chlorhexidine Gluconate e é a solução perfeita quando se precisa de uma fórmula de limpeza com emolientes para cachorros e gatos.

18. Benadryl para cachorros

Benadryl para cães não é tão caro como é para humanos, por isso você poderá incluir no seu kit sem problemas. Um frasco pequeno é o suficiente, à não ser que o seu cachorro precise muito dele. Ele ajuda a dar um suporte ao sistema imunológico do seu cachorro, e é ótimo para cães que sofrem com alergias sazonais.

19. Vaselina

Isso ajuda a proteger ferimentos de infecções e muito usada no tratamento de pernas escamosas. Pode aliviar a coceira da irritação, suaviza a pele escamada e acalma o inseto que provoca a doença. Para proteger as patas, existe uma cêra específica para cães que funcionam melhor.

Itens para cobrir ferimentos

21. Gazes, ataduras antiaderentes e bandagens elásticas ou stretch (que esticam)

Cachorro imobilizando apata com atadura e gaze. (Crédito/Copyright: “Por Robert Kneschke/Shutterstock)


Todos estes itens ajudam a controlar o sangramento e proteger os ferimentos. Apenas certifique-se de que as bandagens são feitas especialmente para cachorros e nunca use as que foram feitas para pessoas. Curativos e ataduras antiaderentes para cachorros são perfeitas para cobrir os ferimentos que sangram levemente, cortes maiores, arranhões, queimaduras ou cicatrizes pós-cirurgia. Os curativos antiaderentes são feitos de um filme perfurado grudado a uma almofada de algodão e poliéster absorvente e respirável. Bandagem elástica é esterilizada e funcionam muito bem com esponjas de gazes. Gazes são feitas de 100% algodão e são ótimas para uma variedade infinita de aplicações, incluindo cobrir ferimentos, limpeza em geral, preparação de curativo, proteção contra sujeira e poeira etc.

22. Fita de tecido hipoalergênico

Outro item excelente quando se tem algum caso específico a tratar. Estes produtos são hipoalergênicos e Latex-free. Eles são macios, respiráveis e muito confortáveis para o cachorro usar. Você encontra em muitas larguras e em rolos perfurados fáceis de destacar.

23.Bolas de Algodão

São muito úteis quando o ferimento é pequeno. Bom para limpar ou aplicar algum remédio líquido para limpeza ou tratamento.

28. Comida Extra

Labrador Retriever comendo a sua comida no jardim. (Crédito/Copyright: “Por PixieMe/Shutterstock)


Sempre tenha uma quantidade maior de comida — sempre um pouco à mais do que você imagina que ele comeria. Nós recomendamos marcas que oferecem nutrientes de múltiplas formas dependendo da preferência do seu cachorro e necessidades nutricionais, seja ele filhote, adulto ou já com mais idade.

24. Talas customizadas

Isto é algo um pouco mais caro para investir, e você terá que fazer uma boa pesquisa antes de comprar. A tala fornece suporte para imobilização completa quando for preciso. Se você puder investir nisso, é uma excelente aquisição para o seu kit.

25. Fita adesiva médica

Use fita adesiva médica para prender bandagens depois que elas envolverem os ferimentos.

Itens para transporte

26. Toalhas

Um ferimento maior pode ser um tanto severo para que apenas algodões dêem conta do recado. Uma toalha grande também pode servir de maca improvisada para um cachorro que não possa andar.

27. Cobertor

O cobertor pode fornecer certo conforto para um cachorro amedrontado, mantê-lo aquecido ou manter o local ou carro limpo de excesso de fluidos corporais.

29. Guloseimas

Golden Retriever recebendo a sua recompensa pelo seu bom comportamento. (Crédito/Copyright: “Por Mattia Marasco/Shutterstock)


​Durante momentos estressantes é importante dar ao cão um pouco mais que suporte emocional, e às vezes, isto pode vir em forma de pequenas guloseimas — como pequenos ossinhos, biscoitos caninos, algo para distraí-lo e saborear. Dê preferência à marcas que usam ingredientes naturais, como carne, frango ou perú e não contenham cores nem sabores artificiais.

30. Coleira e guia extra

Buldogue francês deitado com a sua coleira e guia. (Crédito/Copyright: “Por Javier Brosch/Shutterstock)


As coisas podem se perder quando fora de casa, e em um acidente ou situação de emergência, a sua coleira ou guia podem arrebentar ou soltar. Uma coleira extra pode ajudar a orientar o seu cachorro para um local seguro e receber assistência ou para o carro para levá-lo ao hospital de animais. A maioria dos veterinários exigem que todo cachorro esteja na coleira quando entram no consultório.

31. Focinheira

Não importa o quanto ele for dócil normalmente, o seu cachorro pode ficar frenético e bastante agitado se machucado, e uma focinheira, de preferência uma ajustável, evitará que ele morda nestas situações de stress. Não use uma focinheira se ele estiver vomitando ou tendo problema pra respirar, tossindo ou engasgando.

32. Caixa de transporte

Se o seu cachorro costuma ficar em casa quase que o tempo todo e não está acostumado a andar dentro do carro, uma caixa transportadora apropriada para o tamanho dele pode ajudar a transportá-lo mais facilmente, além de evitar pânico durante o trajeto.

Outros itens opcionais que o seu Kit de primeiros socorros pode conter:

  • Lupa;
  • Luvas descartáveis;
  • Garrafa de água;
  • Lanterna;
  • Brinquedos ou objetos favoritos (qualquer coisa que possa distraí-lo ou recompensá-lo pelo bom comportamento e bravura em tempos de crise).

Emergências podem mesmo acontecer a qualquer momento. Com isso em mente, recomendamos dobrar os suprimentos e dividir o conteúdo entre dois Kits de Primeiros Socorros Caninos, se possível. Mantenha um em casa acessível e outro dentro do carro. Você sabe qual é o Hospital de Animais ou Clínica Veterinária 24-horas mais próxima da sua área? Pergunte para o seu veterinário se ele pode recomendar um local que seja 30 minutos da sua casa. Tenha sempre todos os telefones importantes sempre à mão dentro dos kits e no seu aparelho celular.

Sempre consulte o seu veterinário para melhores opções dos itens, e veja se há outros produtos que devam constar nesta lista. Você pode pensar em outros itens que possa ser útil, adicione-os no kit se necessários. Com sorte, você pode não precisar de nada disso, mas como diz o velho ditado: “melhor prevenir que remediar” — esteja sempre preparado!

Por Dani Jardim

Dani Jardim é redatora freelancer, contribui com contéudo digital para vários sites diferentes. Amante dos animais, divide o seu tempo escrevendo sobre todos eles neste portal, e nas horas vagas, se divertindo com seus cachorros, o Pug, Bóris e o Buldogue francês, Vasco. Dani também faz parte da nossa equipe editorial como gerente e editora de conteúdo.

Deixe uma resposta