(Crédito/Copyright: “holbox/Shutterstock”)

12 melhores raças de cães para crianças

Inserir qualquer animal de estimação ao convívio familiar é o tipo de decisão capaz de mudar a vida de todos os seus integrantes para sempre. Escolher a raça de cão mais adequada para sua família é de suma importância para a segurança e a felicidade de todos, tanto do cachorro quanto dos familiares, principalmente se haver crianças involvidas.

Amantes dos animais por natureza, as crianças costumam ficar felizes quando possuem a companhia de um cãozinho em casa. Toda criança deseja ter um cachorro, por isso é comum as crianças pedirem por eles.

melhores-cachorro-crianca
Menina deitada no tapete da sala de casa com seu Golden Retriever (Crédito/Copyright: “wavebreakmedia/Shutterstock”)

No entanto, nem todas as raças caninas são apropriadas para o convívio com crianças, por isso é preciso escolher com cautela qual animal seria mais adequado para a sua família, afinal nem toda família é igual. Além disso, outros fatores também pesam nesta escolha e precisam ser considerados com cuidado, como o estilo de vida da família e o tempo disponível de cada integrante para cuidar deste animal. É importante ressaltar que não é apenas a raça que determina o temperamento e a personalidade do cachorro.

Na hora de escolher um filhote, é preciso contar com o auxílio de um profissional capacitado, que poderá não só fazer testes de temperamento, assim como doenças e também ajudar na escolha de um cão de comportamento mais estável e tranquilo ou mais adequado as suas necessidades e estilo.

cachorro-crianca
Menino passeando na rua com o seu Beagle sem guia (Crédito/Copyright: “Soloviova Liudmyla/Shutterstock”)

E não é só isso que deve-se levar em conta, mas outros fatores como o seu tamanho, nível de disposição e energia, características biológicas, necessidades físicas, a sua manutenção e cuidados, e sem falar na maneira com que ele foi criado que também determina se ele será um bom cachorro para criança.

E justamente por estar vinculado a fatores comportamentais, genéticos e também predisposições é que algumas raças de cachorro são mais ou menos recomendadas do que outras para o convívio com crianças e bebês. Converse com amigos, conhecidos, donos das raças que você mais gosta, veterinários e criadores para escolher a raça mais recomendada para a sua família.

Um cachorro ideal para criança deve ser tranquilo, dócil, paciente, não se irritar facilmente ou ficar estressado com barulhos e movimentos, e principalmente ser capaz de se divertir por horas brincando e convivendo com o seu pequeno dono.

cachorro-crianca
Menino deitado na grama como seu cachorro de estimação (Crédito/Copyright: “Rob Hainer/Shutterstock”)

Por esse motivo, é necessário socializá-lo para que ele conviva bem desde com bebês a crianças de diversas idades. Essa interação, que é ótima para ambos, fortalece a saúde da criança, suas habilidades de leitura, seu desenvolvimento cognitivo e seu senso de responsabilidade. O laço que se forma entre uma criança e seu cachorro pode ser um dos mais fortes na vida de uma pessoa.

Para um convívio ideal entre todos, além da socialização, a disciplina e os exercícios físicos são elementos essenciais. Assim como a criança que deve ser educada para entender e respeitar os limites e as necessidades do cachorro. Nunca esquecendo que, nenhum cachorro, independentemente da raça, deve interagir com uma criança sem a devida supervisão.

cachorro-crianca
Menina deitada no sofá conversando com o seu atento Golden Retriever (Crédito/Copyright: “Africa Studio/Shutterstock”)

A verdade é que não existe uma resposta definitiva para esta escolha, pois todo cachorro tem potencial para se tornar um grande amigo e adorador dos pequenos, mas é sempre difícil prever a sua personalidade, pois há muitos fatores que influenciam no comportamento canino ao longo do seu crescimento.

Por outro lado, há algumas raças que possuem as características ideais para o começo de um relacionamento harmonioso, e que a partir de um bom adestramento, tornam-se excelentes companhias. Para facilitar a sua escolha, vale a pena ressaltar alguns pontos: Famílias que moram em apartamento devem dar preferência à raças pequenas e que não precisam de muito espaço.

Quem possui casa com quintal, pode optar por um cão dócil de porte grande, pois o mesmo terá bastante espaço para correr e brincar. A disponibilidade de tempo para dar atenção ao animal também conta, pois muitos cães são carentes e necessitam de um convívio mais longo com seus donos. Crianças muito novas, entre 2 e 5 anos de idade, não possuem discernimento em relação ao animal. Também podem ser facilmente derrubados por cães maiores.

cachorro-crianca
Menino briancando de jogar bola no parque com o seu Labrador retriever (Crédito/Copyright: “Mark Umbrella/Shutterstock”)

O ideal, nesses casos, é escolher uma raça de pequeno a médio porte, e que seja tolerante com os pequenos, dócil e brincalhão. Para crianças maiores, acima dos 8 anos, a convivência com os cães pode ser ainda melhor, pois eles podem aprender a cuidar do animal, aumentando sua responsabilidade em relação ao cachorro. Também podemos incluir, para esses casos, cães de porte maior, brincalhões, com bastante energia para gastar com as crianças e muito companheiros.

Você pode começar também respondendo algumas perguntas importantes que irão ajudar na sus decisão:

  1. Qual seu estilo de vida?
  2. Você mora em casa ou apartamento?
  3. Você mora no campo ou na cidade?
  4. Sua família é ativa ou mais caseira?
  5. Por quê você quer um cachorro – pra fazer companhia, pra ser parceiro em atividades, para seu um cão de terapia ou para brincar?
  6. Você, ou alguém da família tem alergia a cães ou a pêlos?
  7. Você está disposto a cuidar do cão com frequência?
  8. Você tem mania de limpeza e organização?

cachorro-crianca
Mistura de Terrier filhote dando um beijinho carinhoso em seu dono (Crédito/Copyright: “Anna Hoychuk/Shutterstock”)

Depois, pesquise algumas raças que mais interessem. Qual o propósito de determinada raça? E para finalizar, converse com donos e criadores das raças que você está pensando, pra saber exatamente como é o temperamento normal desses cães. Lembre-se, na hora de adquirir um animal, não se esqueça de que existem muitos animais abandonados, que podem ser adotados nos abrigos. Vale a pena visitar algumas ONGs e conhecer alguns cães, antes de pensar em comprar. Não compre animais por impulso, ou apenas porque a criança pediu.

Ter cães é uma responsabilidade muito grande e caberá ao adulto da casa suprir as necessidades do cachorro, como alimento, abrigo, passeios e brincadeiras.

Além disso, a educação e limites devem fazer parte da vida do seu cão, para uma convivência saudável com todos da casa. O seu treinamento e obediência são essenciais para manter essa harmonia entre eles e as crianças. Por isso, é vital que o cachorro seja treinado desde filhote. Para facilitar ainda mais esta decisão, organizamos abaixo 12 raças consideradas excelentes e de temperamento ideal para o convívio com crianças:

1. BULDOGUE INGLÊS

cachorro-crianca-buldogue-ingles
Menino afagando carinhosamente o seu Buldogue inglês na cabeça (Crédito/Copyright: “Pavel L Photo and Video/Shutterstock”)

Há bastante variação em personalidade, saúde e outras características dentre os diversos cães desta raça por conta da recente popularidade e consequênte produção excessiva destes cães. Como para todas as raças, seus donos devem garantir que esses cães foram criados de forma consciente e responsável, prezando a saúde e os aspectos comportamentais da raça. No geral, o Buldogue Inglês possui um temperamento dócil, pacato e afetuoso com crianças. É uma raça resistente, atenta e leal, perfeito para quem gosta de uma boa bagunça.

É um excelente companheiro capaz de viver de maneira harmoniosa com todos, seja em casa ou em apartamento, e ainda adora conviver com outros cachorros. Apesar de ter um nível baixo de energia, eles são brincalhões e ativos quando não estão cochilando ao seus pés. No entanto, o Buldogue Inglês exige bastante disciplina, principalmente no convívio com crianças, pois são naturalmente protetores e devido ao peso e estrutura forte podem ser brutos. Sendo assim, é importante que eles sejam acostumados com novas pessoas e treinados a respeitar os comandos dos donos, desde filhotes. Mas quando bem treinados e socializados, o Buldogue Inglês pode ser considerado um dos melhores cachorros para criança.

2. BEAGLE

cachorro-crianca-beagle
Menina dando uma braço apertado no seu lindo Beagle (Crédito/Copyright: “Kristina Stasiuliene/Shutterstock”)

Se você está a procura um cachorro de temperamento agitado e brincalhão para crescer com seus filhos, o Beagle é uma ótima opção, pois além de ativa, a raça é protetora. Eles não dispensam uma boa farra, brincadeiras e passeios, podendo assim se tornar uma excelente companhia para crianças ativas. Por outro lado, ele não gosta de ficar sozinho, e pode facilmente ficar destrutivo ao ficar em casa por longos períodos de tempo sem ter o que fazer.

Por esta razão, o Beagle precisa de donos que passam bastante tempo em casa ou para famílias que têm mais de um filho. Além disso, é necessário oferecer diversas distrações com bastante brinquedos para ele morder – sem birnquedos ele é capaz de optar por brincar com a porta, móveis e outros itens proibidos da sua casa. Além de curioso e brincalhão, é amigável, inteligente e alegre, e geralmente se da bem com outros animais de estimação. O Beagle também adora farejar, devido a sua herança de cão de caça.

É preciso adotar passeios diários, além de estímulos e exercícios para que ele não saia por aí descontando com comportamentos inadequados. Apesar disso, o Beagle é um cão muito dócil e sociável. Além de não crescer muito e manter-se leve, mesmo depois de adulto, o que facilita o seu convívio com os pequeninos.

3. BULL TERRIER

cachorro-crianca-bull-terrier
Bebê e Bull Terrier filhote correndo na grama juntos (Crédito/Copyright: “otsphoto/Shutterstock”)

O apelido dessa raça em inglês, traduzido em “a criança na pele de um cachorro” já diz bastante sobre a sua personalidade. O Bull Terrier é um bom cachorro para criança e perfeito para uma família grande, desde que a disciplina e os limites sejam reforçados pelos donos e ele receba exercícios físicos diários. No entanto, por serem animais fortes, o Bull Terrier não é recomendado para os pequeninos e tende a se dar melhor com crianças mais velhas.

Mas, de modo geral, além de inteligente, amigável e calma, a raça é paciente com crianças e tolera as brincadeiras infantis. Nesse sentido, o seu alto nível energético é um fator positivo, principalmente considerando que ela tolera várias horas de brincadeiras sem se cansar. Resistência é outra característica marcante da raça. O Bull Terrier suporta longas caminhadas, horas de brincadeiras e não se incomoda com os abraços e agarrões que crianças adoram dar em seus cães. Se treinado desde cedo, pode se tornar um animal bastante obediente. Além disso, o Bull Terrier tende a ser bastante protetor, amigável e amoroso com adultos e crianças.

4. COLLIE

cachorro-crianca-collie
Menina sentada na grama com a sua Collie fiel escudeira (Crédito/Copyright: “AnikaNes/Shutterstock”)

O Collie está sempre associado à personagem Lassie – a raça, assim como na história do filme, é apegada e amorosa com a sua família. E por ser uma raça de pastoreio, o Collie é educado e obediente, fácil de ser treinado, lida bem com treinamentos, comandos, afazeres e, é claro, brincadeiras, podendo responder até mesmo aos comandos dos pequenos.

A raça realmente pode ser um incentivo positivo no comportamento das crianças, uma vez que poderá ensinar noções de responsabilidade e afeto. Tem forte instinto familiar e de propriedade, o que o torna também um bom guardião. Mas lembre-se que os Collies têm porte médio e pelagem exuberante, muito admirada por algumas famílias e vista como problema por outras. É uma raça muito dócil e previsível, raramente morde ou estranha pessoas da família, e acaba sendo perfeito para donos de primeira viagem.

5. POODLE

cachorro-crianca-poodle
Menino e seu poodle apricot de cabelos igualmente cacheados (Crédito/Copyright: “aboikis/Shutterstock”)

De uma forma geral, os Poodles são uma boa opção para famílias com crianças, com excessão apenas para as versões Toy e Micro Toy que são mais frágeis e mais delicadas e não recomendadas para os pequenos. Os Poodles são gentis, inteligentes, ativos, orgulhosos, elegantes, ao mesmo tempo carinhosos, dedicados e fiéis.

Raramente ficam irritados, e é considerado um cão simpático, de bem humorado e paciente, o que faz dele um excelente companheiro para qualquer criança. Além disso, podem ser uma boa companhia para aquelas que sofrem com alergias, uma vez que não soltam pêlos, mas, no entanto requerem tosas e banhos regulares. Essa raça é muito esperta e aprende comandos facilmente, além de adorar brincar com os pequenos, além de serem dóceis, protetores e amorosos com os donos.

6. LABRADOR RETRIEVER

cachorro-crianca-labrador
Garotinha beincando na terra com o seu Labrador retriever (Crédito/Copyright: “Elena Nasledova/Shutterstock”)

Os Labradores são uma das raças de cachorro mais conhecidas pelo mundo por serem uma das escolhas mais populares para criança. Em geral, é indicado para qualquer idade, pois são protetores, inteligentes, confiáveis, brincalhões, amorosos, pacientes, ativos e verdadeiramente apaixonados por seus donos.

Além disso, a raça adora brincar e esta sempre bastante predisposta a aprender novos truques. Por outro lado, é preciso reforçar a disciplina e o exercício físico diário, fornecer estímulos mentais e muitos brinquedos. Aqueles que não tiverem suas necessidades físicas e mentais supridas diariamente podem engordar, além de direcionar a sua energia a comportamentos indesejáveis, como latir, destruir e roer objetos proibidos da casa.

Quando adultos ficam maiores e exigem mais espaço, por outro lado têm pelos mais curtos e até podem ser criados com livre acesso ao interior da casa, mas necessitam de espaço. A sua beleza se equivale a sua doce personalidade e inteligência. Indicado para quem tem filhos com muita energia, como crianças entre 7 e 10 anos. Ele adora uma corrida, brincadeiras de bola e o carinho do dono. É quase impossível que essa raça demonstre traços de raiva ou agressividade.

7. GOLDEN RETRIEVER

cachorro-crianca-golden-retriever
Menina abraçada com seu amigo amado Golden retriever (Crédito/Copyright: “StockLite/Shutterstock”)

Assim como os seus primos Labradores, os Golden Retrievers são sociáveis, trabalhadores, inteligentes, leais, obedientes, confiáveis, disciplinados e tolerantes. O seu alto grau energético e a sua inteligência os tornam uma das melhores raças para crianças, especialmente àquelas que gostam de brincar com água, pois os Goldens, assim como os Labradores, amam nadar. Por outro lado, o Golden Retriever é uma raça que precisa conviver em matilha.

Portanto, ele é indicado para famílias ativas e que passam bastante tempo em casa. São cães de porte médio, com temperamento equilibrado e bastante ativos. Nem agressivo nem tímido, ele é extremamente paciente, amigável, dócil e carinhoso. Porém, um Golden Retriever precisa de espaço e de uma família que acompanhe o seu nível de energia. É recomendado para casas com jardins grandes e para pessoas mais ativas, que gostem de se exercitar e tenham disponibilidade para levar o cão em passeios e caminhadas.

8. PUG

cachorro-crianca-pug
Bebê e seu fiel Pug deitados brincando juntos (Crédito/Copyright: “logoboom/Shutterstock”)

Por ser pequeno, não latir e não necessitar de muitos exercícios físicos, o Pug é uma raça ideal para apartamentos. Quando treinado e socializado a conviver com crianças, também se torna um bom cachorro para criança, pois tem um temperamento feliz, amável e carinhoso. A raça é conhecida por ser calma, dócil e não precisar de muito espaço. Os Pugs costumam ser teimosos, o que dificulta o treinamento, e podem apresentar dificuldades respiratórias pela estrutura do focinho e outros problemas de saúde.

9. SHIH TZU

cachorro-crianca-shitzu
Shi Tzu filhote branco (Crédito/Copyright: “Bildagentur Zoonar GmbH/Shutterstock”)

O que faz do Shih Tzu um cachorro ideal para crianças é o fato dele ser amigável, carinhoso e altamente adaptável. Ele não somente se dá bem com crianças e novas pessoas, mas tende a conviver harmoniosamente com outros animais. Porém, quem opta pelo Shih Tzu precisa educar suas crianças sobre a fragilidade da raça, pois são comumente machucados por crianças que gostam de brincar de forma bruta.

O ShihTzu é uma raça alegre e que também não necessita de muito espaço, podendo se adaptar facilmente em qualquer tipo de casa. No entanto, ele é carente e precisa de atenção, por isso é importante que os donos tenham tempo para fazer companhia e para passear com ele.

10. VIZLA ou BRACO HÚNGARO

cachorro-crianca-vizla
Garotinha abraçada ao seu amigo Vizla ou Braco Húngaro (Crédito/Copyright: “IndigoLT/Shutterstock”)

O Vizla ou Braco Húngaro é indicado para famílias que possuem crianças agitadas. A raça é gentil, leal, calma, afetuosa, carinhosa e silenciosa, perfeita para brincar com os pequeninos.

No entanto, exige muita atividade física. Por esse motivo, e por ser um cão trabalhador, seus donos precisam oferecer exercícios físicos e mentais diariamente para mantê-lo equilibrado e feliz. Além disso, ele é obediente, confiante, inteligente e aprende rápido, o que o torna muito mais fácil de adaptá-lo às regras da casa e formar laços estreitos com a família. E o melhor de tudo, o Vizsla não exala muito cheiro.

11. SETTER IRLANDÊS

cachorro-crianca-setter-irlandes
Setter Irlandês deitado descansando no deck de madeira após série de atividadees (Crédito/Copyright: “Reddogs/Shutterstock”)

O Setter Irlandês é ótimo para crianças cheias de energia, que queiram correr e brincar muito em espaços abertos. Apesar da pelagem longa, conhecida por “casaco”, o Setter Irlandês é um cão veloz e atlético. Alguns criadores dizem que seu temperamento “indomável” torna o adestramento mais difícil, mas ele está longe de ser feroz ou perigoso.

Pelo contrário, é brincalhão, enérgico, bastante sociável e sempre procura estar perto das pessoas da casa, além de lidar super bem com crianças ativas. Mantendo o grande nível de exercícios necessários, o Setter Irlandês se tornará um membro adorável da sua família.

12. TERRA NOVA

cachorro-crianca-terranova
Menina afagando o seu amigo Terra Nova preto no jardim (Crédito/Copyright: “Ermolaev Alexander/Shutterstock”)

Apelidado de “babá da natureza”, esta raça adora crianças e é considerado bondoso e muito protetor. Gentil, dócil e paciente, é quase uma “Madre Tereza” de cães, pois adora crianças e cuida muito bem delas como se fossem da sua própria espécie. Por outro lado, costuma babar em excesso. Mas é considerado também um bom nadador e já foi capaz de salvar vidas em situações de emergências. Por ser uma raça de grande porte muito ativa, ele precisa se exercitar bastante, por esta razão necessita de espaços amplos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *